Jornal Aqui - Volta Redonda - Barra Mansa

Quarta-Feira, 15 de Agosto de 2018
0
Publicado em 06/08/18, às 10:08

Grampos

IMG-20180801-WA0008

Vizinhos (I) – “A CSN largando o aço, literalmente”. Foram essas palavras que um morador do Mirante da Colina – bairro onde mora o prefeito Samuca Silva –  usou para descrever a foto. O flagrante foi feito na quarta, 1, pela manhã.

Vizinhos (II) – Segundo ele, todos já perceberam a prática da CSN, que aproveita os dias nublados para “largar o aço” nos pulmões de todo mundo. Na madrugada, a ‘fumaçada’ também rola solta, dispara. Uma tristeza.

WhatsApp – Desde que atualizou a sua rede de comunicação com os leitores, o aQui tem recebido diversas mensagens e denúncias, que estão sendo apuradas. Um deles, por exemplo, pedindo anonimato, abordou a matéria sobre o pedido do MP para que o ex-prefeito Neto seja exonerado do cargo de assessor especial do governo Pezão. “Ele não só deve ser exonerado como também deve devolver tudo que recebeu de forma irregular”, escreveu, indo além. “Ele está inelegível sim e, portanto, não pode e não deveria estar em função pública”, disse. “Fica o meu protesto na condição de cidadão e eleitor consciente”, finalizou.

 

Processo – Em compensação, assessores de Neto em contato com o aQui não só confirmam como acham bastante provável que o ex-prefeito vá processar o MP por ter divulgado a abertura da ação por improbidade administrativa contra ele e outros três ex-presidentes do Detran-RJ (ver página 15). Para eles, tudo não passa de “uma sacanagem”, já que o próprio MP teria admitido que o crime de improbidade, no caso de Neto e outros dois ex-presidentes, já teria caducado. 

 

Telhado – Os assessores lembram ainda que Neto pôs fim a alguns absurdos que aconteciam no Detran, como o aluguel das coberturas dos postos de vistoria – sim, o órgão pagava dois aluguéis: um pelo posto e outro pelo telhado do lugar – e a sala exclusiva que os despachantes, os “zangões”, tinham na sede do órgão, um prédio imenso no Centro do Rio. “Foram postos para correr, e Neto teve que começar a andar de carro blindado por conta das ameaças de morte”, comparam. Tenso.

 

Na feira – Pré-candidatos a deputado federal e estadual, Deley e Munir, respectivamente, acordaram cedo no domingo, 28, e foram ‘papear com os eleitores’ na tradicional feira livre da Vila. No meio do caminho, encontraram América Tereza, que é pré-candidata à Câmara. Ela estava acompanhada por Milton Moreira, ex-vereador e seu pupilo. Foi uma festa.  

 

Queimando o filme (I) – Norma Chaffin, secretária de Fazenda da prefeitura de Volta Redonda, anda queimando o filme do governo Samuca.

 

Da série …  – Será que Daniela Alvarenga, a secretária que virou subsecretária de Meio Ambiente, precisa tanto assim de um emprego em Volta Redonda para se sujeitar a não ter mais a caneta na mão?

 

Últimos passos – Por falar na ex-secretária, a piada que corria no seu ambiente de trabalho era que ela gostava mais do Palácio 17 de Julho do que de sua própria sala. “Se alguém quer fugir dela, que vá para o Meio Ambiente”, diziam. Maldade…

 

Defesa Civil – Na tarde de segunda, 30, o prefeito Samuca Silva chegou a anunciar a saída do comandante da Defesa Civil, bombeiro Rafael Edgard Champion. Ele cederia a cadeira a um dos subs da pasta. Até ontem, sexta, 3, ficou o dito pelo não dito.

 

Correios – Na segunda, 30, a população de Porto Real parou para ver a inauguração da nova agência dos Correios na cidade, localizada ao lado da prefeitura local. Resta saber se a entrega das correspondências será mais rápida ou a passos de cágado, como é em Volta Redonda.

 

Água – O Saae-VR vai realizar neste domingo, 5, das 7 às 17 horas, a manutenção preventiva anual da Estação de Tratamento de Água – ETA Belmonte. De acordo com José Geraldo, o Zeca, o objetivo é garantir a qualidade da água tratada e distribuída em Volta Redonda. “Essa manutenção visa o bom funcionamento da ETA. Ela é anual, preventiva e garante a qualidade da água para a população”, frisou. 

 

Hidrômetro (I) – Até quinta, 3, a direção do Saae-VR contabilizava o roubo de 28 hidrômetros em diferentes pontos da cidade do aço. Um vídeo onde o ladrão aparece quebrando o equipamento já foi entregue à polícia. Dá pare ver bem o rosto do malandro.

 

Hidrômetro (II) – O conselho da direção do Saae é que os moradores – que tiverem os hidrômetros roubados – não deixem de fazer o BO na delegacia de Polícia. Se o boletim de ocorrência não for feito, o Saae não poderá fazer a instalação do novo hidrômetro, que terá que ser comprado pelo proprietário da casa nas lojas do ramo.  

 

Hidrômetro (III) – Um hidrômetro, de boa marca, pode ser adquirido no mercado por cerca de R$ 70. Sem o BO, o Saae cobra R$ 40 para fazer a instalação e a ligação do equipamento.

 

Um olho no peixe… – O novo presidente da Associação de Moradores do Residencial Vila Rica, Milton Pereira, o Miltão, está preocupado com o crescimento de Volta Redonda. Entende que a parte sul da cidade – onde fica o Vila Rica – é a única onde ainda existe espaço suficiente para abrigar grandes loteamentos e empresas. “A cidade vai crescer pra lá, o que temos que saber é o que vai acontecer por lá”, diz Miltão.

 

…outro no gato – Mas diferente do antecessor, Mauro Coelho, que vivia a brigar com Neto, Miltão diz que é de paz. “Temos que saber o que vai acontecer, mas não para brigar, e sim para saber se vai trazer algum problema para o bairro”, justifica. É. Faz sentido.

 

Em falta – Pais de alunos da Escola Municipal Lions Clube, no bairro Nova Primavera, estão fulos da vida com a secretária de Educação e a prefeitura de Volta Redonda. Eles afirmam que a ‘reforma’ feita na escola no ano passado foi apenas parcial. Até hoje, dizem, existem salas sem piso – só no cimento grosso – e os banheiros masculinos estão inacabados. Com a palavra, os responsáveis.

 

Obras – O Fundo Comunitário de Volta Redonda (Furban) vai executar obras de contenção, melhorias de acesso e manutenção em seis núcleos urbanos informais consolidados nos bairros da cidade do aço. O investimento total de seis lotes de obras é de R$ 162.425,75. Serão beneficiados os núcleos do Verde Vale, Vila Brasília, Mirante do Vale, Três Poços e Mariana Torres. As obras devem ficar prontas em 120 dias.

 

Erramos – O professor universitário Benevenuto Santos, presidente do diretório do Avante em Volta Redonda, que é pré-candidato a deputado federal, não é filho do ex-prefeito Benevenuto dos Santos Neto. É o neto.

 

Cancelado – Devido à previsão de chuva para amanhã, domingo, 5, a prefeitura de Volta Redonda decidiu cancelar o ‘Rua de Compras’ programado para o Aterrado.

 

No encalço (I) – O MPF e o MP estadual movem uma ação civil pública contra a CSN para que a empresa providencie a remoção da escória depositada em área do bairro Brasilândia. A Metalúrgica Harsco, responsável pelo depósito, também é alvo da ação. Os MPs alegam que o morro de escória “se encontra em solo de topografia desfavorável, junto ao leito do Rio Paraíba e ao tráfego intenso da BR-393, em meio a um conglomerado urbano e dentro da zona de amortecimento de uma unidade de conservação de proteção integral”. 

 

No encalço (II) – A CSN também será alvo de investigação policial por suspeita de crime ambiental envolvendo o depósito de escória. O inquérito ficará a cargo da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA).

 

Meia hora da refeição – O Sindicato dos Metalúrgicos convocou mais um grupo de trabalhadores da CSN para receber os alvarás do processo “Meia Hora da Refeição”. Na segunda, 30, o Sindicato já tinha entregado mais um lote de alvarás do mesmo processo judicial.

 

Volta Redonda – Na convenção do diretório estadual do DC (Democracia Cristã), realizada ontem, sexta, 3, no Rio de Janeiro, o nome do voltarredondense Carlos Conrado foi aprovado como pré-candidato a deputado federal. Esta será a primeira vez que Carlos, irmão do vereador Paulo Conrado, concorrerá a um cargo eletivo. É um dos líderes do movimento em “Defesa da Família”, que tem o objetivo de impedir a implantação da ideologia de gênero nas escolas de Volta Redonda.

 

Triagem – O curso de Odontologia do Uni-FOA promove na segunda, 6, uma nova triagem odontológica para crianças e adolescentes de 4 a 16 anos, com o objetivo de captar pacientes para atendimento no segundo semestre. A atividade acontecerá na clínica integrada, no campus Olezio Galotti, em Três Poços. As crianças deverão estar acompanhadas de um responsável e ter em mãos documento com foto (RG) ou certidão de nascimento.

 

Pegando fogo (I) – Aviso aos que tenham como amigos comuns o presidente da Câmara, Washington Granato, e o presidente do Sinduscon, Maurinho Campos Pereira: não convidem os dois ao mesmo tempo nem para um cafezinho. E se encontrá-los ‘conversando’, separe-os. O papo pode terminar em briga… ou coisa pior.

 

Pegando fogo (II) – Na reabertura dos trabalhos do Legislativo, na noite de quinta, 2, Granato soltou ‘os bichos’ para cima de Maurinho por conta de coisas estranhas que teriam ocorrido em assuntos ligados ao Saae-VR, onde o dublê de empresário e político faz parte do Conselho Deliberativo da autarquia.

 

Pegando fogo (III) – Granato foi além. Diz que pediu a documentação necessária para trucidar a vida do seu atual desafeto.       

 

Candidatura – Até o fechamento desta edição, ontem, sexta, 3, o Sul Fluminense contabilizava mais de 20 candidatos a deputado estadual e federal. O número, entretanto, deve diminuir até o início da campanha, em 16 de agosto. É que alguns peixes graúdos andam à procura de água para sobreviver.

 

Coligação – As coligações para a eleição deste ano não foram positivas para os que sonham em chegar à Alerj. O PTB de Munir Francisco, irmão de Neto, e o Solidariedade de Márcia Cury ficaram na mesma coligação. Um pode ajudar o outro. O problema é que a coligação não tem um puxador de votos e ambos terão que suar muito a camisa se quiserem chegar lá.

 

Da série… – Munir será rabiola de Márcia ou Márcia será rabiola de Munir?

 

Coligação – Dem, de Rodrigo Maia; MDB, de Leonardo Picciani; PP, de Júlio Lopes; e PTB, de Cristiane Brasil. Os quatro partidos, liderados pelos deputados federais citados, se coligaram para a Câmara Federal. Quem não ficou feliz com a coligação, e com razão, foi Deley de Oliveira (PTB). O motivo: o sarrafo aumentou.

 

Candidato – O evangélico Fernando Martins (MDB), aliado fiel de Edson Albertassi, anda dizendo pelos corredores da Câmara que pode sair candidato para herdar o legado político de Albertassi. Será?

 

Não candidato – Fernando vai além. Anda espalhando que Albertassi mandou dizer que não será candidato à reeleição.

 

Cuspindo – Carlinhos Santana, ao ouvir que Martins poderia ser candidato, disparou: “Com todo respeito, ser candidato pelo MDB neste momento é um suicídio político”, justificou. Santana só não disse que chegou à Câmara com apoio do MDB e, principalmente, de Edson Albertassi.

 

Errrrou – O ex-prefeito Neto, ao se defender da acusação de que teria colaborado com o cartel das empresas que atuavam no Detran, gravou um vídeo para explicar o imbróglio. E comparou sua situação dizendo que o contrato suspeito seria de 2005 e ele só teria comandado o Detran a partir de 2007. É verdade. Acontece que o MP diz que todos os presidentes, pós 2005, deixaram a bola correr…

 

IPPU – O presidente do IPPU-VR, Márcio Lins, vai abrir uma sindicância interna. É que ele estaria inconformado com o boato de que o processo do ‘paga e aprova’ ainda estaria vigorando na autarquia. Coisa que ele não admite.

 

Ambiente – A nomeação de Mauricio Ruiz Castelo Branco como o novo titular da secretaria de Meio Ambiente de Volta Redonda não pegou muita gente de surpresa não. É que há um mês o ambientalista vinha conhecendo seus novos colegas, indo de secretaria em secretaria para sentir o ambiente’.

 

ONG – Como ambientalista, Mauricio foi um dos fundadores do ‘Instituto Terra’, que atua na região de Miguel Pereira e Rio Claro, desde 1998. A ONG, entretanto, segundo uma fonte, estaria meio que desativada. 

 

Político – Ruiz, para quem não sabe, é muito ligado ao deputado Carlos Minc e foi candidato a prefeito em Miguel Pereira nas últimas eleições pela Rede. Obteve, 1,7 mil votos, ficando na terceira colocação.

 

Fechou – Uma clínica médica, localizada na Vila, foi obrigada a fechar as suas portas na segunda, 30. Motivo: quebrou por não receber os atrasados que tinha direito junto à secretaria de Saúde de Volta Redonda. Coisa simples, de 7 meses de atraso apenas…   

Detalhe: era a única clínica que estava atendendo a funcionários públicos. As demais já tinham desistido desde que a secretaria de Fazenda deixou de fazer os pagamentos às empresa conveniadas ao Faps. 

 

Pasta – A secretaria de Transportes e Mobilidade Urbana da prefeitura de Volta Redonda não está sendo comandada, interinamente, por Lisandra, assessora de confiança do prefeito Samuca. Quem manda na pasta – até a volta do titular, Wellington Silva, se este voltar – é o popular Marcão, titular da Smac.

 

Férias – Ainda curtindo suas férias, o secretário de Transporte e Mobilidade Urbana, Wellington Silva, teria mandado um recado ao Palácio 17 de Julho. Pretende mesmo deixar o cargo, tanto que já teria conseguido uma vaga em um curso de especialização na UFF.

 

Em dia – O Hospital das Clínicas pagou ontem, quinta, 2, o aluguel do imóvel que ocupa (antigo Vita) da CSN. Pagou antecipado. Valor: R$ 578 mil e uns trocados.  Steinbruch deve estar rindo à toa…   

 

Os textos e as fotografias veiculadas nas páginas do aQui se encontram protegidos por direitos autorais, sendo vedada sua reprodução total ou parcial para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra, sem prévia e expressa autorização de Jornal Aqui Regional. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos. E no caso de utilização indevida, o usuário assumirá todas as responsabilidades de caráter civil e/ou criminal.