Jornal Aqui - Volta Redonda - Barra Mansa

Terça-Feira, 17 de Julho de 2018
0
Publicado em 19/03/18, às 09:12

Reforma fiscal!

julio ferreira

O prefeito Samuca tem enfrentado, com boa coragem e competência, a questão fiscal da cidade. O caos financeiro herdado ainda é muito grave. O primeiro ano passou aos trancos e barrancos. Os críticos de plantão não perdoam… mas sentar na cadeira de prefeito exige coragem e isso o Samuca teve de sobra em 2017. Por favor, não me rotulem de puxa saco….não preciso desse título, nada substitui a realidade. NAO ESTOU NA FOLHA DE PAGAMENTO DA PMVR.

Vamos ao fatos:

Não existe perfeição de gestão com tantos gargalos de problemas urbanos e desemprego. As demandas da cidade de Volta Redonda na parte social e infraestrutura são enormes, com orçamento apertado e dinheiro curto fica impossível atender a todos os problemas da cidade (tapar buracos, limpar as ruas, arrumar escolas, manter hospitais atendendo bem e rápido etc). É preciso senso de prioridades agudo por parte do prefeito Samuca. Investir certo é crucial. É hora de mostrar resultados firmes e sólidos.

Sem reformas sérias na questão fiscal da cidade e uma mudança de estilo na forma de fazer política honesta, é vital para o sucesso do novo governo municipal. A palavra chave é reformar tudo, sem medo. Não há mais espaço para o fisiologismo e ações eleitoreiras irresponsáveis. A crise social vai se agravar… não se iludam.

É sério o problema social sem geração de empregos. O desgaste político de qualquer prefeito é inevitável! Prefeito algum aguenta dar respostas rápidas a todos os conflitos. Impossível governar com tanta crise… Sá fazendo mágica!

A cidade está pegando impulso com os ajustes feitos pelo Executivo, mas é preciso manter uma agenda mais arrojada de reformas e ajustes fiscais. Volta Redonda não é diferente de outros municípios, vivemos uma crise política, econômica sem fim. O centralismo doente e perverso de Brasília deixa prefeitos de pires na mão como mendigos à procura de sobras no orçamento da união. O País e o Estado do Rio estão quebrados e os municípios não fogem à regra.

É claro que o crescimento econômico anunciado de 1% ajuda a melhorar o perfil das contas públicas das cidades – Volta Redonda. Mas não resolve todos os problemas por gastos, e aí a conta nunca fecha. Equacionar o problema fiscal da cidade é a regra de ouro. Se o prefeito Samuca conseguir essa proeza em 2018, aí teremos um ritmo de investimentos na cidade mais sustentável no início de 2019 apenas. Do contrário viveremos no caos da desordem urbana e financeira e no caos social ninguém ganha com isso… perdemos todos.

Samuca precisa construir urgentemente um verdadeiro e amplo PACTO POLITICO com todas as forças vivas da cidade. O isolamento atual pode até evitar stress, mas pode levar a nova administração a um colapso político na Câmara de Volta Redonda e com perda de apoio popular. Seria prudente o governo municipal colocar a barba de molho.

A única solução para a modernidade de Volta Redonda é apostar no sucesso pleno de uma gestão mais ousada e arrojada do prefeito Samuca em 2018.

Julio Ferreira – ex-vereador de Volta Redonda

Os textos e as fotografias veiculadas nas páginas do aQui se encontram protegidos por direitos autorais, sendo vedada sua reprodução total ou parcial para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra, sem prévia e expressa autorização de Jornal Aqui Regional. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos. E no caso de utilização indevida, o usuário assumirá todas as responsabilidades de caráter civil e/ou criminal.