Jornal Aqui - Volta Redonda - Barra Mansa

Terça-Feira, 16 de Janeiro de 2018
0

Grampos

Dívida – A CSN negou que tenha pedido um novo prolongamento de suas dívidas junto aos bancos com os quais trabalha. A informação foi divulgada pelo Estadão. 

 

Taxa (I) – A Fundação CSN já abriu o seu processo seletivo de bolsas de estudo (até o dia 2 de fevereiro) para os cursos técnicos da ETPC, com duração de 18 meses. A boa notícia é que as bolsas são de até 100% e para concorrer é necessário ter 16 anos completos. 

 

Taxa (II) – A má notícia é que a Fundação está cobrando R$ 20 por cada inscrição. Precisa? Há quem entenda que não. Faz sentido. Ah, são apenas 36 bolsas para 12 cursos, o que corresponde a apenas 3 bolsas por cada especialidade.  

 

Taxa (III) – Para concorrer às bolsas, os candidatos deverão participar do o processo  seletivo  com provas e questionário socioeconômico.

Detalhe: os interessado s podem  estar cursando o 2º ano do ensino médio em escola pública,  particular ou já terem  concluído o  ensino  médio.

 

Pagamentos – O governo Samuca voltou a inovar: na tarde de quarta, 10, enviou comunicado aos jornais para avisar a todos os seus fornecedores e prestadores de serviços que tinham contas a receber até aquele dia que as pendências serão quitadas até o próximo dia 20. “As eventualidades ocorreram em função dos atrasos nos repasses de verbas federais e estaduais e também pelo bloqueio de R$ 22 milhões no final do ano passado, realizado pela Justiça em função de precatórios dos últimos dez anos e que posteriormente foram liberados pela Procuradoria Geral do Município”, alertou. “Com o bloqueio, houve um acúmulo de vencimentos para essas primeiras semanas do ano, e agora, com a regularização do fluxo financeiro, todos estão sendo quitados e até dia 20, planejamos que tudo estará normalizado”, escreveu Samuca. 

 

Causa própria (I) – O MEP da Burguesia começou o ano a todo vapor, influenciado, certamente, pelo ar quente que sai dos altos-fornos da CSN: quer que o prefeito Samuca Silva mude a lei do Imposto Progressivo. Ou seja, os integrantes do Fórum Permanente das Entidades Empresariais de Volta Redonda estão pressionando o Palácio 17 de Julho em benefício próprio. Vale lembrar que o órgão tem até secretário e assessor de Samuca entre seus famosos integrantes. 

 

Causa própria (II) – O IPTU-P (Imposto Sobre a Propriedade Predial Territorial Progressivo) de Volta Redonda, que deve ser apreciado pela Câmara, baseia-se na Lei Federal 10.257/01, que dá direito às prefeituras de exigir do proprietário do solo urbano não edificado, subutilizado ou não utilizado que promova seu adequado aproveitamento. As penas para os proprietários dos lotes vazios, entre outros, que não se adequarem incluem a cobrança de um Imposto Sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana Progressivo no tempo e até a possível desapropriação dos mesmos. 

 

Causa própria (III) – Entre os maiores inimigos do Imposto Progressivo estão a CSN e as famílias de latifundiários de Volta Redonda, como Maurinho Pereira, um dos ‘braços-direitos’ de Samuca Silva. A família do empresário chegou até a doar uma boa soma para a campanha do atual prefeito. 

 

Da série perguntar não ofende – Qual seria a posição da Cúria Diocesana de Volta Redonda a respeito do Imposto Progressivo?  

 

PT – Quem já decidiu não participar das eleições de outubro foi o ex-vereador Walmir Vítor (PT). Ele diz que sua estratégia passa por ‘ficar quietinho no seu canto’. Uma coisa, entretanto, ele garante: em 2020, quando das eleições municipais, ele volta ao cenário político.

 

HSJB (I) – Após algumas reclamações, postadas nas redes sociais (que aceita tudo, é bom que se frise), o secretário de Saúde de Volta Redonda, Alfredo Peixoto, esteve fazendo uma inspeção nas instalações do Hospital São João Batista, onde conversou com os diretores da unidade e ainda com pacientes, que é o que conta. “Contabilizamos alguns equipamentos em manutenção, o que acaba trazendo alguns transtornos ao atendimento”, explicou o diretor médico do HSJB, José Geraldo, justificando que os aparelhos quebram pelo uso contínuo. 

 

HSJB (II) – Foi o bastante para Alfredo Peixoto afirmar que vai implantar um plano de manutenção preventiva para os equipamentos hospitalares na rede de Saúde. “Pelo levantamento que fiz não há registro de nenhuma ação de manutenção preventiva de equipamentos da rede de urgência e emergência do Município e isso é importante”, justificou. “Este ano, por exemplo, já houve problema com o reve-lador de Raio X e com isso os exames foram enviados para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) para que fosse feita a revelação, mas os pacientes não ficaram sem exames”, garantiu o secretário. 

 

HSJB (III) – Outro problema encontrado por Alfredo Peixoto foi com o intensificador de imagem, um equipamento utilizado em cirurgias de urologia, neurologia e ortopedia do HSJB. “Algumas cirurgias foram adiadas em função disso, mas enquanto o aparelho estiver em manutenção, outro que foi emprestado de um dos hospitais adquiridos pela prefeitura vai garantir a retomada do serviço, já na próxima semana”, prometeu. 

 

HSJB (IV) – Samuca Silva aproveitou a inspeção feita por Alfredo Peixoto para lembrar que a saúde é uma das prioridades da sua gestão. ”Eu solicitei ao secretário de Saúde, Alfredo Peixoto, a imediata visita às unidades, começando pelo HSJB. Todos serão visitados. Esses entraves reforçam a necessidade de investir em novos hospitais na cidade, ampliando as opções de atendimento. E é o que estamos fazendo. O Hospital do Idoso já foi inaugurado e é uma realidade e a compra do Hospital Santa Margarida, que deve funcionar em um ano, com certeza, marcam uma nova era na saúde de Volta Redonda. Vamos continuar sempre investindo na melhoria da saúde”, pontuou Samuca.     

 

Atendimentos (I) – A direção do Hospital São João Batista revelou que em 2016 a unidade atendeu mais de 117 mil pacientes. Somente em cirurgias eletivas, houve um aumento de 13% nos procedimentos, sendo que ocorreram 2.102 em 2017 e 1.806 em 2016. Já as cirurgias de urgência foram 1.323 no ano passado e 967 em 2016, um aumento de 36,81%. No total de cirurgias, houve um aumento de 21,15%, acontecendo 3.425 procedimentos. Também foram realizados 2.021 partos na unidade, sendo que a maioria, 1.036, foram partos normais.

 

Atendimentos (II) – O número de internações também aumentou: foram 9.441 em 2017, contra 9.014 em 2016 (4,7% de aumento). O atendimento na emergência do Hospital São João Batista também aumentou, sendo que foram atendidos 117.097, enquanto em 2016 foram 106.891, o equivalente a 9,5% de aumento. Os exames de tomografia, por sua vez, aumentaram em 270%. Em 2016 foram 2.600 procedimentos, e, em 2017, 9.600 pacientes fizeram o exame.

 

Avaliações (I) – O diretor médico da unidade, José Geraldo de Castro Barros, celebrou os números alcançados pela equipe do HSJB. ”Conseguimos avançar bastante em 2017 e queremos ir além em 2018. O número de cirurgias aumentou bastante, só a de urgência em 35%. E conseguimos isso sem aumentar o número de médicos e salas de cirurgia”, celebrou.

 

 Avaliações (II) – Ainda houve outros avanços na gestão do Hospital São João Batista. Há mais de dois meses, diz o médico, não tem gente nos corredores da unidade. “Não há mais macas nos corredores; conseguimos terminar com esse gargalo, não tendo mais internação no corredor da unidade. Antigamente, quem ficava nos corredores não tinha privacidade, havia risco de infecção, entre outros. É um trabalho de humanização”, disse José Geraldo, ressaltando que atualmente o HSJB tem mais de 150 leitos. “Somos referência em toda a região”, completou. “Todas essas ações mostram que a nossa política para saúde está no caminho certo. Vamos continuar priorizando o atendimento a população”, avaliou Samuca.

 

Saldo positivo – Os números de empregos formais criados em Volta Redonda fecharam positivos em outubro e novembro de 2017. Os dados são do Cadastro Geral de Empregos e Desemprego (Caged), órgão do Ministério do Trabalho. Foram 3146 admissões contra 2808 demissões, com saldo positivo de 338 vagas. Não é nada, não é nada, mas já é alguma coisa.  

 

Festa da Família – A Igreja Presbiteriana Viva de Volta Redonda (IPV) vai realizar nos dias 19, 20 e 21 de janeiro, a partir das 18h30min, na Ilha São João, a Conferência MDA 2018 – A Festa da Família. A entrada é franca e vai contar com a presença dos Ministérios de Louvor ‘Trazendo a Arca’, ‘Preto no Branco’ e ‘Viva Adoração’. Os preletores serão os pastores Abe Huber, Wiliam Barros, Daniel Martins, Sabá Liberal, Apóstolo Ari Caetano e Bispo José Elias. Estão confirmadas caravanas de vários estados do Brasil.

 

Preferência (I) – O leitor que acompanha as páginas policiais já deve ter percebido que a bandidagem adora explodir caixas eletrônicos, principalmente as do Santander. Foram pelo menos três nas últimas semanas. O próprio comando da Polícia Militar já observou o fato e ficou encafifado.

 

Preferência (II) – Ninguém sabe ao certo a preferência dos bandidos pelo Santander, mas o comandante do 28º Batalhão, Márcio dos Santos, adiantou ao aQui que pretende fazer uma reunião com os responsáveis pelos bancos para tentar estabelecer uma estratégia a fim de evitar novos ataques.

 

Nova abordagem – Por falar em estratégias, o comandante da PM avisou que a nova praxe dos policiais que fazem ronda próximo às unidades bancárias será entrar nas agências e, de preferência, dar um ‘oi’ para os gerentes. Segundo ele, a ideia é evitar as chamadas ‘saidinhas’, quando bandidos abordam o cidadão na saída do banco para levar todo o dinheiro que sacou momentos antes. “Queremos que a população sintase segura de verdade e que os bancários também”, esclareceu Márcio.

 

Sem paciência – Militantes de movimentos populares e ONGs são famosos pela insistência. Não arredam o pé de suas convicções. Parece que o secretário de Meio Ambiente de Barra Mansa, Cláudio Cruz, o Baianinho sentiu na pele essa resistência quando tratava do novo aterro de lixo tóxico que a Haztec pretende fazer funcionar no município. Irritado com a postura irredutível dos integrantes da Comissão Ambiental Sul e de moradores, contrários ao ‘lixão’, Baianinho, em uma das reuniões sobre o tema, teria mandado todo mundo pegar suas telhas de amianto e “enfiá-las debaixo do braço”.

 

Não foi bem assim – Questionada sobre a resposta malcriada de Baianinho aos ambientalistas e ativistas, a assessoria de imprensa da prefeitura de Barra Mansa negou o fato. “Essa questão se deu devido à explanação de um cidadão que atacou os políticos que aprovaram a instalação da CTR Classe 2 (lixo doméstico) em 2011. Ele não mandou ninguém colocar telhas debaixo do braço. Ele disse que essas telhas estão depositadas nas beiras dos rios, das estradas e que não podem ser destinadas a CTR Classe 2”. Ainda bem que foi só isso.

 

‘Iziporzinhos’ – O prefeito Samuca criou uma força-tarefa para atuar antes e durante o Carnaval de 2018. O objetivo principal é combater os ‘isoporzinhos’ e a força-tarefa já começou a atuar desde ontem, sexta, 12. “Queremos garantir a segurança e evitar transtornos à população. Com essa atuação, queremos evitar essas aglomerações, que normalmente contam com som alto, venda de bebidas para adolescentes e outros problemas”, destacou, lembrando que em 2017 o resultado foi positivo.

 

Pelas redes – Durante a reunião que aconteceu no Palácio 17 de Julho, o serviço de inteligência da Guarda Municipal informou que já teria identificado alguns blocos marcando para sair, sem autorização da prefeitura, como nos bairros São Luiz, Santa Cruz e Aterrado. “Vamos continuar o monitoramento as redes sociais, identificando o organizador que terá que responder legalmente sobre o evento não autorizado”, destacou o comandante da GM, Paulo Dalboni.

 

‘Rua de Lazer’ – A prefeitura de Volta Redonda não desiste nem que a vaca tussa e vai promover amanhã, domingo, 14, mais uma edição do projeto Rua de Lazer na região da Radial Leste. “O projeto Rua de Lazer deu certo em diversos municípios do país e em Volta Redonda não está sendo diferente. É importante que as pessoas saiam para as ruas e se divirtam de forma positiva e saudável”, justifica Samuca ao permitir que o evento, que não atrai quase ninguém, seja promovido. 

 

Sem pagamento – Um grupo considerável de funcionários, contratados pela Cohab e pela Corpore, passou a semana revoltado com a prefeitura de Volta Redonda. Acontece que os chamados RPAs estavam sem receber seus salários de dezembro.

 

Férias – Para os servidores da Educação de Volta Redonda que não viam a hora de receber o salário referente às férias, Samuca deu uma boa notícia. Disse que o pagamento deve ocorrer até o dia 22. Aleluia!

 

Férias – A quem interessar possa: o prefeito Samuca Silva vai trabalhar só até sexta, 19. No dia seguinte, sai de férias. Detalhe: por apenas 10 dias. Para onde vai, ele não diz nem que Maycon (vice-prefeito) peça.    

 

Vistoria – O Detran-RJ publicou na quinta, 11, no Diário Oficial do Estado, portaria que define a isenção por cinco anos de vistoria para carros zero quilômetro. A regra só vale para veículos comprados zero quilômetro em território fluminense, cujos donos não precisarão pagar a taxa de licenciamento anual, de R$ 139,30.

Automóveis de sete passageiros também terão isenção, mas somente até o terceiro ano de emissão da nota fiscal de compra, como já acontecia. Nos dois casos, a novidade se aplica apenas a carros particulares.

Vistoria (II) – Detalhe importante: a dispensa da vistoria não elimina a exigência de emissão anual do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV). Assim, todos os proprietários devem agendar o serviço por telefone (3460-4040 e 0800-020-4040) ou pelo site (www.detran.rj.gov.br). O CRLV poderá ser obtido sem necessidade de levar o carro ao posto de vistoria.

????????????????????????????????????

????????????????????????????????????

Contorno (I) – Samuca Silva começou o ano se reunindo na sexta, 5, com representantes da Terrana, que quer criar um posto de gasolina e uma central de distribuição de combustíveis em área localizada próxima à Rodovia do Contorno. “A Rodovia do Contorno tem muitas possibilidades de investimentos. Nossa cidade tem terras disponíveis, logística e está muito bem localizada. Estamos muito envolvidos na busca pelo desenvolvimento econômico e a geração de empregos e a reunião de hoje é uma prova disso”, comentou Samuca, ressaltando que a Rodovia do Contorno só foi aberta após muito diálogo liderado pela sua administração. 

 

Contorno (II) – Diretor nacional de vendas da Terrana, Cyro Rejani disse que a empresa está no Brasil há 10 anos e pretende expandir seus negócios por todo o estado do Rio. ”Estamos, por exemplo, abrindo 30 postos de combustível por ano. Nosso objetivo é abrir postos que serão consistentes”, destacou, ressaltando que em caso de abertura de um posto de gasolina na Rodovia do Contorno, a empresa teria parceiros para participar do empreendimento, como redes de lanchonetes e lubrificantes.

 

Pinheiral (I) – A equipe do atual prefeito de Pinheiral, Ednardo Barbosa, não esquece o ex-prefeito José Arimathéa de Oliveira (PSB). Parece até gostar quando o nome do mesmo é envolvido em ‘causos. Na parte de quarta, 10, por exemplo, fez questão de enviar aos jornais a ‘noticia’ de que o ex-chefe do Executivo teve as contas de 2016 rejeitadas pelo TCE.  

 

Pinheiral (II) – A jornalista responsável pelo envio da ‘noticia’ lembrou até que José Arimathéa poderá ficar inelegível para as próximas eleições se o parecer do TCE for aprovado pela Câmara de Pinheiral. Não é bem assim. Ela ainda não deve saber que a lei da inelegibilidade mudou e que qualquer prefeito que tenha as contas rejeitadas poderá ser candidatar se provar que não houve dolo na prestação de contas.

neto (11)

Neto – O ex-prefeito de Volta Redonda, por exemplo, teve as contas rejeitadas pelos vereadores e mesmo assim já está se preparando para as eleições de 2020, quando pretende retornar ao Palácio 17 de Julho. Se a Justiça Eleitoral permitir que Neto se candidate, deverá fazer o mesmo com Arimathéa, não é mesmo?