Jornal Aqui - Volta Redonda - Barra Mansa

Terça-Feira, 18 de Dezembro de 2018
0
Publicado em 17/09/18, às 08:22

‘Padrão Mercosul’

A partir de terça, 11, todas as placas de veículos que estão sendo emitidas no estado do Rio já seguem o novo padrão Mercosul (ver foto), com elementos anticlonagem que, dizem, vão garantir maior segurança aos motoristas fluminenses. O preço da novidade é o mesmo da tradicional placa: R$ 220, arredondados. O engraçado é que, apesar das informações do Detran dando conta que a troca seria uma opção dos motoristas, em Volta Redonda o órgão já estaria empurrando o ‘novo modelo’. “Fui fazer a vistoria (do veículo) e me informaram que teria que trocar a placa” disse um voltarredondense. Procurada para confirmar ou negar a obrigatoriedade da troca ser imediata, a assessoria de imprensa do Detran/RJ, até o fechamento desta edição, não tinha dado nenhuma informação a respeito.  

 

A troca pela placa de novo padrão – que tem quatro letras e três números – deveria ser feita gradativamente, conforme release enviado pelo Detran. No documento órgão dizia que a operação começaria somente nos casos de emplacamento de carros zero quilômetro, transferências de propriedade, de jurisdição e de município, além de alteração de categoria e troca de placas danificadas. “O proprietário de veículo que desejar trocar a placa antiga pelo modelo Mercosul também poderá fazer a mudança”, frisou o Detran/RJ.

 

A nova placa teoricamente vai dar maior segurança para os proprietários de veículos, evitando a possibilidade de clonagem. “O novo modelo terá código único e conterá todos os dados de confecção da placa, como a identificação do fornecedor e o número de série, data e ano da fabricação da peça. Inclui ainda o modelo do carro. O valor de fabricação da nova placa é o mesmo da antiga”, destacou o órgão. 

 

A placa Mercosul tem um diferencial para o estado do Rio.  Todos os veículos que receberem o primeiro emplacamento a partir de terça, 11, terão a placa com as três primeiras letras formando a palavra RIO – uma homenagem ao primeiro estado a adotar a placa Mercosul.

O que muda com o novo modelo de Placas Mercosul?

1- O sistema de cores diferentes para as diversas categorias continua?

Sim. Cada categoria tem uma cor específica. Mas agora a cor do fundo das placas será sempre branca, o que muda é a cor das letras e números. Para veículos de passeio, cor preta; para veículos comerciais, vermelha; carros oficiais, azul; verdes para veículos especiais; amarelo para diplomático e prata para colecionador. 

 

2- Como é a referência ao estado e cidade?

O nome do país estará na parte superior da placa, sobre uma tarja azul. Haverá também a bandeira do estado e o brasão do município, que estarão à direita da placa, abaixo da bandeira do Brasil.

 3 – Quem deve trocar a placa?

De acordo com a regulamentação do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), todos os estados no Brasil deverão implantar o novo modelo até 1º de dezembro de 2018. A troca vai começar pelos veículos zero quilômetro a serem registrados (1ª licença), por aqueles em processo de transferência de jurisdição, de município ou propriedade ou ainda para aqueles que desejarem a mudança voluntariamente, além da placa danificada e da troca de categoria do veículo.

Os textos e as fotografias veiculadas nas páginas do aQui se encontram protegidos por direitos autorais, sendo vedada sua reprodução total ou parcial para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra, sem prévia e expressa autorização de Jornal Aqui Regional. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos. E no caso de utilização indevida, o usuário assumirá todas as responsabilidades de caráter civil e/ou criminal.