Jornal Aqui - Volta Redonda - Barra Mansa

Quarta-Feira, 1 de Abril de 2020
0
Publicado em 03/03/20, às 14:48

Tá na hora

A prefeitura de Volta Redonda praticamente concluiu a entrega dos cerca de 110 mil carnês de IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) referentes a 2020. Para quem optar por efetuar o pagamento em cota única, até o próximo dia 10 de março, o desconto será de 18%, mas também existe a opção de quitar a cota única com desconto de 10% até o dia 31 de março.
Os contribuintes que optarem pelo pagamento integral, sem desconto, poderão dividir o valor em seis vezes, sendo que o vencimento da primeira cota está marcado para o dia 31 de março. As demais parcelas vencerão em 30 de abril, 29 de maio, 30 de junho, 31 de julho e 31 de agosto, respectivamente.
Para as pessoas que ainda não receberam o carnê, a orientação é retirar a segunda via pelo site da prefeitura, acessando o link: http://www.voltare
donda.rj.gov.br/smf/mod/iptu/ ou pelo acesso rápido IPTU e Taxas na página principal do site.
A secretaria de Fazenda informa que, caso o contribuinte não concorde com alguma informação que conste do carnê, ele deve comparecer aos guichês 8 e 9 no térreo do Palácio 17 de Julho, para apresentar as divergências até o dia 10 de março.
Procurado para falar a respeito, o prefeito Samuca Silva explicou que o dinheiro arrecadado com o pagamento do IPTU é muito importante para manter os investimentos no município. “Com a crise financeira, os municípios estão sobrevivendo com receita própria. Então todas as formas de arrecadação são fundamentais para manter os investimentos na cidade”, disse Samuca, lembrando, ainda, que Volta Redonda aumentou sua capacidade de arrecadação sem aumentar os impostos.

Os textos e as fotografias veiculadas nas páginas do aQui se encontram protegidos por direitos autorais, sendo vedada sua reprodução total ou parcial para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra, sem prévia e expressa autorização de Jornal Aqui Regional. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos. E no caso de utilização indevida, o usuário assumirá todas as responsabilidades de caráter civil e/ou criminal.