Jornal Aqui - Volta Redonda - Barra Mansa

Sexta-Feira, 20 de Outubro de 2017
0
Publicado em 25/09/17, às 08:38

Pleno vapor

A MAN Latin America, ex-Volks, confirmou ao governo do Estado que vai investir mais na fábrica de Resende e ainda a abertura de 300 novos postos de trabalho. A confirmação foi feita na terça, 19, durante uma reunião entre o diretor de relações governamentais e institucionais da MAN, Marco Saltini, e o secretário da Casa Civil e Desenvolvimento, Christino Áureo. No encontro, Saltini disse que a MAN recebeu aportes de R$ 1 bilhão para a produção da nova linha de caminhões Delivery. “Um investimento desse porte por parte de apenas uma empresa é muito significativo e demonstra que estamos no caminho certo”, aposta Christino.

 

A nova família de caminhões da MAN, batizada de Delivery, chega ao mercado com versões de 3,5 a 13 toneladas de capacidade de carga, usadas para a distribuição urbana de produtos. A família é composta por seis novos modelos que vão atender um setor responsável por cerca de 30% das vendas de caminhões no país. Pra se ter uma ideia desse volume, a planta da MAN em Resende é a única, da marca, que fabrica todos os caminhões Volkswagen que circulam no mundo todo. “A nossa única planta industrial está em Resende, todos os caminhões Volkswagen que circulam no Brasil são produzidos no estado do Rio”, acrescentou Christino.   

 

 Das 300 vagas anunciadas, 200 estão sendo abertas para a produção de caminhões e ônibus. Outros 100 colaboradores serão necessários à operação do primeiro Customer Forum – um novo centro de atendimento para clientes das marcas MAN e Volks Caminhões e Ônibus. Atualmente, a fábrica de Resende emprega 3.300 funcionários, mas com as novas contratações este número vai saltar para 3.600. “Contamos com uma mão de obra qualificada”, disse Saltini, acrescentando que “além dos empregos, a MAN movimenta toda a cadeia produtiva com a compra de uma série de insumos”.

 

Ainda no encontro com o governo do Estado, Marco Saltini disse que a MAN pretende anunciar, em dezembro, novos investimentos para 2018. “Nossa perspectiva é anunciar em dezembro um novo plano de negócios, com investimentos de mais de R$ 1,5 bilhão a partir de 2018”, revelou. A novidade, claro, agradou ao Estado. “É muito importante percebermos que o mercado está reagindo e as empresas estão acreditando na recuperação econômica do nosso estado”, comemorou Christino Áureo.

Horas extras

 Conforme o aQui publicou em sua última edição, a decisão de aumentar o efetivo na MAN em quase 10% vem da constatação, pela direção da Companhia, de que há um crescimento de vendas sustentável no mercado doméstico de caminhões desde o início do ano. “A média diária de vendas de caminhões estava em 150 em janeiro e hoje já chega a 280. Quando percebemos essa tendência de crescimento há alguns meses decidimos: vamos contratar”, disse o presidente e CEO da MAN Resende, Roberto Cortes.

 

Segundo Cortes, até o final de dezembro os trabalhadores farão horas extras para atender a demanda das linhas de produção da nova família Delivery. Além disto, excepcionalmente, este ano a MAN não colocará nenhum colaborador em férias coletivas, como faz todos os anos. As novas contratações já começaram e seguem até o final de outubro. 

Os textos e as fotografias veiculadas nas páginas do aQui se encontram protegidos por direitos autorais, sendo vedada sua reprodução total ou parcial para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra, sem prévia e expressa autorização de Jornal Aqui Regional. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos. E no caso de utilização indevida, o usuário assumirá todas as responsabilidades de caráter civil e/ou criminal.