Jornal Aqui - Volta Redonda - Barra Mansa

Terça-Feira, 18 de Dezembro de 2018
0
Publicado em 17/09/18, às 10:18

Micose nos pés

Popularmente conhecida como pé-de-atleta ou frieira, é o tipo de micose de pele mais comum. Ocorre principalmente entre os dedos dos pés e na região plantar (solas dos pés). É uma infecção causada por fungos encontrados em ambientes úmidos como saunas, banheiros e piscina.

 

Não basta apenas o contato com esses fungos para desenvolver a doença. Ela precisa de um ambiente quente, abafado e úmido para crescer. E, além disso, a susceptibilidade para o desenvolvimento do quadro varia de pessoa para pessoa e sua causa ainda é desconhecida. Suor excessivo, baixa imunidade, diabetes, uso frequente de tênis ou sapatos fechados e outros problemas de pele que acometam os pés também facilitam o desenvolvimento da micose de pé. Os sintomas geralmente são coceira, descamação, vermelhidão, fissuras e mau cheiro nos pés. Micose de unha pode acompanhar o quadro.

 

O importante é que a micose tem tratamento e medidas de prevenção para evitar que seja um quadro recorrente. O uso de pomadas ou antifúngicos orais devem ser sempre indicados pelo dermatologista. Em média, o tratamento leva quatro semanas. E, para prevenção:

– Evite andar descalço em saunas, banheiros e piscinas, principalmente se forem públicas;

– Lave os pés diariamente;

– Seque bem os pés antes de calçar;

– Não compartilhe sapatos e meias. Troque as meias todos os dias e dê preferência para as de algodão; faça um rodízio de sapatos para que possam ficar arejando;

– Sempre que possível deixe os pés arejando com uso de chinelos ou sandálias abertas;

– Após atividade física sempre lave os pés e troque as meias; e

– Use talco antifúngico para manter os pés secos.

Maitê Vieira Bahia é Médica com pós-graduação em Dermatologia, CRM 52.85624-0 Atende no Hospital das Clínicas – telefone (24) 2102-0088 e no Centro de Saúde Renascer – telefone (24) 3348-1098. Confira meu perfil no Instagram: @dramaitebahia

Os textos e as fotografias veiculadas nas páginas do aQui se encontram protegidos por direitos autorais, sendo vedada sua reprodução total ou parcial para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra, sem prévia e expressa autorização de Jornal Aqui Regional. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos. E no caso de utilização indevida, o usuário assumirá todas as responsabilidades de caráter civil e/ou criminal.