Jornal Aqui - Volta Redonda - Barra Mansa

Domingo, 21 de Outubro de 2018
0
Publicado em 30/07/18, às 08:49

Não desiste

samuca e dinho_cor1

Embora o babalorixá Thiago de Sabá tenha previsto, na edição de fim de ano do aQui, que a influência política do ex-prefeito Neto na região estaria ameaçada em 2018, e a eleição de Samuca Silva reforçou a tese, a prova dos nove poderá ser tirada, de fato, nas eleições de outubro. Até lá, nove em cada 10 políticos, principalmente os de Volta Redonda (e os que não acreditam na força dos orixás), desejam ardentemente o apoio de Neto ou de Samuca. E brigam para posar nas fotos ao lado de um deles. Há quem sonhe até em posar para a eternidade ao lado dos dois.

 

Não é o caso do vereador Sidney Dinho, pré-candidato a deputado estadual pelo PEN, que nunca escondeu sua afeição pelo ex-prefeito Neto. Agora, o parlamentar é Samuca. Motivo: a ‘bolada nas costas’ que teria levado – ou se sentido assim – quando Neto lançou a pré-candidatura do irmão Munir Francisco para a Alerj. Foi o bastante para o ex-presidente da Câmara se ver sozinho no barco das eleições. Sem ter ajuda de braços fortes a remar, Dinho se viu prestes a naufragar antes mesmo de oficializar sua candidatura.

 

Tinhoso, não desistiu. Muito pelo contrário. Dinho resolveu se achegar para os lados do atual prefeito, Samuca Silva, com quem Neto medirá forças nas eleições. Tem mais. Desde que Samuquinha desistiu de se aventurar nas urnas, Dinho já foi visto, diversas vezes, frequentando os mesmos lugares que Samuca, inclusive esteve no jantar promovido pelo atual prefeito na noite de sexta passada. Quando perguntado sobre uma aliança entre os dois, o vereador desconversa. Mas uma fonte garante ao aQui que o ex-policial militar (é aposentado) rompeu relações com Neto e Deley, pré-candidato a deputado federal do ex-prefeito, com quem faria dobradinha. “Dinho chegou a colocar o dedo na cara dos dois (de Neto e de Deley), rompendo a parceria de uma vez”, confidenciou a fonte.

 

Conforme o próprio aQui antecipou, na intenção de manter as aparências e evitar desgastes políticos, Neto chegou a convidar Dinho para, num futuro ainda bem distante, ser vice-prefeito na chapa de quem ele apoiasse. Mas, de acordo com pessoas próximas ao vereador, Dinho não ficou nem um pouco satisfeito com a oferta do ex-prefeito. “Até porque ele nunca demonstrou interesse em ser vice de ninguém. Dinho é político para vir como cabeça de chapa”, comentou a fonte.

Os textos e as fotografias veiculadas nas páginas do aQui se encontram protegidos por direitos autorais, sendo vedada sua reprodução total ou parcial para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra, sem prévia e expressa autorização de Jornal Aqui Regional. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos. E no caso de utilização indevida, o usuário assumirá todas as responsabilidades de caráter civil e/ou criminal.