Jornal Aqui - Volta Redonda - Barra Mansa

Terça-Feira, 12 de Dezembro de 2017
0
Publicado em 04/09/17, às 09:01

Curtas

Concerto OSBM Juvenil no Asilo da Mendicidade 07-Gustavo Dias

Na tarde de sábado, 26 de agosto, um encontro de gerações animou o ambiente do Asilo da Mendicidade, em Barra Mansa. É que a Orquestra Sinfônica Juvenil (OSBM), do projeto ‘Música nas Escolas’, realizou um concerto para os 52 idosos mantidos pela instituição com um repertório para lá de especial. Foram tocados sucessos de Luiz Gonzaga, Roberto Carlos, Michael Jackson, Beatles e outros grandes nomes da música nacional e internacional. E o som que fez a terceira idade ‘sacudir o esqueleto’ foi brasileiro. Ao final da apresentação, o maestro Werley Nicolau pediu para que as músicas de Luiz Gonzaga fossem tocadas novamente e convidou a todos para dançar, solicitação prontamente atendida. As cadeiras foram então afastadas e até mesmo alguns integrantes da orquestra tiraram os idosos para dançar.

Sebastião Diolindo, 77, definiu o momento como maravilhoso. “Foi muito bonito. Eu falo que o que faz um lugar bom é o bom coração e aqui estão pessoas de bom coração. Essa música trouxe alegria para nós e quem alegra os outros alegra a Deus também”, definiu.

O presidente do Asilo, Vivaldo Moreira (que já dirigiu a Associação da OSBM), falou sobre a importância de atividades deste tipo para a instituição. “Tenho um orgulho muito grande de ter sido presidente da Associação da Orquestra. Precisamos muito que essas ações aconteçam mais vezes. Aqui eles vivem bem, têm atividades todos os dias e hoje vocês vieram coroar esse nosso trabalho. O mais importante é o amor, o carinho das famílias e de vocês”, ressaltou. Além da orquestra, ainda estavam presentes membros do movimento Ação Voluntária do Sul Fluminense e visitantes.

Prefeito recebe homenage do Tiro de Guerra- Paulo Dimas (3)

O prefeito de Barra Mansa Rodrigo Drable, recebeu na segunda, 28, a visita do subtenente Aldo Melo de Lima, chefe de instrução do Tiro de Guerra, que aproveitou o encontro para lhe entregar a comenda ‘Amigo do Tiro de Guerra’. “A comenda é entregue como um reconhecimento às pessoas que fazem serviços relevantes no município, como uma forma de apreço pelos serviços prestados em favor de Barra Mansa”, disse o subtenente.

Ao receber a homenagem, Rodrigo aproveitou para elogiar o trabalho desenvolvido pelo Tiro de Guerra em Barra Mansa. “É muito gratificante ter o nosso esforço reconhecido, principalmente, por quem também realiza um trabalho de relevância para o município”, comemorou.

Na sexta, 25, o Tiro de Guerra realizou uma cerimônia de formatura em celebração ao Dia do Soldado. Na ocasião, outras autoridades foram homenageadas com o título de ‘Amigo do Tiro de Guerra’, entre eles Marcelo Borges, presidente da Câmara; Luiz Furlani, secretário de Ordem Pública; Vantoil de Souza, secretário de Educação; Fanuel Fernando de Paula, diretor executivo do Saae; Denilson Câmara, coordenador da Defesa Civil; Joel Valcir Pereira, comandante da Guarda Municipal.

 

III Encontro UniFOA das Religiões de Matriz Africana

Combater o preconceito através da transmissão de informação. Esse foi um dos objetivos do III Encontro UniFOA das Religiões de Matriz Africana, que aconteceu na quinta, 31 de agosto, no Centro Histórico Cultural do campus Três Poços. Com o tema ‘Religando a cidadania’, a terceira edição do Encontro contou com um diálogo sobre a história das religiões de matriz africana e de que forma estas se inserem no contexto atual. O evento reuniu alunos, professores, representantes da Defen-soria Pública da União, Escritório da Cidadania, palestrantes e comunidades.

Além de proporcionar o avanço da parceria entre o UniFOA e a Defensoria Pública, o encontro também permitiu que fosse abordada a criação do plantão de tutelas coletivas, cuja finalidade é cuidar de grupos mino-ritários, associações religiosas e grupos de portadores de doenças graves. O organizador do evento e responsável pelo Escritório da Cidadania do UniFOA, Dario Aragão Neto, explicou que os estudantes aprendem a criar e registrar estatutos, dando vida legal a esses locais. Por meio do Escritório, eles têm a oportunidade de vivenciar na prática determinados procedimentos jurídicos que precisam de muita atenção. “Nesse encontro, tivemos o privilégio de ser o primeiro Núcleo de Prática Jurídica da região a entregar um estatuto pronto e já regularizado para uma instituição religiosa. Para o UniFOA, sediar o evento é importante para formar uma sociedade melhor, que possua conhecimento sobre essas temáticas”, pontuou.

O conceito do evento foi ainda aproveitado pela pesquisadora Lourence Alves, que realizou uma Oficina no laboratório do curso de Nutrição, propondo aos alunos preparações características da ‘cozinha de santo’, com insumos naturais.

WhatsApp Image 2017-08-26 at 17.29.56

Na noite de quinta, 24, os integrantes do Instituto Dagaz estiveram na Câmara de Volta Redonda para receber a Medalha Getúlio Vargas – maior honraria do poder Legislativo – graças a uma indicação do vereador Paulinho do Raio-X. A homenagem se justifica, afinal a ONG presta serviço à sociedade há oito anos e cerca de oito mil pessoas são atendidas em todo o Sul Fluminense com atividades desenvolvidas no Condomínio Cultural, por meio de parcerias para oferecer aulas gratuitas de balé, capoeira, música, dança, futsal, circo e rugby, ministradas no Volta Grande III.

“Estamos muito felizes com a medalha. É um reconhecimento de um trabalho sério, que valoriza nossos jovens e crianças através da cultura, educação e esporte. Agradecemos ao vereador Paulo Cesar da Silva, o Paulinho do Raio-X, pela lembrança, e a todos os vereadores. Esse é mais um estímulo para darmos continuidade ao nosso trabalho. Somos muito gratos também aos nossos parceiros e toda a equipe que merece essa homenagem, pois faz tudo isso acontecer”, comemorou a coordenadora geral da ONG, Clarisse Netto.

 

Escolher o curso e, consequentemente, saber como será sua futura profissão é um desafio para muitos estudantes diante de tantas opções. Nesse sentido, um esclarecimento sobre cada área e sua atuação é sempre válido. Cerca de 230 alunos das quatro escolas da Fevre receberam esse auxílio através de uma iniciativa da prefeitura de Volta Redonda em parceria com a fundação. A palestra “Trabalho, Ética e Futuro”, realizada no auditório do Colégio XXIII, no Retiro, foi ministrada pelo juiz federal João Marcelo Oliveira Rocha.

Segundo o presidente da Fevre, Eduardo Dessupoio, a intenção foi proporcionar aos adolescentes uma reflexão sobre a carreira que pretendem seguir. “É importante que desde cedo eles tenham esta percepção, já que falta pouco para eles estarem dentro das universidades ou cursos técnicos. Além da educação tradicional, a Fevre se preocupa com a formação do ser humano”, ressaltou.

Após a palestra, os jovens foram para a quadra da unidade de ensino, onde foi realizada a Feira do Futuro. No local, foram posicionadas barracas de universidades com apresentação de seus cursos para oferecer aos estudantes explicações sobre cada segmento e ajudá-los na decisão.

A aluna do Colégio José Botelho de Athayde, Larissa Barbosa, 17, revelou que saiu do evento com a certeza do que estudar na faculdade. “Estava um pouco na dúvida do que queria seguir e precisava de alguém para abrir os horizontes. Pretendo cursar direito”, concluiu.

Os textos e as fotografias veiculadas nas páginas do aQui se encontram protegidos por direitos autorais, sendo vedada sua reprodução total ou parcial para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra, sem prévia e expressa autorização de Jornal Aqui Regional. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos. E no caso de utilização indevida, o usuário assumirá todas as responsabilidades de caráter civil e/ou criminal.