Jornal Aqui - Volta Redonda - Barra Mansa

Terça-Feira, 26 de Março de 2019
0
Publicado em 11/03/19, às 08:39

Direitos da mulher

O dia 8 de março para muitos é um marco da luta das mulheres por melhores condições de vida e trabalho. Em alusão à data, as prefeituras de Barra Mansa e Volta Redonda, através das secretarias de Saúde e de Assistência Social e Direitos Humanos de Barra Mansa e a secretaria de Políticas para Mulheres, Idosos e Direitos Humanos da cidade do aço, organizaram várias atividades que serão desenvolvidas durante todo o mês. Com foco no combate à violência doméstica, serão oferecidas palestras de caráter informativo acerca de temas da atualidade, como por exemplo, o feminicídio.
Em Barra Mansa, de acordo com a secretária de Assistência Social, Ruth Coutinho, serão abordados os diversos tipos de violência enfrentados pela mulher – física, patrimonial, moral e psicológica. “Nossa intenção é levar informações às mulheres sobre seus direitos, mas acima de tudo, orientá-las para os casos de agressão física, que podem culminar em morte”, disse.
Rutinha, como ela é conhecida, destaca que a Lei Maria da Penha (Lei nº 11.340/2006), considerada a mais avançada do mundo, não tem sido suficiente para conter a violência praticada entre quatro paredes, por não estar sendo aplicada com a eficácia necessária. Ela tem razão. Em 2017, 4.539 mulheres morreram no Brasil, de acordo com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, e, dentre essas mortes, 1.333 homicídios foram tipificados como feminicídio. Dados apurados pela ONG Internacional Humans Rights Watch no começo de 2018 apontam que existem mais de 1,2 milhão de casos de agressões contra mulheres pendentes na Justiça brasileira.
“Os casos de feminicídio têm crescido. A princípio, os registros ficavam concentrados nas grandes cidades, mas agora estão ocorrendo por todos os lugares, inclusive na nossa região. São situações que chocam toda a sociedade, como o caso da corretora de Volta Redonda, assassinada no ano passado no Rio de Janeiro, cujo acusado principal do crime é o ex-marido”, destacou, indo além: “(Tem) a mulher agredida com fio de energia elétrica pelo marido em Angra dos Reis; a mulher espancada também pelo marido com um soquete de feijão (alho) em Barra Mansa e, mais recentemente, também na nossa cidade, da gestante que veio a óbito em decorrência das agressões sofridas pelo companheiro, na segunda-feira de Carnaval”, detalhou Rutinha.
“Não podemos nos conformar diante de tamanha violência, por isso é importante a conscientização de que a lei por si só não muda condutas. A educação é o instrumento mais transformador que a gente tem pra mudar essa realidade. Um homem não pode achar que pode matar a mulher porque ela o contrariou ou não quer mais manter o relacionamento”, analisou a secretária, ressaltando a importância da denúncia junto aos órgãos de segurança para garantir medidas protetivas à mulher e, consequentemente, aos filhos”, completou.

Volta Redonda tem programação especial para o mês da Mulher

Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, celebrado ontem, sexta, 8, a prefeitura de Volta Redonda preparou uma programação de atividades para este mês, com ações de diversas secretarias. A secretaria de Saúde, por exemplo, promove durante todo o mês a Campanha Municipal de Prevenção ao Câncer Ginecológico e de Mama, com o tema “Mulher, a sua saúde é prioridade!”. Na Policlínica da Mulher, será oferecido às pacientes um café da manhã e orientações sobre a importância dos exames.
Além disso, até o dia 31, acontece um mutirão que pretende realizar mais de 4,5 mil exames – Papanicolau (preventivo para mulheres de 25 a 65 anos, incluindo gestantes) e mamografia (para mulheres acima de 40 anos). Os exames acontecem das 9 às 17 horas em todas as unidades UBS (Unidade Básica de Saúde) e UBSF (Unidade Básica de Saúde da Família), além da Policlínica da Mulher. O Dia D acontecerá no dia 30 (sábado).
 No dia 31 de março, a secretaria de Esporte e Lazer vai promover uma edição especial da Rua de Lazer em comemoração ao Mês da Mulher. O foco será o combate ao sedentarismo e todos os projetos da Smel farão parte da comemoração, a partir das 8 horas.

Confira a programação completa de Barra Mansa

Dia 11 – 9h30min – Palestra no espaço Reviver , no Centro
Dia 12 – 9 horas – Palestra no Cras Getúlio Vargas – 15 horas – Palestra no CRAS da Vila Principal
Dia 13 – 9 horas – Palestra no Cras do Metalúrgicos – 14 horas – Palestra no CRAS do Moinho de Vento e do bairro Paraíso – 15 horas – Roda de conversa na Aciap de Volta Redonda
Dia 15 – 9 horas – Palestra no Cras de Nossa Senhora do Amparo
Dia 18 – 9 horas – Palestra no Cras de Floriano
Dia 19 – 9 horas – Palestra no Caps  (Centro de Atenção Psicossocial), na Rua Cristóvão Leal
Dia 20 – 9 horas – grupo terapêutico no Espaço reviver
Dia 21– 9 horas – Palestra no Cras de Rialto
Dia 22 – 9 horas – Café da manhã na SMASDH
Dia 25 – 7h30min – Palestra na Cooperativa de Catadores de BM – 9 horas – no Centro POP, Ano Bom
Dia 26 – 14h30min – Palestra no Cras da Vila Natal
Dia 27 – 9 horas – Palestra no Cras da Vila Coringa
Dia 28 – 9 horas – Palestra no Capsi, na Avenida Francisco Vilela
Dia 29 – 9 horas – Palestra no Cras do São Pedro

Os textos e as fotografias veiculadas nas páginas do aQui se encontram protegidos por direitos autorais, sendo vedada sua reprodução total ou parcial para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra, sem prévia e expressa autorização de Jornal Aqui Regional. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos. E no caso de utilização indevida, o usuário assumirá todas as responsabilidades de caráter civil e/ou criminal.