Jornal Aqui - Volta Redonda - Barra Mansa

Quinta-Feira, 17 de Outubro de 2019
0
Publicado em 16/09/19, às 09:54

Fiscaliza VR

Xodó do prefeito Samuca Silva, que sempre que pode sugere que as pessoas utilizem o aplicativo para reclamar, elogiar ou pedir algum serviço, o ‘Fiscaliza VR’, em sete meses de funcionamento, já contabiliza 20.578 acessos. Das solicitações, 66,87% já teriam sido atendidas e as demais estariam “em andamento ou aguardando para serem solucionadas”. “Estamos modernizando todo o processo com mais e melhores recursos, como análise georeferenciada, gráficos interativos e muito mais, permitindo um melhor atendimento por parte do poder público. A tecnologia vem para somar forças e desenvolvermos um trabalho eficiente diariamente. Tudo isso de forma transparente”, comemora Samuca.

O secretário de Planejamento, Transparência e Modernização da Gestão, Enock Azevedo, vai além. “O sistema, desde sua implantação, já passou por diversas melhorias e hoje está disponível tanto na plataforma Android como IOS. Desde o seu lançamento já foram realizadas mais de 20 mil solicitações; dentre elas, aproximadamente 14 mil já foram solucionadas pela prefeitura. É importante que o cidadão faça a inclusão da sua solicitação dentro do sistema web ou pelo aplicativo. Porque a partir dele você consegue receber informações toda vez que sua solicitação tiver andamento. Assim, a prefeitura fica mais próxima de você, tornando a nossa cidade melhor”, disse.

Segundo Enock, as solicitações mais registradas são sobre iluminação pública, buracos nas vias, recolhimento de entulho e podas de árvores. E os bairros com maiores solicitações seriam o Retiro, a Vila Santa Cecília e o Santo Agostinho.

Os textos e as fotografias veiculadas nas páginas do aQui se encontram protegidos por direitos autorais, sendo vedada sua reprodução total ou parcial para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra, sem prévia e expressa autorização de Jornal Aqui Regional. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos. E no caso de utilização indevida, o usuário assumirá todas as responsabilidades de caráter civil e/ou criminal.