Jornal Aqui - Volta Redonda - Barra Mansa

Sábado, 25 de Novembro de 2017
0
Publicado em 13/11/17, às 10:56

Inofensivas?

andre_cor
Sempre buscando melhorar a saúde da população, diversas entidades não-governamentais aproveitam algumas datas para promover ações de conscientização contra determinadas doenças. No Brasil, as mais conhecidas são o ‘Outubro Rosa’ e o ‘Novembro Azul’, voltadas para a prevenção do câncer de mama e do câncer de próstata, respectivamente.

O que pouca gente sabe é que existe outro tipo de câncer mais comum que esses dois. Pois é, o mais frequente é o câncer de pele, que, na maioria das vezes, não é diagnosticado de forma precoce, seja por falta de atenção de alguns profissionais ou por falta de informação da população em geral.
O couro cabeludo das pessoas calvas, por exemplo, pode apresentar pequenas manchas rosadas e ásperas, conhecidas pelo nome de ceratose actiníca. Aparentemente são inofensivas, mas detêm grande potencial de se transformar em câncer.

O câncer de pele é dividido em dois grandes grupos: melanomas e não-melanomas. Os primeiros são os mais conhecidos. Surgem como pintas que fogem do padrão normal das demais e, com o tempo, podem mudar de cor, formato ou tamanho. Já os não-melanomas (os mais comuns) podem aparecer no corpo como uma pequena ferida que não cicatriza. E que cresce lentamente.

É por essas e outras que pintas “estranhas” e machucados que não melhoram merecem atenção especial de todos. Não importa nem onde estão localizados. 

André Piffer Bahia é Médico com pós-graduação em Dermatologia, CRM 52.87713-1 e Médico Tricologista indicado pela Sociedade Brasileira do Cabelo. Atende no Centro Médico, ao lado do Hospital Vita – telefone (24) 2102-0088, no Centro de Saúde Renascer – telefone (24) 3348-1098 e agora também em Resende, atendendo no Rio Medical Center Avenida Riachuelo, 152, bairro Liberdade – Resende – (24) 2108-0030

Os textos e as fotografias veiculadas nas páginas do aQui se encontram protegidos por direitos autorais, sendo vedada sua reprodução total ou parcial para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra, sem prévia e expressa autorização de Jornal Aqui Regional. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos. E no caso de utilização indevida, o usuário assumirá todas as responsabilidades de caráter civil e/ou criminal.