Jornal Aqui - Volta Redonda - Barra Mansa

Terça-Feira, 12 de Dezembro de 2017
0
Publicado em 21/11/17, às 10:28

Nas praças

16-11-17- Reforma da Praça da Matriz- Paulo Dimas (26)_COR
O prefeito Rodrigo Drable assinou na quinta, 16, o contrato para o início da obra de revitalização da Praça Ponce Leon, no centro, mais conhecida como Praça da Matriz. O projeto é fruto de um convênio entre a prefeitura e o Ministério do Turismo firmado em 2015. A cerimônia contou com a participação de diversos secretários, do presidente da Câmara, Marcelo Borges, vereadores e do padre Milan Knezovic, da paróquia da Igreja Matriz de São Sebastião. O valor inicial estimado era de R$ 390.919,98, mas a obra sairá por R$ 282.930,62, o que representará uma economia de R$ 107.989,36 (27% a menos).

A arquiteta responsável pela obra, Valéria Vidal, frisou que a praça se encontra deteriorada já que a última reforma aconteceu há mais de 20 anos. “O piso encontra-se escorregadio, pois as pedras do calçamento estão desgastadas, desfalcadas e com vários pontos de afundamento”, explicou, garantindo que o projeto vai manter o local arborizado com a repaginação dos canteiros com refletores indiretos. Além de plantar novas espécies de árvores, a praça ganhará um novo mobiliário urbano. Todos os postes de iluminação serão trocados.

Valéria lembra ainda que o revestimento será feito com pedra portuguesa, pois o material foi adotado pela prefeitura de Barra Mansa como pavimentação padrão para as áreas nobres da cidade. “Por se tratar de uma área com declive acentuado, o novo pavimento será assentado sobre uma base de concreto e uma camada de cimento e saibro. As pedras serão rejuntadas com cimento comum”, explica.

Conquistas
A expectativa de Rodrigo Drable é começar 2018 com o pé direito. “Com a revitalização da Praça da Matriz e as reformas da Praça da Colônia Santo Antônio e do Palácio Barão de Guapy vamos mudar a cara da cidade. Com determinação, vontade e trabalho vamos diminuindo a distância entre a atual situação de Barra Mansa e a cidade que queremos”, justificou.

1 (1) copy
Em relação à Praça da Colônia, que fica no bairro Colônia Santo, na Estrada Governador Chagas Freitas, esquina com a Rua Riziero Di Carlo, a reforma prevê a construção de uma cobertura e a reforma da quadra poliesportiva, além da construção de mini pista de skate. O valor inicial previsto era da ordem de R$ 752 mil, mas também sofrerá uma redução, caindo para R$ 557 mil, comemora Rodrigo.

O projeto é do arquiteto Alexandre Bickel, que destaca a necessidade de manutenção e melhorias constantes, melhorando a qualidade de vida da população. “Praças públicas são, por excelência, espaços de convivência e, em muitos casos, marcos simbólicos, além de conferir beleza e um sentido de organização aos bairros onde se encontram. A reestruturação dos ambientes públicos traz benefícios às comunidades que convivem com esses espaços”, aposta.

Alexandre destaca ainda as mudanças no projeto para devolver a praça ao uso à população do bairro, procurando democratizar o espaço público. “O projeto de revitalização prevê a construção de mini rampa de skate, cobertura sobre aparelhos de ginástica e quadra poliesportiva existente, com a intenção de melhorar as condições para práticas esportivas. Já o espaço destinado a playground com diversos brinquedos foi pensado para as crianças. Dois pergolados que serão usados como área de descanso e, jogos recreativos, são direcionados à população mais idosa.”, destacou.

Palácio Barão de Guapy
barão guapoy_cor
Também na quinta, 16, Rodrigo Drable assinou o contrato das obras de reforma do Palácio Barão de Guapy. O local, que já foi sede da prefeitura e da Câmara, é um dos monumentos históricos de maior valor na cidade e não passava por reforma desde a década de 80. Também haverá uma redução no preço a ser gasto, caindo de R$ 1.462.926,21 para R$ 1.082.301,46.

O projeto prevê a integração dos espaços públicos entre o Palácio Barão de Guapy e o Parque Centenário. Para marcar o acontecimento, foi criada uma cápsula do tempo, um recipiente especialmente preparado para armazenar objetos e informações com o objetivo de deixar registros para as gerações futuras. Documentos, flâmulas, cartas, moedas cunhadas em 2017, além de notícias do dia dos jornais impressos estão nessa cápsula.

Rodrigo, é claro, comemorou. “É mais um presente para a cidade! O Palácio Barão de Guapy há anos merece esse cuidado, e será totalmente recuperado. O coração da cidade voltará a bater. Como consequência, a Beira-Rio, atrás da Câmara Municipal, também receberá intervenções se transformando numa área para eventos e gastronomia, com contemplação do Rio Paraíba. As obras começarão na próxima semana”, prometeu.

COLONIA 18 (1)
O presidente da Fundação de Cultura de Barra Mansa, Marcelo Bravo, afirmou que o novo projeto foi inspirado no Parque Centenário. “Tivemos como referência o formato dos canteiros do Parque Centenário, cujo paisagismo original do século XIX possui assinatura de Auguste François Marie Glaziou. O novo projeto, os canteiros com silhuetas orgânicas e arredondadas, constituem-se em arquibancadas naturais para a contemplação do prédio e de espetáculos de teatro, música e cultura popular que ali terão acolhida certa”, pontuou Bravo.

O arquiteto Alexandre Carneiro, responsável pela obra, destacou que a fachada do Palácio passará por uma reforma onde suas características serão mantidas. “Suas cores originais serão recuperadas e o prédio receberá nova iluminação, para valorizar ainda mais o partido arquitetônico existente”, afirmou.

Os textos e as fotografias veiculadas nas páginas do aQui se encontram protegidos por direitos autorais, sendo vedada sua reprodução total ou parcial para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra, sem prévia e expressa autorização de Jornal Aqui Regional. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos. E no caso de utilização indevida, o usuário assumirá todas as responsabilidades de caráter civil e/ou criminal.