Jornal Aqui - Volta Redonda - Barra Mansa

Domingo, 18 de Agosto de 2019
0
Publicado em 30/07/19, às 09:14

Melhorou!

O Sindicato dos Metalúrgicos vai levar à apreciação dos trabalhadores da CSN a proposta apresentada pela empresa para a renovação do acordo coletivo 2019/2020. A votação será na próxima segunda, 29, das 6 às 18 horas, na Praça Juarez Antunes, e das 6 às 15 horas na unidade de Porto Real, na GalvaSud. A CSN ofereceu um reajuste salarial de 5,07% (INPC pleno) retroativo a 1 de maio – data-base da categoria; R$ 400 mensais no cartão-alimentação com duas cargas extras de R$ 230 e ainda um auxílio-creche de R$ 580. Silvio Campos, presidente do Sindicato, considerou a proposta razoável.

 

A proposta da direção da CSN foi apresentada na quinta, 25, durante reunião com representantes do Sindicato dos Metalúrgicos e dos Engenheiros (Senge). Como contemplou o INPC pleno, Silvio decidiu levar à apreciação dos trabalhadores em votação secreta, como sempre ocorre nas campanhas salariais. A cédula de votação terá apenas as opções sim e não, e caso a proposta seja aprovada, os valores reajustados serão acrescidos nos salários de agosto, cujo pagamento será realizado pela empresa no último dia útil de agosto.

 

Sobre as cargas extras no cartão-alimentação, a proposta da CSN é de creditá-las da seguinte maneira: a primeira no dia 2 de agosto e a segunda no dia 13 de dezembro. As demais cláusulas do acordo coletivo foram mantidas. Trabalhador que possui resíduo de horas extras, com mais de 18 meses de turno de revezamento e que for transferido para o horário diurno (por interesse da CSN) receberá o pagamento da média de horas noturnas. A empresa manteve ainda a bonificação de 50% de horas extras para as duas primeiras horas; 75% para a terceira e 100% para domingos (que não seja dia de trabalho) e feriados.

 

As cestas de Natal e os brinquedos para filhos (de funcionários) menores de 10 também foram mantidos e deverão ser distribuídos em dezembro. Seguro-saúde, seguro de vida e outros itens dos acordos anteriores não foram mexidos. Silvio Campos não pretende recomendar a rejeição da proposta, uma vez que ela contemplou o INPC pleno e a retroação à data-base dos trabalhadores.

Os textos e as fotografias veiculadas nas páginas do aQui se encontram protegidos por direitos autorais, sendo vedada sua reprodução total ou parcial para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra, sem prévia e expressa autorização de Jornal Aqui Regional. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos. E no caso de utilização indevida, o usuário assumirá todas as responsabilidades de caráter civil e/ou criminal.