Jornal Aqui - Volta Redonda - Barra Mansa

Segunda-Feira, 6 de Abril de 2020
0
Publicado em 09/03/20, às 10:02

Alô, alô…

No final do ano passado, a secretaria Estadual de Direitos Humanos propôs uma parceria com a Assem-bleia Legislativa do Estado do Rio para criarem um canal de atendimento por meio do qual os cidadãos, vítimas de assédio, pudessem fazer denúncias. Era o ‘Disque-Cidadania’. A informação foi divulgada pelo subsecretário da pasta, Thiago Miranda, durante audiência pública realizada no Palácio Tiradentes, para discutir um projeto de lei de autoria do deputado Bruno Dauaire (PSC) sobre a criação de um ‘disque-assédio’ voltado a funcionários públicos do Estado.
“O governo do Estado já disponibiliza três canais para os públicos LGBT, idosos e ainda um disque-preconceito. Esses canais serão unificados e vão virar o ‘Disque-Cidadania’, que poderá ser acessado por um número 0800, 24 horas por dia, de domingo a domingo. Vimos a necessidade de unificar o atendimento desses três canais já existentes para que todos que sofrem algum tipo de assédio possam denunciar”, afirmou Thiago, garantindo que o serviço iria disponibilizar psicólogos, assistentes sociais e doze atendentes.
Presidente da Comissão de Servidores da Alerj, Dauaire disse que a parceria entre o legislativo e o governo seria muito importante para as vítimas de assédio. “É bem significativo contar com a secretaria de Direitos Humanos porque ela tem uma estrutura grande para poder respaldar o servidor e vai viabilizar a possibilidade de todos os cidadãos terem um canal para fazer denúncias todos os dias da semana”, destacou o parlamentar.
Segundo o projeto de lei do deputado, funcionários públicos teriam à disposição um 0800, de segunda a sexta, das 10 às 18 horas, e também um atendimento via WhatsApp, para apurar denúncias relacionadas a coação moral, assédio sexual e psicológico, discriminação racial e de gênero em ambientes de trabalho. O serviço funcionaria em uma sala especialmente destinada para esse fim e estaria subordinado à Presidência da Comissão Permanente de Servidores Públicos.

Nota da redação: Na tarde de quarta, 4, uma repórter do aQui tentou contato com o ‘Disque-Cidadania’ para saber se a ideia tinha vingado. Ledo engano. Depois de ligar três vezes, em horários alternados, para o 0800-0234567, ela chegou à conclusão que todo o serviço ainda não foi implantado. Se foi, bom, aí é outra história…

Os textos e as fotografias veiculadas nas páginas do aQui se encontram protegidos por direitos autorais, sendo vedada sua reprodução total ou parcial para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra, sem prévia e expressa autorização de Jornal Aqui Regional. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos. E no caso de utilização indevida, o usuário assumirá todas as responsabilidades de caráter civil e/ou criminal.