Jornal Aqui - Volta Redonda - Barra Mansa

Quarta-Feira, 26 de Setembro de 2018
0
Publicado em 19/03/18, às 09:18

Grampos Barra Mansa

Vazamento  – Para a Guarda Ambiental de Barra Mansa, entre outros, o vazamento de óleo de um tanque (abandonado, grifo nosso) no terreno da antiga Edimetal, na Via Dutra, deve ter sido provocado por vândalos. Pode até ser. Mas fica a pergunta: desde que a prefeitura (governo Jonas Marins) ganhou o terreno das mãos do governo do Estado ninguém se preocupou em descobrir se ele estava cheio ou vazio? E ninguém quis saber o que ele continha? Estranho, muito estranho.  
 A boa notícia é que o vazamento já teria sido contido e não oferece risco ao abastecimento de água de Barra Mansa. O tanque teria capacidade para 15 mil litros, mas ainda não se sabe a quantidade de líquido que vazou nas águas do Rio Paraíba.

Pichadores – O Serviço de Inteligência (que chique!) da Guarda Municipal de Barra Mansa conseguiu identificar os dois pichadores do Calçadão Dama do Samba, na Beira Rio. Os dois jovens, um de 21 anos e outro menor de idade, se apresentaram na manhã de terça, 13, na 90ª DP. De acordo com o comandante da GM, Joel Valcir, o menor – de 17 anos – seria reincidente. “Há mais ou menos um mês e meio ele foi flagrado tentando furtar uma moto no pátio do Parque da Cidade. Durante reunião na secretaria de Ordem Pública nesta terça ele não se mostrou arrependido pelo ato de vandalismo”, disse. Já Luciano da Silva Barroso Junior, 21, se mostrou arrependido e disposto a reparar o dano. Ele, acompanhado da mãe, esteve no Campla (Centro Administrativo Municipal Prefeito Luiz Amaral), prometendo reparar o dano, que foi registrado pela Central de Monitoramento de Câmeras do Cesp.

Paz (I) – A secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos de Barra Mansa lançou no início do mês o ‘Cavalheiros pela Paz’. O projeto, segundo a titular da pasta, Ruth Coutinho, visa estimular o debate sobre o papel do homem na prevenção à violência contra a mulher, incentivar a liderança e a participação masculina na discussão do tema e promover debates nos mais diferentes meios de atuação dos Cavalheiros da Paz. “Inicialmente são cerca de 20 homens que estarão difundindo a importância de uma sociedade de paz nos espaços onde desempenham suas atividades, seja profissional, familiar, religiosa, de lazer e entretenimento”, disse.

Paz (II) – Dados do Dossiê Mulher 2017 apontam que em Barra Mansa, mais de 1,3 mil mulheres sofreram algum tipo de violência, sendo que 466 deram queixa sobre lesão corporal dolosa, 492 sofreram ameaças, 285 foram vítimas de violência moral e houve registro de 18 estupros. No ano passado, a 90ª DP registrou 480 casos de violência doméstica para 65 atendimentos realizados no Creas (Centro de Referência Especializado de Assistência Social).

Bancos (I) – O Procon de Barra Mansa vistoriou 12 agências bancárias da cidade para verificar se as unidades estariam cumprindo a lei municipal sobre o tempo de fila – de 20 minutos no máximo. Das 12 agências, três foram reprovadas.  

Bancos (II) – As agências reprovadas por demora no atendimento foram duas do Bradesco, uma próxima à Aciap-BM e outra ao lado da rodoviária, e uma do Santander, na Avenida Joaquim Leite, em frente à Praça da Matriz.

Os textos e as fotografias veiculadas nas páginas do aQui se encontram protegidos por direitos autorais, sendo vedada sua reprodução total ou parcial para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra, sem prévia e expressa autorização de Jornal Aqui Regional. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos. E no caso de utilização indevida, o usuário assumirá todas as responsabilidades de caráter civil e/ou criminal.