Jornal Aqui - Volta Redonda - Barra Mansa

Sexta-Feira, 23 de Junho de 2017
0
Publicado em 27/03/17, às 10:04

UTI Neonatal

rodrigo

Ontem, sexta, 24, o prefeito Rodrigo Drable reinaugurou a UTI Neonatal do Hospital da Mulher, que reabriu suas portas com seis leitos neonatais. A iniciativa permitirá que os bebês prematuros, abaixo do peso ou que apresentem outros problemas de saúde recebam tratamento humanizado próximo de sua mãe e dos demais familiares.
Na avaliação do secretário de Saúde, Sérgio Gomes, o retorno das atividades da UTI Neonatal representa um grande ganho para as parturientes. “Em geral, as gestantes que dão à luz no Hospital da Mulher permanecem na unidade pelo período de três dias. Aquelas cujos bebês precisam de atendimento de UTI ficavam extremamente fragilizadas por terem seus filhos transferidos para a Santa Casa ou outras cidades do Estado. Isso abalava a saúde psicológica da paciente e também dificultava o aleitamento do bebê”, destacou o secretário, afirmando que a UTI Neonatal reduz os índices de mortalidade infantil no município.

O retorno das atividades da UTI também representa uma economia para os cofres públicos, já que a transferência dos bebês exigia a contratação de transporte especial, além de médico e enfermeiro para acompanhar a viagem. “Isso sem falar dos gastos dos familiares com o deslocamento para visitar o bebê em outra cidade”, completou Sérgio Gomes.

Para reabrir a UTI Neonatal, fechada desde setembro de 2016, quando o governo Jonas deixou de fazer os repasses à OS Geração Saúde, a prefeitura fez um contrato emergencial, com duração de três meses. Neste período, a administração vai preparar uma licitação para atender a unidade.

Os textos e as fotografias veiculadas nas páginas do aQui se encontram protegidos por direitos autorais, sendo vedada sua reprodução total ou parcial para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra, sem prévia e expressa autorização de Jornal Aqui Regional. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos. E no caso de utilização indevida, o usuário assumirá todas as responsabilidades de caráter civil e/ou criminal.