Jornal Aqui - Volta Redonda - Barra Mansa

Sexta-Feira, 20 de Outubro de 2017
0
Publicado em 13/02/17, às 10:03

Bate bola – Sergio Luiz

A foto foi a reunião que definiu a comissão técnica do primeiro time do Voltaço em 1976. Foi realizada no gabinete do prefeito Nélson Gonçalves.  

2017-02-10-PHOTO-00000558

Da esquerda para a direita: vereador Joaquim Ramos, em pé atrás o supervisor Ialdo Coutinho, sentados, o radialista Dário de Paula, prefeito Nelson Gonçalves, técnico Paulinho de Almeida, Supervisor Flávio Costa e o jornalista Ubirajara Ramos. Os demais não foram identificados.

Empataço

O Voltaço voltou a decepcionar o seu torcedor ao empatar com o Bangu em 1 a 1, na segunda, 6, em pleno Raulino de Oliveira. É o terceiro empate consecutivo na Taça Guanabara (Resende 2 a 2, Portuguesa 3 a 3 e Bangu, 1 a 1).  Os mais otimistas (ou cegos) entendem que o time ainda não perdeu; que está invicto desde 2016. Para os críticos, entretanto, o time não perdeu, mas também não ganhou. Fico com estes, afinal, os empates tiraram a possibilidade de o Voltaço brigar por uma vaga nas semifinais da Taça Guanabara. 

 

Apesar de o técnico Cairo Lima insistir em dizer que o time está subindo de produção, na prática o que se vê, de verdade, é um time mal escalado, mal distribuído. Os erros da zaga são infantis e o goleiro Douglas não inspira confiança. Os volantes ainda não assimilaram o que o treinador deseja deles, e Higor Leite anda jogando numa posição que não é a dele. Sem contar a insistência do técnico em escalar o meia Diogo Souza, mal fisicamente, vindo de uma contusão. E Pipico ainda não disse nada, nem em campo. 

 

Amanhã, domingo, 12, às 19h30min, o Voltaço enfrentará o Vasco da Gama, mais uma vez no Raulino de Oliveira. As chances de classificação são remotas. O Volta Redonda precisa vencer e torcer por um milagre para voltar a ter chances de ficar com a segunda vaga do seu grupo, que já tem o Fluminense classificado.

 

O torcedor que vem fazendo a sua parte, proporcionando uma média de 2.500 torcedores nas últimas partidas, anda impaciente com a falta de vitórias. E o técnico Cairo Lima já está com sua batata assando. Se perder para o Vasco, não sei se a diretoria vai aceitar passivamente mais uma decepção. Quem viver verá!

 

Parabéns

O Volta Redonda F.C completou 41 anos de fundação no último dia 9, quinta-feira. Detalhe: sem nenhuma comemoração que marcasse uma data tão importante. Deixo aqui as  homenagens para todos os dirigentes, torcedores, jogadores, treinadores, conselheiros e jornalistas que, ao longo da existência do tricolor de aço, dedicaram um pedaço de suas vidas para manter o Voltaço vivo. Valeu!

 

 

Copa do Brasil

Depois de encarar o Vasco, amanhã, domingo, 12, pelo estadual, o Voltaço vai enfrentar o Cruzeiro (BH), na quarta, 15, às 21h45min, no Raulino pela Copa do Brasil. O time mineiro, pelo novo regulamento da competição, joga por um empate.

 

História

Meu amigo e radialista Paulo César Alves, hoje na rádio Mix de Volta Redonda, é um figuraço. Certa vez, lá pelos idos de 1980, fomos transmitir um Fla x Flu no Maracanã. Chegamos cedo ao estádio e como não ainda não tínhamos cabine fixa, nos posicionamos na tribuna de imprensa,  nas arquibancadas. De repente, procuramos pelo PC e quando vimos, ele estava numa rampa acima das cabines ao lado do ex-jogador Flávio, o peito de aço. Cheguei perto do nosso herói e vimos que estava com os olhos fixos em direção ao gol a direita das cabines de rádio. Detalhe: estava chorando. Perguntei: “O que aconteceu?”. E, sob o olhar atento do velho artilheiro, Paulo César saiu com essa: “É muita emoção”. Concordei com ele, pois, realmente ver o estádio cheio e estar ao lado do ídolo com Flávio era emocionante. Porém, não era nada disso. PC explicou: ”Foi ali, naquele gol, que deixei a marca da bola, no travessão, num chute que dei atuando pela seleção da Marinha, numa preliminar de um Fla x Flu.” O peito de aço virou o rosto e debochadamente deu um sorriso, como se dissesse: ”Esse cara é maluco”. Paulo César enxugou as suas lágrimas de crocodilo e foi comentar o clássico. É mole?

 

 

Barra Mansa I

A reunião do Conselho Deliberativo do  Barra Mansa só contou com a presença  de quatro pessoas que iriam analisar as propostas de duas empresas, de um grupo gaúcho e de um chinês. Como não houve quórum, a reunião foi remarcada para segunda, 13, às 19h30min, no Clube Municipal. O presidente do Conselho, Silvio Francisco Alves, distribuiu para os conselheiros as duas propostas para que sejam analisadas.

 

Barra Mansa II

A informação que se tem  é  que o contrato já estaria assinado há 25 dias com o grupo gaúcho o que gera um tremendo mistério em torno de um assunto tão importante, não é mesmo? 

 

Bola fora

Para os preços cobrados nos bares do Raulino de Oliveira. Uma latinha de cerveja sai por R$ 7,00 e refrigerantes a R$ 6,00. Estão furando os olhos do torcedor

 

Bola dentro

Para os próximos jogos no Raulino: amanhã, domingo, 12, entre Voltaço e Vasco;  e na quarta,  15, entre Volta Redonda e Cruzeiro. Pra quem gosta de futebol, serão dois bons pratos. Casa cheia, com certeza. Valeu!

 

 

Os textos e as fotografias veiculadas nas páginas do aQui se encontram protegidos por direitos autorais, sendo vedada sua reprodução total ou parcial para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra, sem prévia e expressa autorização de Jornal Aqui Regional. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos. E no caso de utilização indevida, o usuário assumirá todas as responsabilidades de caráter civil e/ou criminal.