Jornal Aqui - Volta Redonda - Barra Mansa

Segunda-Feira, 26 de Setembro de 2016
0
Publicado em 15/08/16, às 13:43

Grampos

“Lenga-lenga”

Silvio%20Campos%20-%20Foto%20André%20Aquino

Na terça, 16, a CSN terá dois compromissos importantes: o primeiro é divulgar o balanço financeiro do segundo trimestre de 2016 (abril, maio e junho). Já o segundo será com o Sindicato dos Metalúrgicos, para uma nova rodada de negociações do acordo coletivo 2016/2018. O encontro deverá ocorrer no antigo escritório central, na Vila , em horário que está sendo mantido em segredo. Há quem garanta que a CSN, estrategicamente, marcou os dois eventos para o mesmo dia. “Ela cozinhou o Sindicato em banho-maria até poder divulgar o seu balanço financeiro, que deverá ser de prejuízo. Assim, ela bate na tecla do reajuste zero com base nos resultados obtidos”, analisou uma fonte do jornal, pedindo anonimato.

 

Para o Sindicato, o convite da CSN para a retomada das negociações tem a ver com a ameaça de greve feita nos últimos dias. Na quarta, 10, por exemplo, Silvio Campos divulgou um boletim onde dizia ter perdido a paciência com a empresa e ameaçava paralisar a UPV, caso a campanha salarial não voltasse à pauta. “Chega de lenga-lenga! Esgotou a paciência. Vamos parar a CSN! (…) A proposta é dar um BASTA a essa política de enrolação e de corte de direitos, parando a empresa. O sindicato decidiu por novas paralisações e chama a categoria a se mobilizar”, diz um trecho da publicação. A ameaça de greve vem sendo feita pelo Sindicato desde a última proposta apresentada pela CSN e que teve a rejeição de 97% dos trabalhadores.

 

Silvio espera desta vez que a CSN apresente uma oferta justa, que contemple pelo menos o INPC (9,84%) e respeite a data-base, que é 1° de maio. “Queremos uma proposta justa, que a gente possa levar para o trabalhador conquistas e não perdas salariais e de benefícios”, avisou o sindicalista.

A primeira proposta da CSN previa a retirada de todos os benefícios conquistados em acordos.

IMG_8656_cor

Fogo – Um incêndio, possivelmente criminoso, atingiu na terça, 9, uma área de vegetação da Fazenda Santa Cecília, no entorno da Floresta da Cicuta, destruindo cerca de 92 hectares, o equivalente a 120 campos de futebol. E ontem, sexta, 12, outro incêndio foi descoberto no bairro Barreira Cravo, nas proximidades da unidade de conservação Federal, pertencente à CSN, destruindo várias plantas em regeneração do Bioma Mata Atlântica.

No primeiro incidente, os guardas patrimoniais da CSN chegaram a deter um homem – que estava perto dos focos -, suspeito de ter sido o autor do incêndio, até a chegada de integrantes da Polícia Militar Ambiental, que o levaram para a 93ª DP. Ele foi identificado como Jeferson Roniele Gomes da Cruz, 35 anos, e inicialmente teria, segundo uma fonte, confessado ter ateado o fogo. Depois, acrescenta a fonte, teria optado por não revelar mais nada, dizendo que só iria se pronunciar em Juízo. Ele já teve passagens pela polícia por outros crimes, como tentativa de homicídio e lesão corporal.

Vale lembrar que no ano passado, o Corpo de Bombeiros da CSN também enfrentou situação semelhante, tendo que apagar um incêndio nas proximidades da Cicuta…  

 

Resultados – A CSN divulga na segunda, 15, seu balanço financeiro referente ao segundo trimestre de 2016 (abril, maio e junho). E na terça, 16, a empresa promove uma teleconferência para analistas e investidores a partir das 11 horas.  

 

Segurança – A gerência de Segurança do Trabalho da CSN passou a ser comandada pelo engenheiro Paulo Mileu, que já se reuniu com o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, Silvio Campos, para conversar sobre a falta de segurança na usina, a necessidade de reposição de máquinas e a falta de manutenção em vários equipamentos.

Homenagem – O presidente da CSN, Benjamin Steinbruch, será um dos homenageados na solenidade anual do Tribunal Superior do Trabalho. Ele receberá a Comenda da Ordem do Mérito Judiciário do Trabalho das mãos do ministro presidente do TST, Ives Gandra Martins Filho. A honra é destinada às pessoas que se distinguem no exercício de suas profissões e se constituem em exemplo para a coletividade.

 

Deu no O Globo – A CSN teria aumentado a remuneração de seus diretores. O valor (total) anual passou de R$ 33,3 milhões em 2015 para R$ 80,9 milhões em 2016. O aumento para os diretores contrasta (segundo Silvio Campos, grifo nosso) com o reajuste zero que a empresa quer dar aos seus colaboradores. As informações são do jornalista Lauro Jardim.

 

BS (I) – A última coluna de Benjamin Steinbruch na Folha de S.P está hilária – com todo o respeito. É que o presidente da CSN contou a ‘estória’ de um pequeno industrial cujo nome ele manteve em sigilo, divulgando apenas as iniciais ‘BS’. O personagem é descrito como um desses brasileiros nacionalistas que vibra com conquistas nos negócios, nos esportes ou em qualquer outra área. Quem lê o presidente da CSN na Folha de S.P não teve dúvida de que ele falava de si mesmo.

 

BS (II) – No texto, Benjamin Steinbruch conta que, no final do ano passado, ofereceram R$ 10 milhões (seriam os chineses?, grifo nosso) por uma das unidades da CSN, produtoras de peças de aço, e ele chegou a lamentar não ter fechado negócio. O ‘arrependimento’ se deu porque BS leu um caderno especial da Folha, com os resultados excelentes dos fundos de investimentos no primeiro semestre do ano. “Se tivesse vendido a fábrica pelos R$ 10 milhões e aplicado o dinheiro num fundo desses, teria ganhado uns R$ 5 milhões no semestre, sem ter de discutir preços com fornecedores, e clientes, sem problemas trabalhistas, sem ter de suplicar por boa vontade nos bancos credores”, escreveu BS.

 

BS (III) – Ainda sobre não ter vendido a tal unidade da CSN, Benjamin Steinbruch se disse “deprimido” ao fazer as contas do alto faturamento dos fundos de investimentos do país. E lamentou que o faturamento da sua fábrica – a CSN, claro – caiu cerca de 30% no primeiro semestre em relação ao mesmo período de 2015, e quase 50% no comparativo com 2014. Pior. Reconheceu que “cometeu um erro, quatro anos atrás, quando usou mais de R$ 1 milhão do caixa da empresa para comprar uma máquina nova e aumentar a produção”. Ele falava do… “Bem que a moça do financeiro, meio de brincadeira, havia alertado: se o dinheiro fosse meu, punha no Tesouro Direto”, escreveu na publicação.

BS (IV) – Por fim, Benjamin Steinbruch reconheceu que é teimoso porque, mesmo operando no vermelho, não pretende vender a CSN por preço algum. Nem se alguém aparecer oferecendo uma bolada por ela. O tal ‘BS’ do texto, que nada mais é do que o próprio Benjamin Steinbruch, ainda acredita que “o futuro do país está na produção e não na especulação financeira. O executivo finalizou seu texto dizendo que tem certeza de que as coisas não vão continuar como estão e, mais cedo ou mais tarde, a maré vai virar para o lado dos que investem para produzir e criar empresas. BS é um otimista”, concluiu.  

 

Cras – A prefeitura de Volta Redonda vai entregar, ainda neste mês, mais duas unidades dos Cras (Centros de Referência à Assistência Social): uma no São Cristóvão e outra na Voldac. Com os novos centros, o município passa a ter 35 unidades, formando uma das maiores redes de atendimento social do Brasil. O secretário de Ação Comunitária, Munir Francisco, garantiu que a expansão vai continuar. “Duas novas unidades serão implantadas nos bairros Jardim Cidade do Aço e Ponte Alta. Além disso, outros dois Cras passarão por reforma e ampliação: um no Retiro e outro no Siderlândia”, afirmou, acrescentando que um novo CAM – unidades menores de assistência social – deve ser instalado no Aero Clube. 

 

Conselho – Os 20 membros e 20 suplentes do Conselho Municipal de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Comuppir) de Volta Redonda tomaram posse na terça, 2. Entre os representantes da população estão o Movimento de Conscientização Negra de Volta Redonda; o Grupo de Mulheres Negras Guerreiras de Volta Redonda; a União de Negros pela Igualdade (Unegro); o Centro Cultural Mandela; Clube Palmares; Pastoral Afro; Grupo de Dança N’Zinga; Tenda de Umbanda Caboclo Tupinambá; Sindicato dos Trabalhadores e Empregados Domésticos de Volta Redonda e Região Sul Fluminense; e Curso de Direito do UBM.

Competência – Essa é para os prefeitos que vivem com medo do TCE: o Supremo Tribunal Federal decidiu na quarta, 10, que cabe aos vereadores – e apenas eles – julgar as contas das administrações municipais. Ou seja, o Tribunal de Contas do Estado só poderá auxiliar o Poder Legislativo a julgar as contas de um prefeito, emitindo seu parecer prévio e opinativo a respeito. E, por maioria, os ministros do STF ainda garantiram que, mesmo se os vereadores não votarem a conta de um prefeito por omissão, o parecer do TCE não vale para deixar um chefe do Executivo inelegível, baseado na lei do Ficha Limpa.

 

Registrados – Três candidatos à sucessão de Neto já aparecem devidamente registrados no Tribunal Superior Eleitoral: Samuca (PV), América Tereza (PMDB) e Nelson Gonçalves (PSD).

 

Reivindicação – Cerca de 20 pessoas, que estariam na fila do programa ‘Minha Casa Minha Vida’, estiveram na secretaria de Ação Comunitária de Volta Redonda, na terça, 9, exigindo respostas sobre a paralisação das obras de alguns condomínios em Volta Redonda.

 

Sem santinhos – “Cadê o santo?”. Essa é a pergunta que mais se ouve entre os candidatos a vereador em Volta Redonda. É que a maioria dos partidos ainda não imprimiu os materiais de campanha que eles vão distribuir nas ruas a partir do dia 16. Aliás, tem legenda, vejam só, que ainda nem fez a arte dos candidatos.

 

Tucanos – Nelson Gonçalves (PSD) está rindo à toa: recebeu o apoio de Geraldinho do Gelo (PSDB), e ainda de todos os 32 candidatos tucanos que, em votação interna, decidiram apoiá-lo. Até a velha raposa, Pedro Magalhães, vai vestir a camisa amarela de Nelsinho. 

 

Aliados – O PTC de Granato e o DEM de Francisco Chaves se coligaram para as eleições para a Câmara e os dois vão tentar se reeleger. Detalhe: Chicão só teria levado quatro candidatos para a aliança. Ou seja, os dois vão depender um do outro. Ou melhor, um dos dois pode dançar.

 

Candidata – A transexual Paloma Salume, que é hair stylist, vai tentar mais uma vez se eleger para o Parlamento de Volta Redonda. Detalhe: vai pedir votos nas ruas pelo Partido Trabalhista Cristão, o PTC. Boa sorte!

 

Nominata – O PMDB, que teve sua nominata montada por Edson Albertassi e América Tereza, registrou apenas 32 dos 40 candidatos que teria direito. Tá feia a coisa para os políticos. 

 

Festa – A Guarda Municipal de Volta Redonda impediu a realização de dois eventos no último final de semana, já que seus organizadores não teriam conseguido autorização dos órgãos competentes. Foram impedidas de ocorrer uma festa de confraternização no Residencial Ipê Amarelo, no sábado, e um evento organizado pela Igreja Evangélica Congregacional, da Vila Brasília.  “Não importa qual o tema e quem organiza, se as autorizações não foram concedidas, o evento não pode acontecer”, ressalta o comandante da GM, major Luiz Henrique. Nesse ponto ele está certo. 

 

Água – O incêndio, possivelmente criminoso, em terras da CSN no início da semana, consumiu cerca de 10 mil litros de água. Quem vai pagar a conta?

 

Medalhas – A Câmara de Volta Redonda vai realizar na terça, 23, às 19h30min, uma sessão solene de entrega da Medalha Getúlio Vargas do Mérito Legislativo de Volta Redonda, em seu plenário, na Av. Lucas Evangelista, 511, Aterrado.

Capacitação – O Sindicato da Indústria da Construção Civil do Sul Fluminense abriu 60 vagas em três cursos de capacitação de pedreiro de alvenaria; eletricista de obras e orçamentista da Construção Civil, todos gratuitos. As inscrições podem ser feitas na Rua 156, nº 220, no Laranjal. Mais informações em 3346.6000.

 

Profissionalizante – O governo do Estado e a secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação, através da Faetec, está oferecendo cerca de 50 mil vagas para quem quiser um dos cursos gratuitos de qualificação profissional no ano. Existem mais de 160 opções de formação diferentes. As inscrições podem ser feitas em www.faetec.rj.gov.br, no link “Inscrições para os cursos FIC de Qualificação Profissional”. Os interessados poderão escolher até dois cursos diferentes por CPF. Pena que o prazo termina amanhã, domingo, 14.

 

Paz – Recentemente, para surpresa de todos, dois ex-amigos que se tornaram inimigos quase mortais fizeram as pazes em Volta Redonda. Nada como uma eleição atrás da outra para unir ou separar as pessoas, não é mesmo? O fato de os dois terem fumado o ‘cachimbo da paz’ (que perdure) ainda vai virar notícia nas ondas do rádio.

 

Em família – O presidente da Fevre, José Luis de Sá, que já foi vereador e, detalhe, deputado federal – o menos votado da política brasileira –, vai apostar tudo nas eleições para a Câmara de Volta Redonda. Como não estava disposto a se arriscar, lançou a mulher e o filho como candidatos a vereador pelo PP. É mole?

 

Rotativo – A secretaria de Fazenda de Volta Redonda tem que dar uma geral nos estacionamentos rotativos que funcionam na cidade do aço. A maioria nem deve ter alvará de funcionamento, e quando tem, não fornece a devida nota fiscal ao cliente, como acontece com os que funcionam na Rua 21, na Vila, ou no Monte Castelo etc. Neles, a NF é substituída por uma folha de papel, sem valor legal. Ou carimbar os dados ‘da empresa’ em um pedaço de papel vale alguma coisa?

 

Musical – A turnê de lançamento do Mapa Musical RJ (www.mapamusicalrj.com.br) desembarca em Volta Redonda na quinta, 18. O evento é gratuito e será realizado no Centro Cultural da Fundação CSN, às 19 horas. Além da apresentação do aplicativo, haverá a palestra “Os Caminhos da Música no Rio de Janeiro”.

 

Concorrência – Os eleitores voltarredondenses que se preparem: mais de 259 candidatos a vereador já foram registrados na Justiça Eleitoral. Pior. Metade dos partidos ainda não registrou seus concorrentes.

 

Novidade – O Sicoob vai inaugurar, no ano que vem, uma grande agência bancária na Vila Santa Cecília, principal centro comercial de Volta Redonda. Mostra que a cooperativa de crédito está ganhando espaço na cidade do aço.  

 

Falsa propaganda – O supermercado Extra anunciou nos jornais ontem, sexta, 12, que iria vender o quilo de uma picanha especial por R$ 25 e uns trocados. Preço excelente. O problema é que a loja da Vila Santa Cecília não tinha estoque do produto. Por volta das 11 horas, por exemplo, o açougue só tinha três picanhas, muito magrinhas, por sinal. Isso é sacanagem com o consumidor!

 

Certificados – O Projeto Ballet Educação, da prefeitura de Volta Redonda, encerrou mais uma etapa na quinta, 11, com uma cerimônia de entrega de certificados no auditório da secretaria de Educação. No evento, 25 alunas – com idade média de 15 anos – receberam seus diplomas. Elas ingressaram no projeto entre 2008 e 2010 e, de acordo com a secretária de Educação, Terezinha Gonçalves, a Tetê, receberam o certificado “por terem concluído brilhantemente sua trajetória de participação no projeto”, pontuou. “O balé não promove somente uma transformação física, mas também uma mudança na vida. O projeto é fundamental para as alunas que pretendem seguir a carreira de bailarina pela oportunidade que oferece, mas também é importante como escola de vida para as que vão parar por aqui”, avaliou Tetê.

O Projeto Ballet Educação foi implantado em setembro de 2005 e, desde então, os alunos se destacam em concursos e apresentações no circuito nacional e internacional de dança, como é o caso de Ramona Teixeira e Bárbara dos Santos – hoje alunas da Escola do Teatro Bolshoi no Brasil.

 

Amamentação – A secretaria de Saúde de Volta Redonda realizou na quinta, 11, um seminário comemorativo pela Semana Mundial da Amamentação, que contou com a presença de profissionais de saúde de todo o Sul Fluminense. A representante do Ministério da Saúde, Rosane Siqueira Vasconcellos Pereira, ressaltou a importância da amamentação. “Não se trata apenas de dinheiro, mas também de qualidade de vida. A amamentação deve ser exclusiva nos primeiros seis meses de vida, seguindo com a inclusão de novos alimentos até dois anos de idade, evitando assim a obesidade infantil, desnutrição, doenças cardíacas, pulmonares, entre outras”, explicou, acrescentando que, conforme revelam as pesquisas, a mãe que amamenta sofre menor risco de depressão pós-parto. “Por isso defendemos que o leite materno é o melhor produto para mãe e bebê, que vem na melhor embalagem”, completou.

Inauguração CRAS São Cristóvão  (3)

Inauguração – Foi inaugurado ontem, sexta, 12, pela secretaria de Ação Comunitária de Volta Redonda, o novo Cras Sérgio Loesch Pereira, no bairro São Cristovão, cujo custo da obra foi de R$ 250.764,61. A unidade conta com sala de atividades, sala dos técnicos, auditório, cozinha, sanitários adaptados para pessoas com deficiência, sanitários para funcionários, recepção e um auditório, batizado de Idonis Batista da Silva. Este é o 34º Cras de Volta Redonda, e somado à outra nova unidade que o município ganha em agosto – na Voldac, que deve ser inaugurado dia 26 –, fará com que Volta Redonda alcance 35 unidades de Cras, uma das maiores redes de atendimento social do Brasil.

Os textos e as fotografias veiculadas nas páginas do aQui se encontram protegidos por direitos autorais, sendo vedada sua reprodução total ou parcial para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra, sem prévia e expressa autorização de Jornal Aqui Regional. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos. E no caso de utilização indevida, o usuário assumirá todas as responsabilidades de caráter civil e/ou criminal.