Jornal Aqui - Volta Redonda - Barra Mansa

Sexta-Feira, 26 de Maio de 2017
0

Grampos

DSC03371

CBSI – O anúncio de contratação na CBSI (empreiteira da CSN) provocou uma corrida de milhares de desempregados à Ilha São João na quinta, 18, e na sexta, 19. As vagas são para trabalhar por apenas 45 dias na manutenção do Laminador de Tiras a Quente (LTQ) da UPV.

 

“Butina véia” – O Sindicato dos Metalúrgicos lançou uma campanha para mudar a botina – sapato industrial que integra o kit de Equipamentos de Proteção Individual (EPI). A ideia é discutir ações de mudança no equipamento, extinguindo o uso da botina velha e implantando novos calçados, mais modernos, funcionais e mais confortáveis. Segundo os sindicalistas, a atual botina provoca frieiras, esporões, micoses e deformações nos pés dos trabalhadores do chão de fábrica.

 

Confirmada – Silvio Campos confirmou para o dia 4 de junho a 11ª edição da Festa do Trabalhador. Será no Recreio dos Trabalhadores, das 9 às 12 horas, com sorteio de prêmios e distribuição de poupanças de R$ 5 mil, R$ 10 mil e R$ 20 mil. As cartelas já começaram a ser distribuídas nas sedes do Sindicato, das 8 às 12 horas e das 13 às 17 horas. O sindicalizado deverá apresentar o contracheque de abril e os aposentados, o recibo do mês de maio.  

 

PLR Aços Longos – Os trabalhadores da CSN Aços Longos reclamaram e o Sindicato dos Metalúrgicos conseguiu que a empresa fizesse a correção do índice da PPR, que subiu para 2,05%. A diferença foi paga no dia 12 de maio.  

 

Acordo coletivo – Silvio Campos, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, já encaminhou ofício ao RH da CSN solicitando a reabertura das negociações sobre o Acordo Coletivo 2017/2018. Lembrando que no acordo do ano passado a empresa garantiu o reajuste do INPC pleno a partir de maio deste ano. Agora o Sindicato aguarda a empresa para dar prosseguimento às discussões dos demais itens da pauta de reivindicações.

 

Capacitar – A CSN está com inscrições abertas até 7 de junho para o Programa Capacitar, voltado para estudantes com idade igual ou superior a 23 anos com o ensino médio completo, que não estão cursando e nem concluiram o ensino superior. Há vagas para operador siderúrgico e operador de máquinas móveis ferroviárias. As inscrições são feitas no Senai do Aero Clube, das 9 às 18 horas. Mais informações pelo telefone (24) 3356-9300.

 

Vai vendo (I) – Entre os funcionários que trabalham na área da Saúde, a simples menção a um nome provoca arrepios. Seria o de Ana Beatriz, que trabalha para a Corpore, empresa contratada pela prefeitura de Volta Redonda para gerir os serviços ‘terceirizados’ da secretaria de Saúde. Segundo fontes, cabe a ela ir de local em local para ‘dispensar’, de forma sumária, quem não interessa aos verdes. Ou melhor, quem é ligado ao ex-prefeito Neto e tem que ser demitido do cargo comissionado que ocupa.

 

Vai vendo (II) – O curioso é que a dispensa dos CCs deveria ser feita, até prova em contrário, no entender dos dispensados, pelo RH da secretaria de Saúde e não por uma funcionária de uma empresa que nunca viram e a quem não estão subordinados. Pior. A moça chega, chama o encarregado do local e exige a dispensa imediata dos CCs. É mole? Tem gente que sai chorando, de vergonha…

 

Férias – Apesar de estar há apenas quatro meses trabalhando no Palácio 17 de Julho, o empresário Rafael Capobiango, nomeado assessor político de Samuca, com salário da ordem de R$ 2 mil, já tirou uns dias de férias. Foi para a Europa. Chique, né? 

Espetáculo – A peça “O Céu e o Inferno”, baseada na obra de Allan Kardec, da Cia Teatral Mensageiros, será apresentada no sábado, 27, às 19 horas, no Teatro Gacemss, na Vila. Ela aborda a justiça divina segundo o espiritismo e suas aplicações da vida. Parte da renda será revertida para a Apae-VR e os ingressos já estão à venda na bilheteria do teatro. Informações: (24) 3343-1770.

 

Convidado – O diretor executivo do Saae-VR, Leonardo Vidal, foi convidado a ir até a Câmara para explicar aos vereadores o motivo do reajuste de mais de 25% na tarifa de água. Como o aQui revelou, com exclusividade, além do aumento de 18,90% anunciado na semana passada, em março a prefeitura já havia reajustado a tarifa em 6,29%. O convite, aprovado por unanimidade, partiu de Carlinhos Santana (SD). “Há muito questionamento a respeito desse aumento. Pode até ser plausível, mas eles precisam explicar. Na Sabesp, subiu 8% e na Cedae, 9%. Então a gente quer saber as explicações”, justificou Carlinhos.

 

Culpa – Por falar em Carlinhos Santana (SD), ele soltou cobras e lagartos contra o governo Samuca. Motivo: jogar a culpa de tudo no governo Neto. “Todo lugar que eu vou para discutir algo, só falam do passado. A desculpa é sempre a mesma. Tem que parar com isso”, disparou. É, tem razão.

 

Promessa – O prefeito Samuca prometeu aos cerca de 800 profissionais de educação que participaram da última etapa da capacitação de todos os docentes da rede municipal de ensino que, em 10 dias, todo o material básico das escolas (papel, caneta e lápis) chegará. E o papel higiênico?

 

Projeto – Termina na segunda, 22, o convênio entre a prefeitura de Volta Redonda e o governo Federal que mantinha o projeto ‘Segundo Tempo’ na cidade do aço. Até agora, alunos e profissionais não sabem se o projeto vai continuar.

 

Sem aula – Por falar em esporte, os idosos que fazem exercícios nos ginásios de Volta Redonda ficaram sem aula na terça, 16. Sem qualquer aviso prévio. Detalhe: foram chamados para uma reunião na sede da Smel. O motivo da pauta de urgência não foi revelado.

 

Futuro – Associados do Clube Umuarama andam preocupados com o futuro do clube. Segundo eles, até a Vigilância Sanitária estaria de olhos atentos às dependências do local.

 

‘Eu sabia’– O subsecretário de Comunicação do governo Pezão, o voltarredondense Marcelo Santos Amorim, o Marcelinho, disse à Polícia Federal que sabia do esquema de corrupção envolvendo empresas de alimentação e o Tribunal de Contas do Estado. Marcelinho é casado com uma sobrinha do governador e a revelação foi publicada pela revista Época. Ah, Marcelinho garantiu que nunca recebeu vantagem indevida com o esquema.

 

‘Rio Resolve’ – A diretoria do Detran-RJ apresentou na quinta, 18, o projeto ‘Rio Resolve’, ao prefeito Samuca Silva. A ideia é usar o antigo ‘Poupa Tempo’ do governo Estadual, em um mesmo local, a ser cedido pela prefeitura, para oferecer diversos serviços aos voltarredondenses. O local já foi escolhido e aprovado, será na subprefeitura do Retiro.

 

Uber – A pesquisa sobre o Uber nas redes sociais, promovida pelo Palácio 17 de Julho, deveria terminar na terça, 16. E terminou. Detalhe: por volta das 10 horas. Será que o dia verde termina antes do almoço?

 

Piada – Tem gente que se acha livre, bem livre, mas quando quer bater no pai ou no padrasto, no mentor, no dono, ou seja lá em que for, recorre a quem inveja e detesta. Como postariam os internautas: kkkkkk.   

 

Polêmica (I) – A Câmara de Volta Redonda tem aprovado projetos polêmicos e inconstitucionais, como o da exclusividade das empresas que vierem a investir na cidade do aço sejam obrigadas a contratar mão de obra local. Agora os vereadores aprovaram a gratuidade de passagem no transporte coletivo para gestantes. Também é inconstitucional.

 

Polêmica (II) – Até os vereadores veteranos como Granato contribuem com leis polêmicas. Por ele, por exemplo, a prefeitura terá que construir banheiros públicos em alguns pontos comerciais e finais de pontos de ônibus, como no Jardim Amália, Ponte Alta etc. A ideia pode até ser desejo de uma parte da população, mas esbarra na ilegalidade, por ser vício de iniciativa. Cabe ao prefeito.  

 

Polêmica (III) – Uma fonte lembra que o ex-prefeito Wanildo de Carvalho era mestre em fazer desenhos de mictórios (banheiros públicos) e que, numa reunião com uma equipe do arquiteto Oscar Niemayer, conseguiu deixar todo mundo ‘mudo da silva’, quando apresentou um desenho muito importante, na visão dele, para a cidade do aço. O de uma privada pública. Nada chique como a privada que a ex-primeira dama Adriana Ancelmo tinha em sua casa, repleta de botões e que fornecia água em três temperaturas diferentes, com assento aquecido. 

 

Penumbra – O plenário da Câmara de Volta Redonda está precisando melhorar a iluminação. Se um vereador dormir durante a sessão, ninguém vai perceber, a não ser que o mesmo seja um roncador. 

 

Campeão – O vereador Neném é tido como um campeão de requerimentos de Moção de Pesar. E olha que toda sessão ele apresenta mais uma, o que assustou o vereador Edson Quinto. “Eu não  quero mais ser o seu vizinho (de bancada), nem do lado esquerdo e nem do lado direito. Vou pedir ao presidente para ficar nas cadeiras especiais (reservada ao público)”, pontuou Quinto.

 

Eficiência – Na semana passada, um cliente da Vivo recebeu sua conta do mês de maio, referente a abril pelos Correios. Já estava vencida há dois dias. Quem vai arcar com o prejuízo? O trouxa do cliente, é óbvio. É por essas e outras que o serviço postal no Brasil é uma m…

 

Horário – Como a Câmara de Volta Redonda aprovou a mensagem do prefeito Samuca liberando os horários de funcionamento do comércio na cidade do aço, fica a pergunta: os supermercados, como o Floresta, voltarão a abrir nas manhãs de segunda-feira? A pergunta se justifica, afinal, o Walmart abria e foi obrigado a fechar, só podendo abrir a partir das 12 horas.

 

Recreio (I) – A prefeitura de Volta Redonda firmou um convênio com a Fundação CSN para que os servidores públicos municipais possam se associar ao Recreio dos Trabalhadores, na Vila. Pela parceria, os servidores públicos terão isenção na taxa de adesão como sócio e nas taxas de inscrições em cursos. Terão ainda um mês de gratuidade para quaisquer cursos e escolas esportivas oferecidos pelo Recreio dos Trabalhadores. Tem mais. Os servidores poderão inscrever os cônjuges, filhos de até 21 anos (ou que estiverem cursando a universidade), pais e sogros. As mensalidades (R$ 55,00 por cabeça) serão descontadas em folha. 

 

Recreio (II) – A parceria não agradou muito nem aos servidores, muito menos aos funcionários da CSN. “Deveria investir mais no Parque Aquático da Ilha São João”, defendem os servidores. “Vai virar o Umuarama”, reclamam os metalúrgicos, referindo-se ao clube localizado na Vila que era de classe média e fez campanha para popularizar a associação.   

 

Inauguração – O Hinja, hospital da família do deputado estadual Gotardo Netto, inaugura hoje, sábado, às 11 horas, a Casa da Acolhida, que vai atender pacientes portadores de câncer e seus acompanhantes, além das mães que tenham seus filhos na UTI Neo Natal da unidade. “Vamos oferecer um ambiente criado especialmente para acolher pacientes e acompanhantes no momento em que mais precisam”, pontuou. Uma boa! 

OS TRAPALHÕES

Lista (I) – Uma leitora do aQui, em e-mail enviado à redação, abordou a questão da lista dos servidores públicos, divulgada pelo Palácio 17 de Julho, que ainda não tinham se recadastrado, exigência necessária se quisessem receber os salários de maio. “Publicar uma lista de inativos, antes do prazo e nela constar os homens fortes do governo é brincadeira de mau gosto, só pode!”, escreveu, apresentando como sugestão para a capa do jornal deste sábado, 20, a charge bolada por ela, com o seguinte título? “OS TRAPALHÕES!”. É. Faz sentido. “Que gente bem assessorada!”, ironizou. “O prefeito precisa de um assessor de verdade”, completou. Maldade!

 

Lista (II) – Ela estava se referindo ao decreto de nº 14.348 (elefante no jogo do bicho), que publicou a lista contendo nome, matrícula e CPF de 2,1 mil servidores públicos (matrículas) que não fizeram o recadastramento no período estabelecido, que para muitos só venceu ontem, sexta, 19 (ver www.voltaredonda.rj.gov.br). Ah, no dia em que a lista saiu, 11.782 funcionários (9.267 ativos e 2.515 inativos) tinham se recadastrado, segundo dados do secretário de Planejamento, Júlio Andrade.

 

Lista (III) – O decreto determinou ainda que os servidores inativos, pensionistas e licenciados que moram fora de Volta Redonda poderão se recadastrar até 30 de junho. Para isso, terão que enviar os documentos ‘autenticados em cartório’ pelos Correios, junto com o preenchimento de um Formulário de Recadas-tramento (disponível no site) assinado pelo servidor, com o ‘reconhecimento de firma autenticada’ em cartório ou consulado. Os cartórios vão fazer a festa. 

 

Lista (IV) – A comissão do recadastramento tem até 30 de julho para apresentar a Samuca um relatório final dos trabalhos. Ou seja, tem que dizer se achou ou não algum ‘fantasminha’ vagando pelo Palácio 17 de Julho.

 

Lista (V) – Mas é bom que os verdes coloquem as barbas de molho. É que alguns servidores estão dispostos a entrar na Justiça contra a prefeitura de Volta Redonda por ter tornado público seus nomes, matrículas e CPFs. “Agora estamos correndo risco de um esperto usar nossos dados, copiados do portal da prefeitura, para dar golpes no mercado, nos bancos etc”, pontuou um deles. Faz sentido.

 

Lista (VI) – Entre os que não se recadastraram existe até gente que já morreu, que nunca trabalhou e nunca recebeu um tostão dos cofres públicos. Não seriam fantasmas. Seriam pessoas que fazem concurso, passam, recebem uma matrícula e vão trabalhar ‘emprestados’ no governo do Estado ou na União, onde os salários são sempre melhores.

 

Inativos – Ontem, sexta, 19, o recadastramento dos servidores inativos da prefeitura de Volta Redonda foi feito debaixo de um clima de constrangimento total. Muitos, idosos e já debilitados, nem conseguiam subir as escadas do prédio. Um deles, inclusive, foi carregado no colo por um Guarda Municipal aposentado. As meninas do atendimento só voltaram chorar diante de tanta reclamação. E a culpa não é delas, é óbvio.