Jornal Aqui - Volta Redonda - Barra Mansa

Quarta-Feira, 19 de Fevereiro de 2020
0
Publicado em 27/01/20, às 10:30

Nissan demitiu 250

O aQui não errou, como muitos estavam torcendo, ao publicar que a montadora de carros Nissan, localizada em Resende, havia demitido 200 funcionários na segunda semana de janeiro quando os operários retornavam das férias. Errou só no número de demitidos, pois foi maior do que o divulgado pelo jornal. Segundo o diretor do Sindicato dos Metalúrgicos, Renato Soares, a Nissan dispensou 250 trabalhadores e pode demitir ainda mais. Os números foram apresentados, de acordo com Renato, em audiência no Ministério Público do Trabalho de Resende, com representantes da montadora e do Sindicato.

Ao repórter do aQui, Renato Soares contou que a Nissan justificou as dispensas como um ‘turnover padrão’. “Isto não é verdade. Nós sabemos que a montadora está passando por um momento difícil e que, se não se recuperar, podem ocorrer mais demissões”, disparou o sindicalista. “A minha intenção é alertar os trabalhadores que só a organização e disposição de todos irão dar um basta nesta política de exploração da multinacional japonesa”, ressaltou.

Segundo Renato, o Sindicato dos Metalúrgicos vai mobilizar os trabalhadores da Nissan para evitar novas demissões. As decisões que serão tomadas daqui pra frente, explicou Renato, vão depender da união dos trabalhadores. “A audiência no MPT foi porque a Nissan andou extrapolando no day-off. Ela negou o tempo todo que demitiu, mas acabou caindo em contradição várias vezes ao dizer que as vendas caíram e que por conta disto teve que demitir além do que ela previa. O número chega a 250 e eu acredito que venham mais por aí” denunciou. 

Renato ainda não agendou nova reunião com a Nissan. Mas, internamente, vem conversando com o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, Silvio Campos, para decidirem o melhor caminho para defender os empregos na montadora de Resende.

Os textos e as fotografias veiculadas nas páginas do aQui se encontram protegidos por direitos autorais, sendo vedada sua reprodução total ou parcial para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra, sem prévia e expressa autorização de Jornal Aqui Regional. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos. E no caso de utilização indevida, o usuário assumirá todas as responsabilidades de caráter civil e/ou criminal.