Jornal Aqui - Volta Redonda - Barra Mansa

Sábado, 17 de Agosto de 2019
0
Publicado em 28/01/19, às 09:38

Faixa preta

A insegurança que agita as ruas da cidade também é sentida no inte-rior das escolas da rede municipal de Ensino de Volta Redonda. Prova é que na quarta, 22, vários professores, que estão envolvidos no projeto “Eu me amo, eu me pro-tejo”, passaram por ca-pacitações psicológicas e aulas práticas com a ex-lutadora Érica Paes. “O nosso trabalho nada mais é do que o acolhimento e assistencialismo às mulhe-res vítimas de violências de todas as formas cometidas por homens. Através de técnicas de defesa pessoal vamos possibilitar a essas mulheres uma forma de defesa”, justificou Dayse Penna, titular da secretaria de Políticas para Mulheres, Idoso e Direitos Humanos (SMIDH).

Érica Paes explicou que esteve em Volta Redonda para capacitar os professores da secre-taria de Educação, visto a importância e relevância do tema, mas anunciou que as aulas serão ministradas pela profes-sora Perla Moura. “Vale lembrar que essas violências sempre são cometidas por homens, mas o nosso foco é fazer com que as mulheres saiam da vitimização e retomem a autoconfiança, o brilho no olhar, a vontade de viver e saiam do estado de choque. Inserindo novamente no mercado de trabalho e levantando a autoestima. Nosso trabalho faz com que as mulheres voltem a ter coragem”, entende Érica.

A professora Perla Moura, responsável por dar as aulas para as mulheres que sofrem violência, diz que o programa será levado a todas as mulheres da comunidade. “Ensinamos mulheres a reconhecer e se antecipar à ação de um agressor com técnicas de visualização e leitura corporal e comportamen-tal desses criminosos em potencial. Além dessas ações, trabalhamos de forma preventiva com essas mulheres, o que afeta a vida particular delas, já que vão saber caso ocorra alguma ação. Ensinamos a sair de um risco de violência iminente”, pontuou.

O prefeito Samuca Silva entende que as aulas serão uma boa forma de prevenção e enfrenta-mento, além de ser gratuito. “Esse trabalho é de quali-ficação dos professores que vão conduzir o polo. A participação de Érica Paes enriquece os nossos pro-jetos de políticas públicas destinadas às mulheres. A minha orientação é que sejam sempre realizadas ações como essa”, finalizou Samuca.

Os textos e as fotografias veiculadas nas páginas do aQui se encontram protegidos por direitos autorais, sendo vedada sua reprodução total ou parcial para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra, sem prévia e expressa autorização de Jornal Aqui Regional. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos. E no caso de utilização indevida, o usuário assumirá todas as responsabilidades de caráter civil e/ou criminal.