Jornal Aqui - Volta Redonda - Barra Mansa

Segunda-Feira, 9 de Dezembro de 2019
0
Publicado em 02/09/19, às 08:48

Cicuta não é Amazônia

A Federação Nacional dos Estudantes de Direito (Fened) fez uma associação infeliz ao relacionar as queimadas na Amazônia à Floresta da Cicuta, em Volta Redonda. Pelo menos é o que a entidade insinua ao convocar os universitários da cidade do aço e setores da sociedade civil para um ato público em defesa da Cicuta. O ato político está marcado para sábado, 7 – no feriado da Independência. Com o lema “A Cicuta é Nossa Amazônia!”, o grupo vai se concentrar na Praça Brasil, a partir das 15 horas.

 

A Fened justifica a referência à Cicuta (que não tem nada a ver com as queimadas na Amazônia) dizendo ser necessário aproveitar o momento para protagonizar as questões locais. “(…) Em detrimento do desmonte das políticas de proteção ambiental, (a Cicuta) corre o risco nesse período de estiagem que se aproxima. Mas, além disso, sairemos às ruas pela Amazônia, que sofre do mesmo mal, uma política de proteção ambiental irresponsável e de redução dos equipamentos de proteção ambiental. Somos contrários a tais políticas como afrontas ao direito fundamental do meio ambiente equilibrado”, diz um trecho do texto de convocação. O ato teria o apoio da Comissão Ambiental da OAB-VR e dos diretórios acadêmicos da UFF, UGB, FOA e UBM.

 

A iniciativa, entretanto, causou indignação ao corpo ambiental da CSN. “De novo, trata-se de movimento da Comissão Ambiental Sul e do presidente da OAB em Volta Redonda”, pontua um dos integrantes. “Trata-se de mais uma odiosa movimentação oportunista que tenta se aproveitar da tragédia na Amazônia para criar problema que não existe em Volta Redonda”, acrescenta, pedindo para não ser identificado. “A Floresta da Cicuta nunca pegou fogo, justamente porque é muito bem cuidada pela CSN”, disparou. Outro foi além. “Vamos gravar o ato e pedir ao Jurídico da CSN que processe todo aquele que dirigir calúnia, injúria ou difamação à empresa”, destacou.

Os textos e as fotografias veiculadas nas páginas do aQui se encontram protegidos por direitos autorais, sendo vedada sua reprodução total ou parcial para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra, sem prévia e expressa autorização de Jornal Aqui Regional. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos. E no caso de utilização indevida, o usuário assumirá todas as responsabilidades de caráter civil e/ou criminal.