Jornal Aqui - Volta Redonda - Barra Mansa

Terça-Feira, 16 de Julho de 2019
0
Publicado em 24/06/19, às 10:03

Curtas 1154

Para os amantes de games
Estudantes de Volta Redonda já podem se inscrever para o 2º Campeonato Municipal de Games que será realizado em julho. A novidade é que não apenas os estudantes das escolas públicas (municipal e estadual) poderão participar, mas também os da rede particular. A ficha de inscrição já está disponível no site www.voltaredonda.rj.gov.br/games e os finalistas disputarão a próxima edição do Anime Fest Fan, prevista para 19 de outubro.
O campeonato é uma realização da Coordenadoria da Juventude (CoordJuv), com o apoio do gabinete de Estratégia Governamental do Palácio 17 de Julho, da Fevre e ainda das secretarias de Educação e Cultura da cidade do aço. Podem se inscrever estudantes de 10 a 29 anos, matriculados em instituições de ensino regular. Segundo os organizadores, serão realizadas quatro seletivas nos meses de agosto e setembro para definir os oito finalistas das modalidades dos games Fifa e Just Dance. A final acontecerá simultaneamente à próxima edição do Anime Fast Fan, em outubro, na Arena Games, na Ilha São João.
Para o prefeito Samuca Silva, o campeonato de Games é uma forma de promover a interação entre os estudantes das escolas municipais, estaduais, federais e particulares. “Os jovens gostam de jogos eletrônicos e nada melhor que isso para aproximar uns dos outros e trocar experiências de uma forma divertida. Isso colabora também para o desenvolvimento deles no ambiente escolar”, comentou.
Vale lembrar que a Anime Fast Fan é um dos maiores eventos de cultura nerd do estado, e este ano, segundo Luciano Campos, um dos organizadores do evento, a novidade será a Arena LoL. “Uma super atração à parte”, destacou.

Políticas públicas para os animais

A iniciativa é inédita. O prefeito Samuca Silva se reuniu com representantes da Rede de Defesa e Proteção Animal para discutir propostas de Políticas Públicas para os animais. A partir do encontro, as entidades que cuidam e protegem os animais na cidade do aço vão apresentar ao poder público, no prazo máximo de 90 dias, propostas viáveis para a criação de um Plano de Proteção Animal.
A ideia surgiu da necessidade de se criar políticas públicas em favor dos animais. Pra se ter uma ideia, só em 2018, a secretaria de Meio Ambiente recebeu mais de 300 denúncias de maus tratos contra animais. “Esse é um governo que respeita o diálogo. Marquei essa reunião com todos os grupos para ouvir as sugestões e analisarmos a viabilidade de cada situação (…) vamos continuar trabalhando para que os projetos sejam executados”, ressaltou Samuca.
Adoção animal
Na última ‘Rua de Compras’, realizada na Amaral Peixoto, 11 animais (entre felinos e caninos) ganharam um lar. Os animais levados para adoção foram recolhidos, pelo grupo de proteção Amor Animal, das ruas e de lares que não ofereciam as mínimas condições de sobrevivência.
Vale lembrar que a secretaria de Meio Ambiente criou, há dois meses, a Coordenação de Bem Estar e Proteção Animal. Desde então, já foram recebidos mais de 200 pedidos de fiscalização por maus tratos a animais. “Recebemos denúncias de maus tratos diariamente. Também já castramos mais de 20 animais por dia no Centro de Controle de Zoonoses, com foco na assistência às organizações e cuidadores individuais. Com as doações na Rua de Compras, iniciamos uma nova fase na política de Proteção e Bem Estar Animal, com um foco mais positivo e dire-cionado à sensibilização das pessoas”, comentou um dos organizadores.
Outra novidade é o aplicativo Fiscaliza VR, que melhorou o atendimento das demandas da população em relação a crimes contra os animais. “Estru-turamos a equipe e capacitamos os fiscais. A Guarda Municipal é uma parceira para suporte a ações como apreensões e traslado de animais para castrações junto ao CCZ e situações de enfrentamento nas ações fiscais”, explicou Alexsandra Fernandes, coordenadora do Bem Estar Animal.

 

Lixo eletrônico
A pilha velha, o celular quebrado, as peças de computador e tantos outros lixos eletrônicos que a gente acumula em casa têm destino certo e sustentável na cidade do aço. Trata-se do Descarte Solidário de Lixo Eletrônico, que é uma ação organizada pelo Rotary Clube com o apoio da prefeitura de Volta Redonda. Pelo menos a cada mês é realizada uma edição do Descarte em algum ponto estratégico da cidade do aço. A última foi no dia 9 de junho, na Praça Brasil, na Vila, e pasmem, foram recolhidas 10 toneladas de lixo eletrônico.
Segundo Anderson Oliveira, um dos organizadores do Descarte Solidário e membro do Rotary Clube, o material recolhido é vendido para empresas de reciclagem e o dinheiro arrecadado vai para entidades beneficentes. Na última edição, o valor arrecadado foi para a Associação de Pais e Amigos dos Deficientes Físicos (Apadefi) e para a Casa da Amizade de Volta Redonda. A ideia é criar um ponto de coleta permanente para equipamentos eletrônicos, para facilitar o descarte correto. “Enquanto a gente não consegue criar este ponto permanente, a gente conta com as parcerias. A Apadefi, no Retiro, recebe este tipo de material. Quem quiser pode deixar lá”, avisou Anderson.

Combate às drogas
Começou na quarta, 19, e vai até a próxima quarta, 26, a Semana Municipal de Prevenção ao uso de Álcool e outras Drogas, realizada pela Coordenadoria de Prevenção às Drogas, da secretaria de Saúde. O evento é anual e este ano o tema é “Com álcool e outras drogas não se brinca. Prevenção ao uso de álcool e outras drogas começa na infância”. A ideia é discutir o assunto, capacitar servidores que trabalham com a questão e ainda conscientizar as famílias assistidas que enfrentam o problema.
As ações de prevenção são desenvolvidas nas escolas públicas com alunos e professores. “Na primeira semana do mês, já atingimos uma média de 3,6 mil crianças diretamente, mas nossa meta até o final do mês é alcançarmos aproximadamente 42 mil alunos da rede pública, do IFRJ (Instituto Federal do Rio de Janeiro), servidores públicos das unidades de saúde e famílias, através do Programa Escola Preventiva”, ressaltou Ricardo Cunha, coordenador da CMPD.

 

Curso técnico
O consórcio Cecierj (Cederj) e a Faetec estão com inscrições abertas para o primeiro processo seletivo, por meio de sorteio, para o curso técnico de Administração. O curso é na modalidade de educação à distância (EAD), nível médio, semipresencial, tem duração de quatro semestres (2 anos) e é oferecido pelo TEC Rio. Para concorrer a uma vaga é necessário ter concluído, integralmente, o ensino médio até a data da matrícula. As inscrições vão até o dia 28 de junho.
Para se inscrever é preciso acessar o site da Faetec (www.faetec.
rj.gov.br) ou o site da organizadora da seleção (www.selecon.org.br). São 300 vagas destinadas a cinco escolas técnicas estaduais: todas na cidade do Rio de Janeiro e uma delas em Nova Iguaçu. Como a modalidade é a distância, semipresencial, é possível que moradores de Volta Redonda cursem o ensino oferecido. Maiores informações podem ser obtidas nos sites mencionados acima.

Praça do Eucaliptal é revitalizada
O prefeito Samuca Silva entregou aos moradores do Eucaliptal as obras de revitalização da Praça 7 de Setembro, localizada à Rua Floriano Peixoto. A reforma era uma reivindicação antiga dos moradores e estava prevista no Orçamento Participativo para 2019. As obras duraram 60 dias e contemplaram a pavimentação em piso de concreto, recuperação dos brinquedos e bancos, instalação de brinquedos em madeira, assentamento de mesas para jogos, instalação de chuveirão, colocação de churrasqueira, pintura com desenho artístico nos bancos (através do projeto #VRCOLORIDA), pintura geométrica no piso, pintura dos aparelhos de ginástica e ainda a recuperação do alambrado do parque.
Durante a cerimônia de entrega das obras, Samuca anunciou ainda a abertura de licitação para a reforma do campo de futebol society do bairro.

Os textos e as fotografias veiculadas nas páginas do aQui se encontram protegidos por direitos autorais, sendo vedada sua reprodução total ou parcial para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra, sem prévia e expressa autorização de Jornal Aqui Regional. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos. E no caso de utilização indevida, o usuário assumirá todas as responsabilidades de caráter civil e/ou criminal.