Hoje é Sexta-Feira, 18 de Abril de 2014
Publicado em 28/05/2012, às 07:45 - Atualizado em 28/05/2012, às 10:49 - Postado por Jornal aQui

Dia D

Nova fábrica de automóveis tem tudo para se instalar em Barra Mansa

 A notícia veiculada pelos jornais especializados em economia, como a Folha, dando conta que a General Motors e a PSA Peugeot Citröen estariam prestes a anunciar a criação de uma fábrica conjunta no Brasil foi comemorada no Sul Fluminense. Afinal, o investimento da ordem de 1 bilhão de euros poderia ficar em Resende, onde os franceses já possuem uma fábrica de carros desde o final dos anos 90. Mas, é bom que o prefeito Rechuan não fique todo prosa. A fábrica, se sair do papel, tem tudo para ser construída em Barra Mansa.

A informação exclusiva do aQui já foi checada até mesmo na cidade maravilhosa, onde uma fonte do jornal dá conta que a área escolhida, de cerca de dois milhões de metros quadrados, corresponde à Fazenda Sobrado, do empresário Fernando Moreira, contestada para a Via Dutra, sentido Volta Redonda-Barra Mansa, perto do Clube Moinho de Vento. Os franceses já teriam assinado até um contrato preferencial de compra e venda da área, mas devido aos últimos acontecimentos na França, como a eleição de um presidente, o socialista François Hollande, o grupo teria pedido um prazo ao empresário barramansense para sacramentar o negócio.

“A incerteza política é muito grande na Europa. O grupo está esperando para ver o que vai acontecer e até pode adiar o investimento”, revela a fonte. “Tudo poderá ser definido a partir do dia 15 de junho”, acrescentou, aproveitando para informar – como estratégia de despiste – que além de Barra Mansa, os franceses estariam avaliando áreas em Seropédica e em uma cidade de Minas Gerais.

Renault
O boato sobre a escolha de Barra Mansa só chegou ao conhecimento das autoridades locais na noite de terça, 23. Até então, nem o prefeito Zé Renato estava ciente das negociações que estavam sendo feitas com o empresário Fernando Moreira, envolvendo a Fazenda Sobrado. “Temos boas notícias: Barra Mansa pode ganhar uma fábrica de automóveis”, disse um dos mais próximos assessores do prefeito Zé Renato, em contato com a redação do aQui.

Ao ser indagado se a notícia teria a ver com a Fazenda Sobrado, o assessor se assustou. “É lá?”, indagou, mostrando desconhecer o fato que já estava sendo apurado pela reportagem do aQui. O engraçado é que a notícia relacionava a venda da fazenda ao grupo francês Renault. E não aos conterrâneos da Peugeot. Ao ser procurada, a assessoria de imprensa da Renault tratou de esclarecer o caso: “A Renault não tem planos, no momento, de construir uma fábrica no Estado do Rio de Janeiro”, disse Carlos Henrique Ferreira, diretor de Comunicação da montadora.

Área 
A Fazenda Sobrado é do século XIX e está localizada a cerca de 600 metros da Via Dutra, na altura do antigo local conhecido como Moinho de Vento. No site www.institutocidadeviva.org.br ela é apontada como situada em ‘região dominada por pastagens em que o mar de morros se abranda em terrenos mais planos. Ao redor da casa-sede existe em incremento da arborização, tornando a paisagem amena. Um ribeirão corta seu território, formando um lago. A casa-sede está situada sobre um lajedo, em terreno elevado em relação à fachada sudeste, donde se descortina, dentre espaçamento entre árvores, uma vista limitada, porém agradável, do ribeirão e de uma estrada vicinal’. Detalhe: existe uma proposta de tombamento da Fazenda.

Quer saber mais? Acesse o Histórico da Fazenda em http://www.institutocidadeviva.org.br/inventarios/sistema/wp-content/uploads/2008/06/4_sobrado.pdf

Geração de empregos
Durante a semana, a assessoria de imprensa do governador Sergio Cabral, enviou release aos jornais já preparando terreno para a boa notícia. E alardeou que o Rio de Janeiro caminha para se tornar o segundo maior polo automobilístico do País. “As principais montadoras instaladas no Sul fluminense anunciam planos de expansão da capacidade de produção, nos próximos anos, com a criação de milhares de novas vagas de emprego. Marcas como Nissan, PSA Peugeot Citröen, e MAN Volkswagen estimam contratar, juntas, mais de 6,5 mil funcionários até 2015”, alardeou.

Além disso, a assessoria de Cabral dava conta que outras quatro montadoras e mais de 50 empresas fornecedoras estariam avaliando a possibilidade de abrir fábricas na região, gerando pelo menos 20 mil novos postos de trabalho nos próximos seis anos. “O Sul fluminense tem uma vocação natural para atrair empresas do setor automobilístico por conta da localização próxima ao maior centro consumidor do País e obviamente por já concentrar empreendimentos do ramo. A instalação de fornecedores no local acaba criando um círculo virtuoso de novos investimentos na mesma linha”, pontuou.
 

Compartilhe com Seus Amigos! |

:: Mais Destaques

:: Notícias Relacionadas

:: Edições

© Jornal aQui.
Todos os direitos reservados.
Este material não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.