Jornal Aqui - Volta Redonda - Barra Mansa

Sábado, 14 de Dezembro de 2019
0
Publicado em 11/11/19, às 12:49

Grampos Barra Mansa

UBM (I) – Caiu como uma bomba nas rodas políticas de Barra Mansa a informação de que o UBM (Centro Universitário de Barra Mansa) está deixando o Campus Cicuta.  Oficialmente, a decisão estaria sendo tomada, como diz a instituição, em razão dos elevados custos de operação. “O campus Cicuta não funcionará mais a partir de 2020. Os alunos serão realocados e, a partir de então, todos os cursos serão oferecidos no Campus Barra Mansa”, informou o UBM em nota enviada aos jornais. Há controvérsias.

UBM (II) – Segundo fontes do aQui, o UBM vem enfrentando uma crise financeira – não é só ele – sem tamanho, e a saída do Campus Cicuta teria sido motivada por uma ação de despejo movida pela CSN pelo não pagamento de aluguéis acordados.   

UBM (II) – Para reduzir o impacto negativo da saída da Cicuta, a direção do UBM garante que vai criar, em janeiro, uma unidade de Pós-Graduação e Extensão na Vila, em Volta Redonda. “As atividades terão início ao longo do ano que vem, com previsão de aberturas de turmas em abril. Nosso objetivo é oferecer cursos baseados na demanda do mercado da região, com conteúdos inovadores e utilização de laboratórios virtuais”, comentou o novo coordenador de pós-graduação do UBM, Deyvison Nascimento. Só esqueceram de dizer, no release,onde a unidade vai funcionar. E olha que o UBM tem um bom curso de jornalismo…

UBM (III) – Entre as novidades para 2020, a instituição pensa em oferecer os cursos de Sistemas de Telecomunicações, Tecnologia de Banco de Dados e Financial Banking.

Pré-sal (I) – Apesar de um resultado abaixo do esperado, o megaleilão do pré-sal, realizado no Rio de Janeiro, foi o maior leilão de petróleo realizado no país. E Christino Áureo, presidente da Frente Parlamentar para o Desenvolvimento Sustentável do Petróleo e Energias Renováveis (Freper), entende que o resultado vai beneficiar a região. Segundo ele, o Sul Fluminense deve arrecadar R$ 28,7 milhões, sendo que Barra Mansa e Volta Redonda receberão R$ 3,3 milhões cada uma. “Resende ficará com R$ 2,3 milhões, Barra do Piraí com R$ 1,9 milhão e Valença com R$ 1,3 milhão”, diz o deputado.

Pré-sal (II) – Christino acha que o dinheiro deverá chegar aos cofres municipais em janeiro de 2020. “Temos a informação de que o pagamento será feito pela Petrobras no dia 27 de dezembro. Até que seja operacionalizada a distribuição para todo o país, a expectativa é chegar aos municípios no início do ano, provavelmente em janeiro” detalhou.  

Manobra – A finalização das obras do Pátio de Manobras está mais próxima do que as eleições de outubro de 2020. De acordo com o prefeito Rodrigo Drable, a licitação já foi feita e o resultado deverá ser oficializado nos próximos dias. “O sonho de 80 anos está se realizando. No projeto atual, nós conseguimos avançar com todas as intervenções do Pátio de Manobras, como também a manutenção das passagens de nível, até que consigamos a construção de uma passagem subterrânea. Com as obras, não haverá mais manobras”, comemora.

Novembro Azul – Para conscientizar os homens sobre a importância de se manter a saúde, a prefeitura de Barra Mansa iniciou as atividades alusivas ao Novembro Azul e a secretaria de Saúde preparou uma programação especial voltada para o público masculino, com consultas médicas e odontológicas, solicitação de exames, testes rápidos, vacinação, entre outros procedimentos. Neste sábado, 9, os serviços estarão disponíveis na Praça da Matriz, das 9 às 16 horas. Importante: para a realização dos exames, é necessário levar cartão do SUS e carteira de identidade.

Santa Rita de Cássia – O prefeito Rodrigo Drable esteve vistoriando as obras de reforma do Posto de Saúde da Família (PSF), do distrito de Santa de Cássia, orçadas em R$ 170 mil. A previsão é que a inauguração ocorra em até 30 dias.

Prestígio – A posse de Paulo Cesar Ferreira como presidente da Associação de Moradores do Bairro Santa Lúcia foi das mais badaladas – deve ser o efeito eleições 2020. O evento aconteceu na sede da associação e contou com a presença até do deputado federal Antonio Furtado (PSL), do subsecretário estadual de Prevenção à Dependência Química, Bruno Marini, do presidente do diretório local do PSL, Diego Raffide, e do secretário de Assistência Social, Leomar Gomes, que esteve representando o prefeito Rodrigo Drable (DEM). Fica a pergunta: será que o moço tem tanta influência assim?  Ah, Maria Gabriela Castilho assumiu como vice-presidente.

Da série perguntar não ofende – Qual foi o papel – se teve algum, claro – do ex-vereador Ademir Melo no encontro que selou a aliança entre Rodrigo Drable e Cláudio Manes, candidato derrotado pelo atual prefeito nas eleições de 2016? Foi o de avalista? Político, é claro.

Boas novas (I) – No encontro, realizado no final do mês passado, Rodrigo estava feliz da vida. E fez questão de dividir os ‘louros’ do anúncio da chegada de duas empresas a Barra Mansa, que devem gerar 200 empregos diretos, com o ex-desafeto. Além disso, anunciaram a abertura de uma loja de um grupo varejista, cujo nome não divulgaram.  

Boas novas (II) – Rodrigo conta que a participação de Manes foi essencial. “O Cláudio é, muito além de um empresário de sucesso máximo na cidade, uma pessoa com compromisso social e, acima de tudo,  um apaixonado por Barra Mansa. Ele tem desenvolvido bons negócios no município, sendo um gerador de empregos e oportunidades. Pensamos em como trabalhar juntos para que novas empresas viessem”, explicou Rodrigo, derretendo-se em elogios ao ex-desafeto.

Caiu – Demorou, mas o barramansense Horácio Delgado, como o aQui previu, perdeu a cadeira de secretário estadual de Infraestrutura e Obras. O novo titular é Bruno Kazuhiro, indicado pelo DEM de Rodrigo Maia. A posse será na segunda, 11, às 14 horas, no Palácio Guanabara.

Barbeiro – A equipe de Vigilância em Saúde Ambiental de Barra Mansa descartou a denúncia feita por moradores do Jardim América sobre possíveis casos de infestação do vetor Triatoma Infestans, o popular Barbeiro, no bairro. Apesar da semelhança com outros insetos, o barbeiro causador da doença de Chagas não foi localizado. Mesmo assim, dois quintais passaram por uma desinsetização, sendo que algumas amostras foram coletadas e enviadas para a Fiocruz para garantir a classificação.


O coordenador da Vigilância em Saúde Ambiental da secretaria de Saúde, Antônio Marcos Rodrigues, explicou que o mosquito causador da doença de Chagas pertence a uma família de mais de 100 espécies, porém, apesar das semelhanças, os outros insetos não transmitem a doença. “O barbeiro é um inseto hemotófolo, ou seja, se alimenta de sangue. Os que foram encontrados são mais conhecidos como percevejos da lavoura, que se alimentam de vegetais”, esclareceu.

Os textos e as fotografias veiculadas nas páginas do aQui se encontram protegidos por direitos autorais, sendo vedada sua reprodução total ou parcial para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra, sem prévia e expressa autorização de Jornal Aqui Regional. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos. E no caso de utilização indevida, o usuário assumirá todas as responsabilidades de caráter civil e/ou criminal.