Jornal Aqui - Volta Redonda - Barra Mansa

Quinta-Feira, 21 de Junho de 2018
0
Publicado em 11/06/18, às 09:50

Curtas

Triagem Odontológica no UniFOA

TPOD_002

Na próxima segunda, 11, os alunos e professores do curso de Odontologia do UniFOA realizarão mais uma triagem para atendimento do público no segundo semestre. Crianças, jovens e adultos interessados poderão comparecer ao campus Olezio Galotti, em Três Poços, das 13 às 16 horas para se inscreverem. Esta é a 5ª edição do evento que já se tornou tradição na instituição.

Na ação, a população poderá receber atendimento nas mais diversas especialidades Odontológicas que o UniFOA dispõe nos cursos de Graduação e Pós-Graduação, como: Dentística (restaurações dentárias), Odontopediatria (crianças), Cirurgias (exodontias), Próteses Dentárias, Endodontia (canal), Periodontia (gengivas) e Ortodontia (aparelho).

O público-alvo são crianças entre quatro  e nove anos, adolescentes e adultos. As pessoas atendidas deverão ter em mãos documento com foto (RG) e, no caso de menores de idade, a certidão de nascimento ou RG e a presença do responsável.

“O curso de Odontologia do UniFOA ainda possui atendimento para pacientes oncológicos e portadores de necessidades especiais, práticas que somam à experiência na área de alunos e professores”, lembrou a professora responsável pela triagem, Lívia Tavares.

 

Festival de prêmios no Açude

33649384_10155906016603241_1711586708459356160_n

No final do mês de maio a AMABA (Associação de Moradores e Amigos dos bairros Açude I, II, III e IV) promoveu o 3º Festival de Prêmios da gestão “Açude em Ação”. O evento reuniu mais de 90 pessoas, e o presidente da associação, Alan Cunha, aproveitou para agradecer aos mais de 50 patrocinadores que participaram na execução da festa, sendo que 14 deles eram de outros bairros de Volta Redonda.  

Alan Cunha disse que o dinheiro arrecadado será investido na reforma da sede e da subsede no Açude I e no Açude IV, e prometeu apresentar todas as notas fiscais com gastos na reforma dos espaços físicos da associação de moradores. 

 

Eventos religiosos na Ilha São João

DSC_6252

O prefeito Samuca Silva começou a semana mexendo em um vespeiro ao receber na manhã de segunda, parte da bancada dos evangélicos da Câmara de Volta Redonda para tratar de um assunto indigesto: o seu veto ao Projeto de Lei 120/07, que concedia a isenção de taxas e aluguéis a igrejas para utilização do espaço da Ilha São João. PL que segundo a Procuradoria Geral do Município seria inconstitucional. “A Prefeitura já apoia eventos religiosos na Ilha São João, mas como o projeto é inconstitucional, foi vetado após o parecer da Procuradoria Geral do Município, por ter vício de iniciativa. Como poderia gerar redução de receitas, essa medida teria que ser tomada pelo Executivo e não pelo Legislativo”, justificou.

O encontro aconteceu a pedido dos vereadores Laydson Cruz, Guarda Isaac, Fernando Martins, Pastor Washington, Paulo Conrado, Sidney Dinho e Paulinho do Raio-X. O autor, que é o vereador Carlinhos Santana, não foi convidado.

Atendendo aos parlamentares, Samuca decidiu criar um grupo de trabalho para tratar só sobre assuntos de eventos religiosos realizados na Ilha São João – que terão representantes das igrejas e instituições religiosas, dos vereadores e do governo. O Gegov (Gabinete de Estratégia Governamental) será o interlocutor da prefeitura no grupo de trabalho. “É com diálogo que vamos avançar. A prefeitura sempre apoiou e continuará apoiando as festas religiosas na Ilha São João. Porém, não podia sancionar uma lei que é inconstitucional”, finalizou.  

Como era de esperar, o pai da criança esperneou. Em apresentou um novo projeto para a cessão da Ilha às entidades de cunho religioso. De depender de Santana, o espaço poderá ser cedido, sem a cobrança de aluguel, desde que a prefeitura cobre as despesas de limpeza, água e iluminação. Esqueceu da segurança? Ou ele quer que as festas não tenham a presença dos integrantes da Guarda Municipal?

 

“Caricaturando a Copa”

image004

A Galeria de Arte Cílio Bastos, localizada no Gacemss, está promovendo a exposição “Caricaturando a Copa”, do designer, comunicador visual, desenhista, chargista e caricaturista Cristóvão Villela. Inspirada na Copa da Rússia, a mostra apresenta diversas caricaturas dos jogadores.

Não é a primeira vez que o artista retrata o esporte. Na época da última Copa do Mundo, sediada inclusive no Brasil, Cristóvão fez caricaturas de todo o time brasileiro. O sucesso e a grande repercussão lhe renderam até um convite para participar do programa “Encontro com Fátima Bernardes”, na TV Globo.

Além das caricaturas, Cristóvão ministra aulas de desenho no Gacemss e trabalha como freelancer. Quer conhecer o artista? Visite seu blog em  http://cristovaovillela.blogspot.com.br/

Serviço:

Visitação: até 29 de junho, de segunda a sexta, das 10 às 18 horas

Local: Galeria de Arte Cílio Bastos – Espaço Cultural Gacemss

 

Violência contra o idoso

WhatsApp Image 2018-06-05 at 17.49.09

A secretaria de Políticas para Mulheres, Idosos e Direitos Humanos (SMIDH), realizou na terça, 5, uma reunião para tratar das ações que serão realizadas durante todo mês, sobre o combate a violência contra o idoso e o “Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa”. Segundo Dayse Penna, titular da pasta, a participação de todas as secretarias será importante para alcançar um maior público. “Essa data é muito relevante para chamar atenção e informar a sociedade sobre os cuidados que devemos ter com os idosos. Com a realização de todas essas parcerias só tende a melhorar o alcance das políticas públicas já realizadas. Além de conscientizar sobre a violência contra a pessoa idosa” , justificou.

O prefeito Samuca Silva destacou o encontro entre as pastas para abordar um tema tão importante. “A parceria entre as secretarias é muito importante. Nossa gestão se comprometeu a trabalhar com diálogo e é isso que estão realizando. Nossa cidade tem políticas públicas consolidadas que ajudam no combate e na valorização dos idosos. Acredito que, trabalhando em conjunto, o alcance e a visibilidade do tema serão ainda maiores “, contou.

Além de discutir ações relacionadas ao combate à violência contra a pessoa idosa, no encontro foram apresentados os dados estatísticos de casos de violência, as leis e estatuto para os profissionais que atuam nessas áreas e a rede de atendimento e as ações e serviços que são prestados ao público para o caso de violação de direitos.

De acordo com Dayse Penna, a troca de informações e a capacitação dos profissionais que trabalham com idosos é muito importante. “Abordar esse tema de forma simples e com informações, chamando a sociedade a participar, é muito importante. Queremos capacitar ainda mais os profissionais que trabalham nesta área” , enfatizou.

 

Movimento negro

Na terça, 5, o Fórum de Supervisão de Estágio em Serviço Social do UniFOA promoveu um debate sobre “A Resistência e Luta do Movimento Negro”, abordado pela ex-aluna e militante do grupo, Eliana Carmem. Nele, ela  levantou questões presentes no cotidiano, como a abordagem do negro em seu local de moradia; os preconceitos raciais e religiosos enraizados na cultura brasileira; a visibilidade da militância nos dias atuais; e a lei 10.639/03, que fala sobre o ensino da história e cultura afro-brasileira e africana e ressalta a importância da cultura negra na formação da sociedade.

Eliana contou ainda que a abordagem sobre as questões raciais era pouco debatida dentro da academia e analisa como positivo o interesse dos acadêmicos pelo movimento. “Antigamente não era comum ver os cursos debaterem sobre estes assuntos, penso que tivemos um grande avanço com a abordagem desse conteúdo, porque é algo que está ligado ao cotidiano, vejo que momentos como esse são grandes conquistas do movimento negro”, afirmou.

A professora Karin Alves, responsável pela atividade, afirmou que existe uma preocupação do curso de Serviço Social em apresentar temas que possam somar à formação dos estudantes. “São assuntos que estão em nossos debates atuais e por ser uma atividade de extensão e de estágio que envolve alunos e supervisores da área, o resultado são experiências enriquecedoras”, concluiu.  

 

Junho Vermelho

No próximo dia 14 de junho, doadores de sangue serão celebrados em todo o mundo. A ação busca garantir estoques para o mês de julho, de férias escolares.

Junto aos hemocentros de todo o país, o Hemorio vai celebrar o Junho Vermelho, mês definido no calendário nacional para lembrar a importância da doação de sangue e buscar mais doadores fidelizados. A data faz referência ao Dia Mundial do Doador de Sangue, comemorado em 14 de junho.

“A doação de sangue é um ato de solidariedade e que efetivamente salva vidas. Felizmente temos contado com o apoio da população e nossos números mostram isso. Cada bolsa de sangue doada pode salvar até quatro pessoas, é um ato simples que faz toda a diferença”, disse o secretário de Estado de Saúde, Sérgio Gama.

 

Os textos e as fotografias veiculadas nas páginas do aQui se encontram protegidos por direitos autorais, sendo vedada sua reprodução total ou parcial para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra, sem prévia e expressa autorização de Jornal Aqui Regional. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos. E no caso de utilização indevida, o usuário assumirá todas as responsabilidades de caráter civil e/ou criminal.