Jornal Aqui - Volta Redonda - Barra Mansa

Sábado, 19 de Agosto de 2017
0
Publicado em 05/06/17, às 10:06

Curtas

“Movimento Vida Interativa”

A prefeitura de Volta Redonda lança neste sábado, 3, às 9 horas, no ginásio da Praça Marechal Osório, na 249, o projeto se Movi (Movimento Vida Interativa), que tem por objetivo a promoção da saúde, a prática da cidadania, a motivação do esporte e do lazer, a disseminação da arte e da cultura, a consolidação da mulher, o fortalecimento da educação e a preservação do meio ambiente. Por isso, o projeto conta com o envolvimento de todas as secretarias, autarquias e coordenadorias ligadas ao Palácio 17 de Julho.

Conforme mapeamento realizado pela secretaria de Saúde, Volta Redonda é dividida por territórios. No total somam-se 10. O Movi será lançado no território 1, que compreende os seguintes bairros: Ponte Alta, Conforto, São Carlos, Rústico, Eucaliptal, São Lucas, 249, Jardim Ponte Alta e São Cristovão. A previsão é de que a cada dois meses o Movi migre para outro território, até contemplar toda a cidade.

Diversas atividades acontecerão nos principais locais públicos de todos os bairros citados acima. Foram contemplados os ginásios, escolas, praças, UBS e UBSF (Unidade Básica de Saúde e Unidade Básica de Saúde da Família), igrejas, creches e os Cras (Centro de Referência de Assistência Social). As ações serão realizadas de 3 a 29 de julho e serão abertas a toda a população.

 

Eleições online

 

A 11ª edição do Parlamento Juvenil (PJ), projeto da Assembleia Legislativa que tem o objetivo de incentivar a participação dos jovens na política, continua batendo recordes. Depois de, pela primeira vez, todos os 92 municípios fluminenses terem inscrito candidatos, outra nova marca: o segundo turno, nos dias 13 e 14 de junho, terá eleições online.

O PJ é uma iniciativa democrática e transparente. Os candidatos são estudantes do 1º e 2º anos do ensino médio da rede pública estadual do Rio, entre 14 e 17 anos. No primeiro turno, em 24 de maio, 46 cidades escolheram seus representantes. Eles foram eleitos pelos próprios colegas, por votação direta. Agora, a novidade é que tudo poderá ser feito pela internet. “A eleição online moderniza o processo eleitoral e possibilita a participação de toda a rede estadual”, ressalta o deputado Wanderson Nogueira (Psol), que coordena o projeto pelo terceiro ano consecutivo.

A campanha para o segundo turno nas unidades escolares, diz Wanderson, já está liberada, mas ele ressalta, no entanto, que a direção de cada escola precisa formalizar o processo por meio de carta de autorização: “Assim, o candidato poderá ter acesso a outras escolas”, pontuou.

Saiba como votar

O estudante deve acessar o site do PJ, clicar no banner de votação, na parte superior do portal, fazer um login com sua rede social, inserir o número de matrícula e data de nascimento, escolher o candidato da sua cidade, confirmar a escolha e finalizar.

 

 

Sem Tabaco 

No Dia Mundial sem Tabaco, comemorado na quarta, 31, um dado chamou a atenção em Volta Redonda: de cinco mil pessoas inscritas no programa de Controle ao Tabagismo e outros Fatores de Risco, 70% são mulheres. Segundo a coordenadora do programa, Ana Lúcia Peixoto Quaresma, um dos principais motivos é a junção do cigarro ao uso de anticoncepcional. “Com isso, elas procuram tratamento para não adoecer por terem maior risco com os problemas de trombose”, ressaltou, acrescentando que também há outras razões. “O homem, quando entra no grupo, geralmente logo sai, infelizmente, talvez por ser mais radical. Já a mulher é um pouco mais persistente. Coisas da personalidade, relacionadas à preservação da vida e preocupação com os filhos”, comentou.

As unidades básicas de Saúde e de Saúde da Família de Volta Redonda, além do UniFOA (Centro Universitário de Volta Redonda), no bairro Aterrado, oferecem o tratamento contra o tabagismo. Os interessados devem procurar a unidade de saúde mais próxima, levar identidade, comprovante de residência e cartão SUS (Sistema Único de Saúde). O usuário passa por um teste, que discrimina o grau de dependência psicológica, comportamental ou física.

Depois, a pessoa será inserida em um grupo cognitivo comportamental, onde irá frequentar reuniões por cinco semanas. De acordo com cada indivíduo, irá receber o tratamento com adesivo e goma de mascar, que são repositores de nicotina, além da bupropiona – um medicamento. “A pessoa será acompanhada de um médico especialista, onde irá passar para a fase de manutenção, que dura um ano. Nesse período, o paciente frequenta a unidade nos primeiros dois meses de 15 em 15 dias e depois uma vez ao mês. Mas nada impede de que ela vá mais vezes”, ressaltou Ana Lúcia. No Brasil, de acordo com dados da Organização Mundial da Saúde, 23 pessoas morrem por hora por conta do tabaco.

 

NOME E RG

Empresas prestadoras de serviço já estão obrigadas a informar aos consumidores os dados dos funcionários que executarão o atendimento na casa ou estabelecimento comercial dos solicitantes. É o que determina a Lei 7.574/17, de autoria da deputada Lucinha (PSDB), sancionada pelo governador Luiz Fernando Pezão. “Em muitos casos, assaltos se concretizam justamente porque o consumidor solicitou o serviço e, quando os criminosos comparecem se identificando como funcionários da empresa acionada, têm livre acesso ao local pelo próprio morador da residência”, justificou a parlamentar. De acordo com a lei, o prestador de serviço, ao ser contactado, fica obrigado a enviar, em pelo menos uma hora antes do horário agendado, uma mensagem de celular com os nomes e os números de RG dos funcionários destacados para o atendimento. Se o solicitante não tiver celular, os dados devem ser passados por e-mail. Caso o consumidor também não tenha e-mail, a empresa deve criar, no ato do agendamento, uma “palavra-chave” que será informada pelos funcionários enviados para o atendimento.

“Dessa forma, o consumidor poderá se certificar que aquela pessoa é de fato enviada pela empresa, garantindo, assim, a segurança”, comentou Lucinha. O texto classifica como prestadoras de serviço empresas de telefonia, internet, TV a cabo, satélite e digital, especializadas em reparos elétricos e eletrônicos, autorizadas de empresas de aparelhos de utilidades domésticas, concessionárias de energia elétrica e empresas fornecedoras de gás encanado para fins comerciais e de seguro.

A norma também determina que seu descumprimento sujeitará o infrator às penalidades previstas no Código de Defesa do Consumidor. Na tramitação na Alerj, o projeto que originou a lei foi acrescido de uma emenda dando 60 dias para que as prestadoras de serviço se adequem a partir da data de publicação.

Os textos e as fotografias veiculadas nas páginas do aQui se encontram protegidos por direitos autorais, sendo vedada sua reprodução total ou parcial para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra, sem prévia e expressa autorização de Jornal Aqui Regional. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos. E no caso de utilização indevida, o usuário assumirá todas as responsabilidades de caráter civil e/ou criminal.