Jornal Aqui - Volta Redonda - Barra Mansa

Terça-Feira, 28 de Janeiro de 2020
0
Publicado em 23/12/19, às 09:31

Bate-Bola Sergio Luiz

Varandão da saudade

Nesta edição prestamos uma homenagem póstuma ao amigo Airton Lécio do Prado Castro, o Camarão, do Clube dos Funcionários, que faleceu esta semana. Ele foi um dos integrantes do time da seleção de futsal de Volta Redonda, que venceu o Vasco por 1 a 0, em 8/9/1963, em partida amistosa no Recreio do Trabalhador.

Em pé da esquerda para a direita: José Mário Vinhas (árbitro da FCF, Ed Correa (Bandeirinha), João Roberto, Airton Camarão, Wilson e Antônio de Souza (técnico). Agachados: Armando (bandeirinha), Edgard Barrão, Waltinho, Enéas, Clay e Waldir Perereca.

Voltaço comemora conquista histórica

Muitos torcedores desconhecem mas, no último dia 15 de dezembro, domingo, o Voltaço comemorou o 25º aniversário da conquista do título de campeão da Taça Rio de 1994 em cima do Fluminense. Vitória inesquecível. No primeiro jogo (dia 13), o Fluminense goleou o Volta Redonda por 4 a 1, no Raulino. O jogo da volta seria disputado, dois dias depois, nas Laranjeiras, e os tricolores acharam que ganhariam fácil. Com mais uma goleada. Ledo engano.
O técnico Wilton Xavier armou a equipe na defesa e acabou vencendo por 1 a 0, gol de Valtinho. Daí pra frente brilhou a estrela do goleiro Sandro, que fez milagres, garantindo o placar, que levou o jogo para a prorrogação, e depois para os pênaltis. Placar final: Volta Redonda 5 a 4, sendo que Sandro defendeu a cobrança de Dejair, que deu o título ao tricolor de aço. O time que entrou para a história, formado por jogadores da casa, foi o seguinte: Sandro, Ari (expulso), Denimar, Fábio e Marco Aurélio; Andinho, Russo e Valtinho; Paloma. Ronie e Ricardo. Técnico Wilton Xavier.
Depois disso, o Volta Redonda ganhou mais três vezes a Copa Rio, sendo o maior vencedor da competição. Coisa que não se repete há algum tempo, marcado por homéricos vexames. Lamentável, porém, jamais irá empanar o brilho da primeira conquista. Parabéns, Voltaço! Tenho dito.

Calendário
A programação da campanha do Volta Redonda para 2020 está quase pronta e a estreia no estadual será no dia 25 ou 26 de janeiro, contra o Botafogo, no Raulino de Oliveira. Em paralelo, vai disputar a Copa do Brasil a partir de fevereiro, enfrentando o Lagarto (SE), no dia 5 ou 12 de fevereiro. Como visitante, jogará por um empate. Falta definir a tabela da série C, sendo que o Voltaço deverá ficar em um grupo ao lado do Boa Esporte, Brusque, Criciúma, Ituano, Londrina, São Bento, São José-RS, Tombense e Ypiranga-RS.

Preparação
O técnico Luisinho Vieira continua intensificando a preparação do time profissional para a estreia contra o Botafogo. Por enquanto, os reforços que chegaram são: o atacante Pedrinho, 22 anos, artilheiro da série B1, vindo do América-RJ; Bernardo, ex-Vasco; o meia Marquinho, do Sampaio Correia; e o lateral Oliveira, vindo do Tubarão-SC. É pouco! Quanto ao sub-20, o time está quase no ponto para estrear na Copinha 2020, dia 3 de janeiro, contra o América-MG.

História
Essa é do amigo Paulo Junior, ex-repórter da Rádio Tupi. Conta que foi com Jota Santiago transmitir o jogo Americano x Vasco, em Campos. Como a partida terminou tarde, resolveram pernoitar por lá mesmo. Menos Jota Santiago que decidiu voltar, pois tinha uma “pelada” por jogar na manhã seguinte. Só que para que isso ocorresse, teria que pegar uma carona na estrada. Deu sorte, já que logo apareceu um carro funerário, com um caixão dentro. É bom lembrar que Jota tem pavor de velório e mula sem cabeça. Mas a sua vontade de pelar o fez superar o medo. Entrou no carro, sentou-se ao lado do motorista, que logo percebeu o seu medo, pois Jota evitava olhar para o caixão que estava atrás. O motorista começou, então, a contar casos de clientes, os defuntos. Jota se encolhia a cada caso. Quando passavam por Rio Bonito, enquanto Jota cochilava, o motorista parou para tomar um cafezinho e neste exato momento, eis que a tampa do caixão se abriu e uma figura esquelética levantou-se e disse: “Boa noite, amigo”. Jota Santiago nem respondeu. Saiu correndo em direção ao motorista e quase sem falar, mandou: “U,U de – defunto re – ressuscitou, vai lá”. O motorista tranqüilamente: “Calma é o meu ajudante, que estava dormindo no caixão”. Já não adiantava mais, Jota Santiago já estava todo molhado e sem a sua inseparável peruca. É mole?

Entrevista
Os torcedores Flávio Fubá e Geraldinho, dois dos mais antigos chefes de torcidas organizadas do Voltaço, foram escolhidos para falar sobre a vida do tricolor de aço em uma entrevista do “Globo Esporte” para promover o carioca de 2020. Esses sim conhecem o Volta Redonda de cabo a rabo.

Arbitragem
Uma operação da Polícia Civil e do Ministério Público cumpriu, na quarta, 18, mandados de busca e apreensão contra Jorge Fernando Rabello (ex-presidente da comissão de arbitragem da Federação Carioca e presidente do Sindicato dos árbitros), Messias José Pereira (presidente da Cooperativa dos Árbitros de Futebol e Sergio Mantovani Cerqueira, que integra as duas entidades. O trio é acusado de organização criminosa, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro. As investigações apuraram que Rabello teve evolução incompatível à sua função e que seria chefe de organização. Messias seria o “testa de ferro” e cuidava da parte econômica e contábil do esquema.

Bola fora
Para a saída de Wanderley Luxemburgo do comando técnico do Vasco. Luxa fez um belo trabalho em São Januário, onde tirou leite de pedra. A torcida vascaína ficou órfã, apesar da chegada de Abelão.

Bola dentro
Para o Flamengo, que chega à final do mundial de clubes, com méritos. A vitória sobre o Al Hilal, por 3 a 1, mostrou que o rubro negro ainda tem muito gás e futebol para chegar ao título. Flamengo x Liverpool será o jogo do ano. Valeu!

Os textos e as fotografias veiculadas nas páginas do aQui se encontram protegidos por direitos autorais, sendo vedada sua reprodução total ou parcial para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra, sem prévia e expressa autorização de Jornal Aqui Regional. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos. E no caso de utilização indevida, o usuário assumirá todas as responsabilidades de caráter civil e/ou criminal.