Jornal Aqui - Volta Redonda - Barra Mansa

Quarta-Feira, 26 de Setembro de 2018
0
Publicado em 30/04/18, às 09:26

IPTU com desconto

rodrigo (1)

A secretaria de Fazenda de Barra Mansa começará a entregar os carnês do IPTU logo depois do feriado de 1º de maio. O prazo de pagamento será curto: a cota única vence já no dia 21 de maio, mesma data do vencimento da primeira parcela para quem optar em dividir em até oito vezes. A boa notícia é que o desconto será de 30% para quem pagar em cota única e de 15% para quem parcelar o pagamento do imposto, que poderá ser feito nas Casas Lotéricas, entre outras.

Ao todo, serão entregues 69 mil carnês. A expectativa de arrecadação da parcela única é de R$ 9,5 milhões. Já a arrecadação das oito parcelas deve render outros R$ 5 milhões. Os contribuintes que tiverem interesse em quitar o IPTU de anos anteriores devem procurar a gerência de Arrecadação no térreo do Campla (Centro Administrativo Municipal Prefeito Luiz Amaral) ou através do telefone (24) 2106-3422.

Por lei, 15% da arrecadação do IPTU vão para a Saúde e 25% para a Educação. O secretário de Fazenda, Éverton Rezende, destacou a importância do imposto. “O IPTU é uma das maiores receitas próprias do município, que traz inúmeros benefícios para a população, como mais investimento em Saúde e Educação e também em segurança, infraestrutura, esporte, lazer e assistência social, entre outros fatores que melhoram a qualidade de vida dos moradores. É uma contribuição importante que traz retorno para a cidade”, completou.

Éverton explicou o motivo pelo qual o IPTU será distribuído a partir de maio. “Nós avaliamos a situação do país e entendemos o período de dificuldade financeira que muitas famílias passam no início do ano com vários impostos e contas como IPVA, matrícula e material escolar. Estendendo este pagamento para maio, quem ganha é a população, que tem um prazo maior e terá condições de fazer o pagamento sem prejudicar o orçamento familiar”.

Ele afirmou que o valor seguiu a inflação do ano anterior de 2,93%. “Não houve aumento, apenas uma correção inflacionária prevista na legislação. Em caso de dúvidas, o contribuinte pode pedir a revisão do valor na gerência de Arrecadação”, concluiu o secretário de Fazenda.

Os textos e as fotografias veiculadas nas páginas do aQui se encontram protegidos por direitos autorais, sendo vedada sua reprodução total ou parcial para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra, sem prévia e expressa autorização de Jornal Aqui Regional. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos. E no caso de utilização indevida, o usuário assumirá todas as responsabilidades de caráter civil e/ou criminal.