Jornal Aqui - Volta Redonda - Barra Mansa

Quarta-Feira, 20 de Novembro de 2019
0
Publicado em 21/10/19, às 10:15

Bate-Bola Sergio Luiz

Varandão da saudade

Olha aí a seleção da LDVR – Liga de Desportos de Volta Redonda em 1961. A foto foi tirada no Raulino de Oliveira e pertence ao acervo do Cid.


Em pé da esquerda para a direita: Raul, Eli, Romero, Marreta, Cid e Murtha. Agachados: Coração, Neném, Alan,Waltinho Maleco e Loló.

Apostando no sul

Não é nenhum jogo de azar, mas a diretoria do Voltaço resolveu apostar no futebol praticado no sul do país. Tanto que acertou a contratação do técnico Luisinho Vieira, 47, com experiência em clubes de Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Mato Grosso, tendo iniciado como treinador no Brasil de Pelotas, em 2011. Mais tarde comandou o Criciúma, sendo campeão à frente do time sub-20. Depois, assumiu o time profissional para a disputa da série A do Brasileirão em 2014. Em 2017, comandou o Itumbiara (GO), o Luverdense (MT), o Sergipe (SE) e o Tubarão (SC), livrando o clube do rebaixamento no estadual. Apesar da boa experiência, Luizinho não conquistou nada.
O último sulista a dirigir o Voltaço foi o técnico Chiquinho, na década de 80, quando tentou implantar um estilo de marcação forte, sem resultados. Tinha um estilo, só o estilo, estressado como o do técnico português Jorge Jesus. Fica aqui um voto de confiança a Luizinho Vieira. Vamos deixar o rapaz trabalhar e que seja bem sucedido. Ah, que a diretoria lhe dê condições para trabalhar, sem empresários a empurrar seus craques goela abaixo. Boa sorte.

Dúvida
A tal pesquisa que a diretoria do Voltaço fez para saber quem seria o treinador da preferência do torcedor fez água. Não serviu para nada. Afinal, o mais votado foi Neto Colluci, da equipe sub-20, escolhido por 92% dos torcedores. Acabou preterido pelo segundo colocado, que teve apenas 4%. Mostra que só no Voltaço é que o segundo vence o primeiro. Fala sério!

Perda de mando
A CBF puniu o Volta Redonda com a perda de mando de campo de um futuro jogo pela série C de 2020. Tudo por causa da carga feita pelo árbitro da partida contra o Juventude, disputada no Raulino, onde o ‘homem de preto’ relatou que alguns torcedores, após a partida, não permitiram que os árbitros tivessem acesso ao vestiário. A diretoria conseguiu um efeito suspensivo e apresentou como prova, o depoimento do delegado da partida que sequer citou o fato no seu relatório.

Conselho
Ainda sobre o artigo 53 do estatuto do Voltaço, o que proíbe Conselheiro de assumir cargo administrativo no clube: O próprio vice-presidente, Flávio Horta Junior, ocupa três cargos: o de vice, o de diretor de futebol, e o de diretor jurídico. Ou seja, nem ele cumpre as regras. Quer mais? O fisiologista do clube, Cláudio Luiz Toledo, também é um dos conselheiros da associação. E, falha nossa: Na edição passada erramos o nome de um Conselheiro Fiscal. O certo é Reinaldo Luiz da Silva. Ou mudam o estatuto ou todos deveriam perder o cargo.

Barra Mansa
O presidente interino do Leão, Mário Pinguilim, confessou que dificilmente será candidato nas eleições de dezembro. Por outro lado, teme que não apareça ninguém para assumir e que o clube feche as portas. Ele tem razão. Quem vai querer pegar um clube endividado até o pescoço? Só um mutirão de empresários, políticos e torcedores poderá salvar o Leão. Já cansei de propor isso aqui, mas ninguém se propôs a nada. Uma decepção. Preferem viver de lembranças nos cafezinhos. Quem vive de passado é museu.

LDVR
Anote os jogos das oitavas de final do campeonato de futebol amador da Liga de Desportos de Volta Redonda: hoje, sábado, 19, Santa Rita x Atlético VR, em Santa Rita; Meninos da Vila x Galileu, na Vila Rica; São Pedro x Santos, na Barbará; Inter Califórnia x Amigos do Retiro, na Califórnia, e Polêmicos x Asa Negra, no Morro do Urubu. Todos às 15 horas. Amanhã, domingo, 20, às 11 horas, Corinthians e Aston Vila jogam em Três Poços. Às 13 horas, União São Geraldo e Inter Club jogam na Vila São Geraldo; e às 15 horas, Remo e Talento Jovem se enfrentam na Torre.

História
No interior de Minas havia um jogador conhecido pelo apelido de Zé do Efeito, por causa do chute forte, cheio de efeito. Numa decisão do campeonato de várzea, o jogo estava empatado em 0 a 0, quando no final o juiz marcou uma falta perigosa contra os visitantes. Depois de muita discussão, Zé do Efeito, colocou a bola no local e tomou uma enorme distância. A torcida já comemorava, pois sabia que daquela posição, para ele, era gol certo. Autorizado, nosso herói partiu para a bola e soltou a bomba. Para surpresa geral, o goleiro encaixou no meio da meta. Decepcionada, a torcida começou a vaiar e xingar Zé do Efeito. O cracão não perdeu a pose e fez sinal para a galera, pedindo calma, mandando esperar. E não é que quando o goleirão, cheio de marra, foi quicar a bola no chão, a redondinha tomou um efeito danado, indo parar dentro do gol. Zé do Efeito saiu carregado nos braços da torcida e dos companheiros. É mentira, Terta?

Perguntar não ofende
Luizinho Vieira será consultado para as futuras contratações? Vai poder dispensar algum dos que já tiveram os seus contratos renovados?

Bola fora
Para a Seleção Brasileira, que mais uma vez deu vexame. Os caras dão a nítida impressão que estão de saco cheio desses jogos caçaníqueis, que só servem para desmoralizar o futebol pentacampeão do mundo. Lamentável!

Bola dentro
Para o time sub-17 do Barra Mansa, que sagrou-se campeão estadual da série B1 ao empatar por 1 a 1 com o Bonsucesso, na Colônia. Agora, os garotos disputarão a elite do futebol carioca podendo medir forças com Flamengo, Vasco, Fluminense e Botafogo. Já tem gavião de olho na garotada. Valeu!

Os textos e as fotografias veiculadas nas páginas do aQui se encontram protegidos por direitos autorais, sendo vedada sua reprodução total ou parcial para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra, sem prévia e expressa autorização de Jornal Aqui Regional. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos. E no caso de utilização indevida, o usuário assumirá todas as responsabilidades de caráter civil e/ou criminal.