Jornal Aqui - Volta Redonda - Barra Mansa

Quarta-Feira, 20 de Novembro de 2019
0
Publicado em 28/10/19, às 10:24

Violência sem fim

O assassinato de uma jovem de 16 anos na Piteiras, em Barra Mansa, causou comoção na cidade. Maria Júlia Fonseca de Oliveira foi encontrada morta na noite de quinta, 24, na cozinha da casa onde morava com os pais, na Rua 12. Segundo informações de policiais militares que atenderam à ocorrência, não havia manchas de sangue no local, e o corpo da jovem apresentaria sinais de estrangulamento e marcas de violência no rosto. No entanto, só o resultado da necropsia, feita pelo IML (Instituto Médico Legal), poderá indicar a causa da morte e se Maria Júlia sofreu violência sexual.
A polícia chegou a deter um suspeito, de 22 anos, que foi encontrado na casa de parentes na Nova Primavera. Ele foi levado por PMs para a 90a Delegacia de Polícia de Barra Mansa, onde foi ouvido. Ele negou o crime. No entanto, acabou encaminhado para o Hospital Regional de Volta Redonda, onde teriam colhido material para exames de DNA.
A morte da jovem causou uma mobilização de parentes e amigos de Maria Júlia, que cobram rigor nas investigações. Maria Júlia era filha da gerente de uma filial da Drogaria Moderna em Barra Mansa. A rede de farmácias chegou a soltar uma nota de repúdio, onde condena a violência e também cobra das autoridades policiais um esforço para elucidar o caso. Confira ao lado a íntegra da nota:

Os textos e as fotografias veiculadas nas páginas do aQui se encontram protegidos por direitos autorais, sendo vedada sua reprodução total ou parcial para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra, sem prévia e expressa autorização de Jornal Aqui Regional. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos. E no caso de utilização indevida, o usuário assumirá todas as responsabilidades de caráter civil e/ou criminal.