Jornal Aqui - Volta Redonda - Barra Mansa

Segunda-Feira, 22 de Abril de 2019
0
Publicado em 04/02/19, às 08:33

Não desistir jamais 

Era a última chance da voltarredondense Isadora Meira de realizar um sonho glamuroso que nutria desde a adolescência: virar miss. Ela já tentara três vezes e embora sua beleza estonteante lhe rendesse boas colocações, nunca conseguiu o primeiro lugar. E a coroa ficava cada vez mais distante. Com 25 anos de idade, a jovem natural de Volta Redonda, ao contrário das últimas vezes, decidiu representar Barra Mansa no concurso de Miss Rio de Janeiro, realizado na noite de sábado, 26, na Barra da Tijuca. Era a sua última chance, pois segundo o regulamento do evento, só podem participar da disputa meninas com até 26 anos. 

 

E foi com muita persistência, dedicação e força de vontade que Isadora superou as expectativas e finalmente ganhou a faixa de Miss Rio de Janeiro, a tão sonhada coroa de diamantes e o título de mulher mais bela do estado. “Estou me sentindo maravilhosa! É muito gratificante a gente realizar um sonho que foi tão batalhado como esse. Essa foi a quarta vez e finalmente consegui. Acredito que tudo que seja feito com amor e verdade sempre dá certo”, contou a linda miss logo após a final, que aconteceu no hotel Hilton, e foi transmitida ao vivo pelo canal oficial do concurso no Facebook. 

 

Isadora conta que desde a vitória, sua vida mudou da água para o vinho. Disse que o mundo glamuroso das misses não é só feito de plumas e paetês, mas, também, de muitas responsabilidades e uma agenda infindável. “Minha rotina está bem intensa. Fui a alguns programas de televisão, os jornais estão me procurando para entrevistas. No dia a dia é academia, alimentação regrada e consultas médicas com dermatologistas. O mais importante é que me tornei, enquanto miss, a porta-voz da nossa cidade, da nossa cultura, do nosso povo”, gabou-se, afirmando que tem a obrigação, desde já, de fazer a diferença. “Muitas pessoas se inspiram numa miss.  Nós somos influenciadoras, por isso precisamos ser uma mulher que outras vão se inspirar”. 

 

Formada em Administração de Empresas, é a quarta vez que a modelo participa do Miss Rio de Janeiro – a primeira foi em 2011, e depois retornou em 2015 e, mais uma vez, em 2018, quando conquistou em ambas as vezes o segundo lugar. “Não podemos nunca desistir dos nossos sonhos. Vencer o concurso de miss é superar os próprios limites, é não desistir”, contou a modelo, ainda extasiada com a vitória. 

 

Embora, desde pequena, Isadora já acalentasse o sonho de ser modelo, seu olhar foi desperto para os concursos de miss graças a outra miss, muito famosa, que viveu os últimos anos de sua vida em Volta Redonda, Martha Rocha, a eterna Miss Brasil. Segundo Isadora, as duas se encontraram há muitos anos em um salão de beleza na cidade do aço, trocaram olhares curiosos e uma frase foi o começo de tudo. “A Marta Rocha ficou me olhando por um tempão. Já estava até ficando incomodada com aquilo e de repente ela me perguntou se eu era miss. Disse que não e em resposta, disse: ‘pois deveria, você tem todo o perfil’. E depois nunca mais nos encontramos”, relembrou. 

 

Isadora fez questão de comentar também a importância que os apoiadores e patrocinadores tiveram na sua trajetória rumo à coroa. “Eu tenho muitos apoiadores que estão comigo há anos e a maioria é da região. Eu não seria nada sem eles porque, por trás de uma Miss, tem toda uma equipe que acredita no sonho junto com ela. Tive muitas pessoas que me ajudaram nessa causa”, avaliou.  

 

Quem coroou a nova Miss Rio de Janeiro foi a carioca Amanda Coelho, que competiu no Miss Brasil Be Emotion 2018. “O concurso incentiva a diversidade, tão necessária hoje em dia em nossa sociedade, e estimula suas candidatas a apostar em projetos sociais e utilizar seu título para ajudar ao próximo, que é o grande propósito dos concursos de beleza. A beleza é, acima de tudo, de dentro para fora”, afirma André Cruz, coordenador do evento. 

 

A noite da final foi apresentada por Juliano Crema e entre os componentes do júri  estavam a diretora do Miss Brasil e presidente do júri Karina Ades, a atriz e modelo Magda Cotrofe, a atriz Mariana Rattes, o ator Marcelo Haidar, o gerente geral do Hilton Barra Klauss Ziller e o Mister São Paulo 2019 Gustavo Bomfim.  

Mas esta foi só mais uma etapa vencida pela bela Isadora. Após ser coroada como a mulher mais bonita do Rio de Janeiro, a modelo pretende subir mais um patamar e conseguir a coroa de Miss Brasil. “Será no dia 9 de março, em São Paulo. É um evento gigantesco, com as mulheres mais bonitas de cada estado, representando sua cultura e seu povo e eu estou me dedicando ao máximo. Estou me preparando a todo vapor junto com meus patrocinadores para representarmos a todos nós da melhor forma possível, mostrando, sim, que podemos ir além quando acreditamos em nosso potencial”, afirmou, indo além. “A bandeira que quero levar para o concurso é a de que não adianta apenas sonhar, é preciso batalhar para vencer”. 

Os textos e as fotografias veiculadas nas páginas do aQui se encontram protegidos por direitos autorais, sendo vedada sua reprodução total ou parcial para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra, sem prévia e expressa autorização de Jornal Aqui Regional. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos. E no caso de utilização indevida, o usuário assumirá todas as responsabilidades de caráter civil e/ou criminal.