Jornal Aqui - Volta Redonda - Barra Mansa

Terça-Feira, 12 de Dezembro de 2017
0
Publicado em 21/11/17, às 10:42

Curtas 1072

Água em Três Poços
13-11-2017 - obra saae 3 pocos - gabriel borges 3_cr
O prefeito Samuca Silva esteve na segunda, 13, vistoriando as obras de construção da nova rede de abastecimento de água da Vila Rica-Três Poços. São três quilômetros de rede para uma região com cerca de 15 mil moradores. Orçada em quase R$ 1 milhão, dinheiro próprio do Saae-VR, os trabalhos devem terminar no final de janeiro de 2018, prevê José Geraldo, o Zeca, presidente da autarquia.

Com o término da construção, a rede de Três Poços será independente à do bairro Água Limpa. O que, segundo os técnicos do Saae, vai sanar a falta de abastecimento de água, um antigo problema enfrentado pela comunidade, principalmente no verão. “Estamos corrigindo um erro histórico de abastecimento de água. Antes, a mesma rede abastecia os dois bairros. Agora serão independentes, como sempre deveria ter sido. Isso demonstra o respeito que estamos tendo com a população e com o dinheiro público”, frisou Samuca.

A obra começou na altura da metalúrgica Cibal, na Avenida Paulo Erley Alves Abrantes. O bom é que o trânsito não será afetado, ressalta Zeca, lembrando que a segunda etapa do investimento será a construção de um reservatório com capacidade para armazenar até um milhão de litros de água. Ele será instalado em um morro próximo ao ginásio poliesportivo Heth Lustosa Bastos. Neste caso, as obras começarão em 2018, o que vai possibilitar que a água chegue com maior pressão às residências da região. “Será pela força da gravidade. Por isso, escolhemos o morro mais alto da região para instalar o reservatório. Em caso de emergência, o reservatório terá a capacidade de abastecer a região por, pelo menos, três dias”, destacou Zeca.

COMBATE À CORRUPÇÃO
Os vereadores de Volta Redonda aprovaram, em primeira discussão, na sessão de terça, 14, a Mensagem 032/2017, enviada pelo prefeito Samuca Silva, para regulamentar a LM 4.248/2007 e criar o Conselho Municipal de Transparência e Combate à Corrupção (CMTCC). “Enviamos esse projeto ao Legislativo, visando a atualização da lei, de modo que se torne viável a implantação do conselho em Volta Redonda. Nossa proposta está dentro de uma prática sólida de combate à prática de corrupção”, comentou o prefeito, que acrescentou: “Cabe destacar que são 10 anos de lapso temporal da aprovação da lei para essa regulamentação, o que justifica a necessidade desta atualização para adequada efetivação deste conselho, que irá ter relevante papel em nossa sociedade”, afirmou.
O prefeito lembrou que em 18 de abril assinou o decreto 14.305, com medidas que visavam a valorização dos recursos públicos. “Entre as medidas, extinguimos qualquer tipo de sigilo sobre as informações municipais, a chamada Transparência Ativa. Além disso, os secretários não podem ser indicações políticas e se encaixarão na lei da ficha limpa, além de ter uma análise técnica”, argumentou.
A composição do Conselho Municipal de Transparência e Combate à Corrupção será formada por membros do governo e da sociedade civil. Sendo um titular e um suplente do Gabinete de Estratégia Governamental; da Procuradoria Geral do Município; da secretaria municipal da Fazenda; da secretaria municipal de Administração; da secretaria municipal de Planejamento, Transparência e Modernização da Gestão; e da Controladoria Geral do Município.
Já os membros da sociedade civil serão um titular e um suplente da Federação das Associações de Moradores; da Ordem dos Advogados do Brasil; do Sindicato dos Servidores Públicos de Volta Redonda; e da Associação Comercial, Industrial e Agropastoril de Volta Redonda.
O prefeito Samuca explicou que a composição de membros da sociedade civil será feita por essas entidades até a prefeitura realizar a primeira Conferência Municipal de Transparência e Combate à Corrupção. “Nessa ocasião serão eleitos 12 representantes (seis titulares e seis suplentes), de membros da sociedade civil, para compor o CMTCC”, explicou.

Vai sonhando – Para inaugurar a Rodovia do Contorno, o secretário estadual de Obras, José Iran, quer trazer ninguém mais ninguém menos que o impopular presidente Michel Temer. A novidade foi anunciada por ele em entrevista a Dário de Paula, na manhã de ontem, sexta, 17. Sonhar não custa nada, né?

‘SEMANA DO POVO PRETO’
Em comemoração ao Dia da Consciência Negra, feriado de 20 de novembro, a secretaria de Cultura de Volta Redonda, em parceria com o Coletivo Kekerê, está promovendo a Semana do Povo Preto, com diversos eventos no Memorial Zumbi, na Vila, com direito a apresentações de arte, música, dança, além de palestras, gastronomia e momentos de reflexão.
Confira a programação do final de semana:
18/11 – sábado – 15 horas – Rodão de Jongo (Jongo Di Volta, Jongo de Pinheiral e Jongo de Arrozal) – 19h30 – Áurea Martins e Flávio Porto
19/11 – domingo – 15 às 21 horas – 2º Festival de Curimba do Sul Fluminense (Tio Casemiro, Pai Elcio de Oxalá, Pai Ivo de Carvalho, Thami Coutinho)
20/11 – segunda – 15 horas – Desfile Afro – Nambib Pro Models; 17 horas – Grupo Amigos do Gueto; e 19 horas – Maryzelia

LISTA DE MEDICAMENTOS
Os vereadores de Volta Redonda também apresentam bons projetos de Lei. Um deles é de Luciano Mineirinho (PR), que torna obrigatória a divulgação da lista de medicamentos fornecidos pela rede municipal de Saúde. Por ele, a divulgação deverá ser feita pelo site oficial do município e também em postos de saúde e hospitais da cidade do aço.
A iniciativa pode ajudar cidadãos dependentes de remédios, como é o caso do voltarredondense Luiz Lopes, avô de um rapaz com epilepsia, que foi prejudicado, como o aQui mostrou na edição passada, por conta de um erro de digitação de um documento da secretaria de Saúde. Nele, a informação que consta é de que ele teria estocado em casa uma quantidade de um determinado remédio suficiente para 90 anos. “É importante destacar que esse projeto visa prestar contas à população. Muitas vezes o cidadão tem dificuldades para obter ou, até mesmo, saber se a prefeitura possui um remédio específico. Meu objetivo é agilizar este processo, através de um simples clique no site da prefeitura”, explicou Mineirinho, satisfeito.
Assim que for publicada no Diário Oficial, a lei entrará em vigor, mas a prefeitura terá ainda 90 dias para regulamentar a medida, que segue os critérios da Lei Nacional de Transparência, de garantia de acesso à população de todos os dados importantes dos órgãos públicos. “Tenho batido nessa tecla de transparência desde o primeiro dia do meu mandato”, resumiu Mineirinho.

‘CRIANÇA FELIZ’
146fotos dorinha lopes (1)
O prefeito de Porto Real, Ailton Marques, recebeu na manhã de segunda, 13, diversos prefeitos e autoridades do Sul Fluminense para ouvir uma palestra do ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, que falou sobre como as prefeituras poderão acessar recursos federais por meio de programas do MDS. Ele destacou ainda a importância do trabalho que será realizado através do ‘Programa Criança Feliz’, que acompanhará crianças de até 3 anos beneficiárias do ‘Bolsa Família’ e as de até 6 anos que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC).
“A missão do Ministério é melhorar a qualidade de vida das pessoas que vivem em situação de vulnerabilidade social; por esse motivo também, foi reajustado recentemente o valor repassado à população usuária do Programa Bolsa Família, o qual atualmente não tem fila de espera”, explicou Osmar Terra.
Na foto, prefeitos, vice-prefeitos e vereadores de Porto Real, Resende, Barra do Piraí, Piraí, Pinheiral, Paracambi, Quatis, Barra Mansa, Rio Claro, Volta Redonda, Paulo de Frontin, Paraty, Silva Jardim, entre outras cidades.

Os textos e as fotografias veiculadas nas páginas do aQui se encontram protegidos por direitos autorais, sendo vedada sua reprodução total ou parcial para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra, sem prévia e expressa autorização de Jornal Aqui Regional. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos. E no caso de utilização indevida, o usuário assumirá todas as responsabilidades de caráter civil e/ou criminal.