Jornal Aqui - Volta Redonda - Barra Mansa

Terça-Feira, 13 de Novembro de 2018
0
Publicado em 15/10/18, às 08:46

Tsunami presidencial

A onda bolsonarista, que os institutos de pesquisa não previram, passou pelas cidades do Sul Fluminense e fez um senhor estrago em redutos até então de esquerda, como Volta Redonda. Na cidade do aço, que já foi área de segurança nacional, quando da ditadura militar, o capitão Jair Bolsonaro saiu das urnas com impressionantes 89.625 votos. O petista Fernando Haddad ficou em segundo, lá longe, com 29.565 votos. Ciro Gomes, herdeiro do brizolismo que imperava nas cercanias da Usina Presidente Vargas da CSN, ficou em terceiro com 23.860.

Somando os votos de brizolistas e petistas teríamos 53.425, ainda bem longe dos 89.625 votos dados ao ‘mito bolsonarista’. Em Resende, terra da Aman, onde Bolsonaro serviu, o capitão reformado do Exército deu uma surra maior nos seus dois principais adversários. Obteve 43.226 votos contra 8.180 de Haddad e 7.178 de Ciro Gomes, o que dá um total de 15.358 votos. Não chegou nem à metade dos votos de Bolsonaro.

Veja abaixo a votação dos três primeiros colocados na corrida presidenciável:

Angra dos Reis:
Bolsonaro – 59.499
Haddad – 13.204
Ciro – 8.696

Itatiaia:

Bolsonaro – 10.708

Haddad – 2.958

Ciro  – 1.953

Pinheiral:

Bolsonaro – 6.136

Haddad- 3.525

Ciro-1.692

Barra Mansa:

Bolsonaro – 55.972

Haddad – 18.532

Ciro – 11.661

Barra do Piraí:

Bolsonaro – 27.178

Haddad – 9.429

Ciro –  6.015

Pirai:

Bolsonaro – 8.216

Haddad – 3.392

Ciro –  2.493

Porto Real:

Bolsonaro – 7.152

Haddad – 2.593

Ciro– 1.339

Rio Claro:

Bolsonaro – 5.348

Haddad – 3.004

Ciro – 1.107

Vassouras:

Bolsonaro – 10.922

Haddad – 3.908

Ciro  – 2.294

Valença:

Bolsonaro – 18.175

Haddad – 9.160

Ciro – 5.417

Resende:

Bolsonaro – 43.226

Haddad – 8.180

Ciro – 7.178

Quatis:

Bolsonaro – 4.012

Haddad – 1.857 

Ciro – 812

Volta Redonda:

Bolsonaro – 89.625

Haddad – 29.565

Ciro – 23.860

 

Os textos e as fotografias veiculadas nas páginas do aQui se encontram protegidos por direitos autorais, sendo vedada sua reprodução total ou parcial para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra, sem prévia e expressa autorização de Jornal Aqui Regional. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos. E no caso de utilização indevida, o usuário assumirá todas as responsabilidades de caráter civil e/ou criminal.