Jornal Aqui - Volta Redonda - Barra Mansa

Quinta-Feira, 16 de Agosto de 2018
0
Publicado em 28/05/18, às 10:16

Hidratação profunda

Perfil - Dra Maite

Até pouco tempo atrás apenas cremes eram utilizados na hidratação da pele, melhorando a luminosidade e a maciez da mesma. No entanto, os cremes têm um limite de penetração e não conseguem repor, em quantidades suficientes, as perdas das camadas mais profundas da pele.

 

Foi aí que surgiu o skinbooster para repor o ácido hialurônico perdido com o envelhecimento, melhorando a sustentação da pele e atraindo muita água para esse tecido. As áreas indicadas para o procedimento são o rosto, pescoço, colo e mãos.

 

Nesse caso, o ácido hialurônico não vai preencher nem repor volumes à face, pois é utilizado um produto de baixa concentração visando devolver brilho, maciez e a hidratação da pele, ajudando ainda a suavizar as linhas finas.

 

O protocolo usualmente deve ser feito em três sessões, com intervalo de um mês, com manutenção semestral ou anual. Pode ser feito em qualquer época do ano e também ser associado a outros tratamentos como toxina botulínica, preenchimento, peeling, laser e luz pulsada. 

 

O aspecto final é muito bom: natural e sem alteração do volume do rosto. Ou seja, a proposta do skinbooster é melhorar a elasticidade, hidratação e estrutura dérmica da pele, resultando em um aspecto mais jovial, vistoso e natural. O resultado começa a ser visto de 30 a 45 dias após a primeira aplicação.

A avaliação, as orientações e o procedimento devem sempre ser feitos pelo seu médico de confiança.

Maitê Vieira Bahia é Médica com pós-graduação em Dermatologia, CRM 52.85624-0 Atende no Centro Médico, ao lado do Hospital Vita – telefone (24) 2102-0088 e no Centro de Saúde Renascer – telefone (24) 3348-1098. Confira meu perfil no Instagram: @dramaitebahia

 

Os textos e as fotografias veiculadas nas páginas do aQui se encontram protegidos por direitos autorais, sendo vedada sua reprodução total ou parcial para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra, sem prévia e expressa autorização de Jornal Aqui Regional. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos. E no caso de utilização indevida, o usuário assumirá todas as responsabilidades de caráter civil e/ou criminal.