Jornal Aqui - Volta Redonda - Barra Mansa

Quarta-Feira, 1 de Abril de 2020
0
Publicado em 09/03/20, às 10:43

O ‘01’ de Samuca

O empresário Jose-lito Magalhães, ex-presidente da Aciap-VR, ao contrário de Mauro Campos Pereira, que também comandou a Associação Comercial, caiu nas graças do prefeito Samuca Silva. Enquanto Maurinho carrega sua cruz pelos buracos da Rodovia dos Metalúrgicos, Joselito virou uma espécie de talismã do governo, o que já gerou ciúmes e intrigas palacianas. A última dava conta que ele estaria sendo preparado para ser candidato do governo. Papo furado. Joselito acaba de ganhar uma supersecretaria, de nome pomposo, do jeito que ele gosta. Trata-se da Coordenadoria de Recuperação de Vias Públicas.
A nova coordena-doria será subordinada à pasta de Joselito, que é a secretaria de Projetos Especiais e Capacitação de Recursos, também criada só para atender a ele, que comandava até então a secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo, entregue recentemente a outro empresário, Rogério Loureiro. “Vamos trabalhar com todas as equipes de asfalto da prefeitura de Volta Redonda, tendo um coordenador (que é ele, grifo nosso), super-visores que serão deslocados para nossa coor-denadoria para que a gente possa ter uma equipe focada somente nas questões que dizem respeito ao asfalto”, esclareceu.
Reconhecendo que não entende quase nada do assunto por não ser técnico, Joselito mesmo assim anunciou, durante entrevista coletiva convocada pelo prefeito Samuca Silva – à qual não esteve presente -, que a sua nova pasta terá duas operações distintas: a operação regular de tapa-buraco e a de operações vinculadas a um contrato (firmado com empreiteiras), que é o que ele chamou de ‘recuperação asfáltica’, que consiste, em tese, em refazer grandes trechos de ruas e avenidas.
Para que isso seja possível, segundo o superse-cretário, a cidade foi dividida em cinco regiões. “A ideia é que essas regiões tenham equipes cativas, que estarão permanentemente trabalhando nos bairros”, disse. “Não vamos ter todo aquele deslocamento. Significa que as equipes vão estar ali acompanhando as necessidades, porque é muito distinto, né? Quando você vai para o centro da cidade a realidade é uma, quando você vai para bairro de periferia a realidade é outra”, acrescentou, garantindo ainda que em cada região haverá uma outra equipe para trabalhar especificamente com asfalto quente, “que é aquele mais resistente, próprio para as ruas e avenidas de maior circulação de veículos pesados, principalmente os centros comerciais”, detalhou o empresário nº 01 de Samuca.
A importância da nova pasta pode ser medida pelo volume de recursos que o governo Samuca pretende investir no tempo em que falta para encerrar o seu primeiro mandato (ele é candidato à reeleição, grifo nosso): R$ 15 milhões. Detalhe: só na região do Retiro serão R$ 3 milhões para asfaltar várias ruas e avenidas. “O município terá investimentos de mais de R$ 15 milhões em recuperação asfáltica, fora o procedimento de tapa-buraco, investimento que caracteriza o maior programa de pavimentação dos últimos 20 anos, se a gente for levar em conta (a utilização de) recursos próprios. Nós tivemos outros grandes em épocas atrás, mas eram recursos estaduais e federais; dinheiro do município esse (do governo Samuca) é o maior investimento dos últimos 20 anos, sem dúvida”, avaliza Joselito.
O coordenador do asfalto, antes de encerrar, anunciou que espera resolver todos os casos em apenas três meses. É que, instigado a estimar o tempo necessário para que Volta Redonda volte a ficar com suas ruas transitáveis, Joselito não deixou por menos. “Em 90 dias. Me arrisco a dizer que, se não chover tanto, em 90 dias a gente entrega uma cidade melhor. Se não chover do jeito que está chovendo dá pra trabalhar bem”. Que assim seja.

As regiões

Região 1: Aero Clube, Barreira Cravo, Belo Horizonte, Retiro, Vila Brasília, Vila Mury, Voldac, São João Batista.

Região 2: Açude, Belmonte, Jardim Belmonte até a divisa com Barra Mansa, Siderlândia, Padre Jósimo.

Região 3: Candelária, Dom Bosco, Pinto da Serra, Santa Cruz 1 e 2, até Santa Rita do Zarur, São Luís, Água Limpa, Brasilândia, Santo Agostinho, Três Poços, Vila Americana e Vila Rica.

Região 4: Casa de Pedra, Jardim Belvedere, Siderópolis, Roma, São Geraldo, Aterrado, Jardim Paraíba, Jardim Amália, laranjal, Monte Castelo, São Geraldo, São João, 60 e Vila Santa Cecilia.

Região 5: Conforto, 249, Eucaliptal, Jardim Europa, Jardim Suíça, Minerlândia, Ponte Alta, Rustico, Santa Inês, São Cristóvão, São Lucas até a divisa com Barra Mansa.

Os textos e as fotografias veiculadas nas páginas do aQui se encontram protegidos por direitos autorais, sendo vedada sua reprodução total ou parcial para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra, sem prévia e expressa autorização de Jornal Aqui Regional. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos. E no caso de utilização indevida, o usuário assumirá todas as responsabilidades de caráter civil e/ou criminal.