Jornal Aqui - Volta Redonda - Barra Mansa

Quarta-Feira, 26 de Setembro de 2018
0
Publicado em 25/06/18, às 10:09

Curtas 1103

18-06-2018 - gabinete gistatica - gabriel borges (6)

Centro Municipal de Ginástica
Os seis atletas de Volta Redonda que disputaram a final do campeonato brasileiro de ginástica de trampolim, em Ouro Preto (MG), e que conquistaram uma medalha de ouro e outra de bronze, vão poder se gabar muito mais daqui em diante. É que, ao serem recebidos por Samuca Silva, eles arrancaram do prefeito a promessa da construção de um Centro Municipal de Ginástica, com o local ainda a ser definido pela equipe técnica da secretaria de Esporte e Lazer da prefeitura de Volta Redonda. “Queremos garimpar os talentos do esporte na cidade. Eles serão encaminhados para o centro municipal e receberão treinamentos mais específicos. Mas a iniciação esportiva estará em todas as escolas da rede municipal”, justificou Samuca, arrancando sorrisos dos jovens atletas.

Ele foi além. Divulgou que nos próximos jogos estudantis a modalidade entrará na competição. “Assim, vamos plantar uma semente do esporte em todas as escolas de Volta Redonda. Que os atuais atletas da equipe da cidade sejam referência para os iniciantes na Ginástica Olímpica”, destacou Samuca Silva.

O atleta Pedro Cayo, 9, aluno da Escola Municipal Miguel Couto, ostentava  sua medalha de prata. Detalhe: segundo sua mãe, Inês de Jesus Batista, o campeão só treina há um ano. “Ele já está conquistando resultados incríveis”, disse, toda orgulhosa. Ana Beatriz Ferreira, da Escola Municipal Paraíba, foi medalha de bronze. “Amo treinar e disputar as competições. Essa será a primeira medalha de tantas que ainda virão”, prometeu. Além dos dois, participaram do encontro com o prefeito e também foram finalistas: Isabela Macedo (12 anos), Raylon Batista (22 anos), Letícia de Jesus (11 anos) e Isabel Vasconcelos (11 anos).

PHOTO-2018-06-16-17-13-53-1-1

Pró-idosos
“Orientar-se para orientar”. Esse foi o tema do seminário sobre a violência contra os  idosos, realizado no auditório da Biblioteca Municipal, no sábado, 16, reunindo professores de educação física, além de outros profissionais que trabalham diretamente com idosos e ainda representantes das secretarias de Ação Comunitária; Direitos da Mulher e dos Idosos; Cultura; Saúde e de Esporte e Lazer, que aproveitaram para apresentar seus projetos e ações em prol do pessoal da Terceira Idade.  

Referência na região sobre estudos relacionados ao envelhecimento, a convidada especial do seminário, Ivanete da Rosa Silva de Oliveira, falou sobre a importância de capacitar os profissionais que trabalham com os idosos. “É de fundamental importância dominar e também saber multiplicar informações inerentes aos idosos. Devemos trabalhar com a perspectiva da prevenção, em todos os aspectos”, destacou.

Shirley de Jesus Gomes é professora de educação física da Smel há 30 anos. Ela participou do seminário e aprovou a iniciativa. “Eu trabalho há muitos anos com idosos e entendo bem a realidade deles. Tenho pais idosos em casa também. Eles necessitam de um atendimento diferenciado e acho que o seminário contribuiu, sim, nesse sentido. É um excelente investimento do governo em nós”, agradeceu.

A secretária de Esporte e Lazer Maria Paula Tavares destacou o número de idosos atendidos pela Smel. “Cerca de 7.400 idosos são atendidos pela Smel. A maioria passa pelos professores de educação física. Então é importante que todos conheçam as ações que cada secretaria desenvolve. Após essa etapa, vamos pensar em mais ações em conjunto em benefício do público idoso”, ressaltou.

Nova imagem

Detran nas escolas
Uma parceria entre o Detran e a secretaria estadual de Educação vai oferecer o curso extracurricular de aulas teóricas de direção em 46 escolas de ensino médio, 22 delas no interior do estado, sendo uma em Volta Redonda e outra em Barra Mansa. As aulas já começaram e o projeto vai beneficiar 1.150 estudantes a cada ano letivo.
O conteúdo didático do curso é maior do que o oferecido pelas autoescolas, e com a carga horária duplicada. Enquanto os alunos daqueles estabelecimentos são obrigados a ter 45 horas de lições teóricas, os das escolas estaduais terão 90. Em Volta Redonda a escola selecionada foi o Ciep 484 Toninho Marques; em Barra Mansa, o Ciep 292 Professora Jandyra Reis de Oliveira (Barra Mansa).

VR

Voltaço – Se é falsa ou não a postagem, ninguém sabe, mas que um voltarredondense ganhou seu minuto de fama na Praça Vermelha, na Rússia, isso ninguém pode negar. De quebra, promoveu o time do Voltaço, que, cá pra nós, não está com essa bola toda não, não é mesmo? Pelo ineditismo e criatividade, merece aplausos do time da cidade do aço. Afinal, quem pensaria em levar uma bandeira do Volta Redonda para assistir aos jogos da Copa do Mundo?

Visita – Quase 100 crianças estiveram conhecendo na terça, 19, as instalações do Estádio Raulino de Oliveira. Eram 30 alunos do Centro Municipal de Educação Infantil Alkindar Cândido da Costa, da Água Limpa, e 40 alunos da rede privada de ensino de Volta Redonda. A ação teve como objetivo apresentar o espaço e despertar o interesse dos alunos pelo esporte e a Copa do Mundo.

Os textos e as fotografias veiculadas nas páginas do aQui se encontram protegidos por direitos autorais, sendo vedada sua reprodução total ou parcial para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra, sem prévia e expressa autorização de Jornal Aqui Regional. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos. E no caso de utilização indevida, o usuário assumirá todas as responsabilidades de caráter civil e/ou criminal.