Jornal Aqui - Volta Redonda - Barra Mansa

Segunda-Feira, 23 de Julho de 2018
0
Publicado em 25/06/18, às 08:47

Grampos Barra Mansa

Mamografia – Em parceria com o governo do Estado, a prefeitura de Barra Mansa estará recebendo a partir de segunda, 25, o “Mamógrafo Móvel”, um caminhão equipado para a realização de exames de mamografia, ultrassonografia de mama e transvaginal. Os atendimentos serão feitos a partir de terça, 26, das 8 às 17 horas. Na segunda, 25, das 8 às 16 horas, no pátio da prefeitura, será feito o agendamento das pacientes que já estão com o pedido de mamografia autorizado. Os demais atendimentos serão feitos por meio dos encaminhamentos da secretaria de Saúde. As mulheres que estão com o pedido ainda não autorizado para o exame devem procurar a unidade de saúde mais próxima da residência para confirmar o dia do procedimento pelo “Mamógrafo Móvel”. A expectativa é de realizar mais de 400 atendimentos durante o mutirão, sendo que a cada dia serão 80 exames de mamografia e 30 entre ultrassonografia mamária e transvaginal.

 

Copa – A prefeitura de Barra Mansa decidiu que, assim como ontem, sexta, 22, quando o Brasil jogou contra a Costa Rica, na quarta, 27, o expediente será apenas das 8 até às 13 horas, já que o Brasil joga contra a Sérvia às 15 horas. Caso a seleção brasileira se classifique para as demais fases, será divulgado um novo horário de funcionamento dos serviços públicos municipais.

 

Boate (I) –  A secretaria de Ordem Pública de Barra Mansa voltou a interditar, na segunda, 18, uma boate localizada na Rua Abdo Felipe, no Ano Bom, que havia sido interditada em maio do ano passado por falta de alvará de funcionamento e por contrariar a ordem e o sossego público. Sabe-se lá porque, mesmo sem alvará e autorização, os donos da boate abriram as portas no último final de semana e choveram reclamações. Deu no que deu…

 

Boate (II) – A casa de festas sempre foi alvo de denúncias de moradores e, ao todo, o valor das multas aplicadas até agora chega a R$ 2.624,00. De acordo com o gerente de Fiscalização de Posturas, Aliandre Martins, a boate mudou o nome fantasia para abrir as portas, porém, a interdição é válida para qualquer atividade do segmento no local. “Mesmo mudando o nome da boate, o local não tem alvará para funcionamento e por isso ela teve que ser reinterditada. Para se ter o alvará, são necessárias diversas exigências documentais, como certificado do Corpo de Bombeiros e do Meio Ambiente, isolamento acústico, laudo da Vigilância Sanitária e Habite-se do imóvel”, explicou.

 

Pezinho (I) – A secretaria de Saúde de Barra Mansa anunciou que o resultado do Teste do Pezinho já pode ser conferido através da internet no endereço eletrônico www.conexao-sauderj.com.br/testedopezinho. Para ter acesso às informações, basta inserir o número de filtro do exame e a data de nascimento da criança. O serviço é uma parceria entre as secretarias municipal e estadual de Saúde e a Apae do Rio de Janeiro.

Pezinho (II) – A coleta de sangue para o Teste do Pezinho é realizada pelas Unidades Básicas de Saúde de Barra Mansa de segunda a sexta, das 8 às 17 horas, durante o primeiro mês de vida da criança. O material é enviado para a Apae-Rio, onde são investigadas as possibilidades de doenças metabólicas, infecciosas, congênitas e/ou genéticas que possam comprometer o desenvolvimento do bebê, como a fenilcetonúria, deficiência de biotinidase, hipotireoidismo congênito, hiperplasia adrenal congênita, fibrose cística e anemia falciforme.

 

Pezinho (III) – Quando o resultado é positivo para alguma das doenças testadas, a Apae Rio entra em contato com a secretaria de Saúde para comunicar o diagnóstico. Neste caso, é feita uma recoleta do material para uma avaliação médica mais especializada. Se confirmado o resultado, a família e o bebê são encaminhados para o Rio para exames mais minuciosos. O Teste do Pezinho é obrigatório e gratuito desde 1992.

Os textos e as fotografias veiculadas nas páginas do aQui se encontram protegidos por direitos autorais, sendo vedada sua reprodução total ou parcial para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra, sem prévia e expressa autorização de Jornal Aqui Regional. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos. E no caso de utilização indevida, o usuário assumirá todas as responsabilidades de caráter civil e/ou criminal.