Jornal Aqui - Volta Redonda - Barra Mansa

Terça-Feira, 12 de Dezembro de 2017
0
Publicado em 11/07/17, às 09:50

Nova modalidade

_DSC38941

Nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020, os torcedores do mundo todo terão mais uma modalidade para acompanhar: a do Basquete 3×3. Para quem não conhece a atividade, as partidas são disputadas por três jogadores de cada equipe, com pontuação e regras diferentes dos jogos oficiais. Detalhe: sempre foi comum em escolas, clubes e praças da cidade do aço. E será em Volta Redonda que a Confederação Brasileira de Basquete (CBB) vai dar o pontapé em um amplo projeto de desenvolvimento do Basquete 3×3 no Brasil.

O encontro que definiu a cidade do aço como sede do ‘Caça-Talentos’ ocorreu no final do mês passado e contou com a presença do vice-prefeito Maycon Abrantes e outros secretários municipais. O torneio-teste está marcado para setembro. Segundo Francisco Oliveira, gerente de desenvolvimento do 3×3 da CBB, a escolha foi lógica. “Volta Redonda é uma cidade estratégica, bem localizada entre Rio e São Paulo, e muito estruturada na parte esportiva. Tem uma secretaria de Esportes ativa, tendo Maria Paula Tavares no comando, que pode nos ajudar muito, sem contar que a cidade conta com grande número de ginásios divididos por bairros. E teremos apoio da secretaria de Cultura, que vai participar ativamente oferecendo atividades de dança de rua, grafite, DJs, além das secretarias de Educação, Saúde e de Ação Comunitária, que também ajudarão no evento”, explicou Oliveira.

Em 23 de setembro haverá um curso de capacitação para técnicos, preparadores físicos e arbitragem e, na parte da tarde, será disputado o ‘Caça-Talentos’, envolvendo alunos de 68 escolas da rede de ensino. Serão escolhidos 32 atletas, 16 do masculino e 16 do feminino. Outra importante decisão é que o ‘Caça-Talentos’ vai servir de base para que, em 2018, a modalidade seja disputada nos Jogos Estudantis de Volta Redonda.

Na abertura dos Jogos Estudantis desse ano, por exemplo, a ideia da CBB é trazer para a cidade as seleções brasileiras sub-17 – masculina e feminina – que participarão dos Jogos Sul Americanos da Juventude, em Santiago, no Chile. Eles deverão fazer uma demonstração para os voltarredondenses.

De acordo com o gerente de desenvolvimento, o objetivo da CBB é fazer um trabalho com início, meio e fim na preparação dos atletas para o Basquete 3×3. E esse fim, diz ele, seria a Seleção Brasileira. Para Oliveira, o ‘Caça-Talentos’ é o primeiro passo. “Temos de pensar na massificação para se produzir atletas em um bom número para, numa etapa seguinte, montarmos uma seleção forte. Tudo começa na escola e termina na seleção. Não é porque a modalidade virou olímpica que já vamos pensar em seleção brasileira agora. Ela foi definida como modalidade olímpica há 20 dias. Estamos num momento de formação”, destacou.

Francisco Oliveira explicou ainda que o Brasil deve realizar uma grande quantidade de eventos – como o que acontecerá em Volta Redonda – para vir a ocupar lugar de destaque no ranking da Fiba e, por isso, ele pede apoio dos envolvidos com o esporte.

Os textos e as fotografias veiculadas nas páginas do aQui se encontram protegidos por direitos autorais, sendo vedada sua reprodução total ou parcial para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra, sem prévia e expressa autorização de Jornal Aqui Regional. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos. E no caso de utilização indevida, o usuário assumirá todas as responsabilidades de caráter civil e/ou criminal.