Jornal Aqui - Volta Redonda - Barra Mansa

Terça-Feira, 10 de Dezembro de 2019
0
Publicado em 22/07/19, às 08:55

Centro Regional de Reabilitação

Até o final do ano, a prefeitura de Barra Mansa pretende inaugurar um Centro Regional de Reabilitação para atendimento gratuito à população. A unidade funcionará no espaço da antiga UPA, na Região Leste, e terá capacidade para atender mais de mil atendimentos por dia, devido ao horário estendido de atendimento – das 7 às 22 horas. A nova clínica vai oferecer serviços de excelência em reabilitação, atuando em casos de distúrbios neurológicos, pós-traumas e acidentes vasculares.

A implantação deste Centro Regional de Habilitação é um projeto que vem sendo construído entre o município, governo do Estado e ainda com o ex-prefeito de Volta Redonda, Gotardo Neto. “A proposta é que pessoas que são submetidas a procedimentos cirúrgicos ou que sofram qualquer tipo de lesão tenham como reestabelecer suas funções plenas de saúde. Para isso, elas precisam de uma atenção especializada para sua total reabilitação. Antes não tinha essa estrutura, agora terá”, explicou Gotardo.

A ideia do Centro de Reabilitação é implantar um serviço necessário em uma estrutura já existente e em uma região com grande demanda em atendimento ambulatorial. “Nós temos feito um grande esforço para Barra Mansa ser uma referência na área de saúde na região. Temos alcançado sucesso com serviços de hemodiálise, oncologia, cardiologia e agora teremos este Centro de Reabilitação”, comentou o prefeito Rodrigo Drable.

O anúncio da nova unidade reuniu presidentes de associações de alguns bairros da Região Leste. Eles foram unânimes em comemorar a chegada da nova clínica e o benefício que ela trará para a população da região. O presidente da Associação de Moradores da Mangueira, por exemplo, David Pereira Neto, lembrou que quando a prefeitura anunciou o fechamento da UPA houve uma preocupação muito grande de os moradores ficarem sem assistência médica. Mas o anúncio da nova clínica aplacou a preocupação. “Não adianta ter uma UPA que atende só 30 pessoas por dia (…). É melhor um Centro de Reabilitação que vai atender um número bem maior de moradores por dia”, comparou o líder comunitário.

A Clínica Regional de Reabilitação tem previsão de ser inaugurada até dezembro de 2019. O valor do investimento não foi informado.

Os textos e as fotografias veiculadas nas páginas do aQui se encontram protegidos por direitos autorais, sendo vedada sua reprodução total ou parcial para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra, sem prévia e expressa autorização de Jornal Aqui Regional. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos. E no caso de utilização indevida, o usuário assumirá todas as responsabilidades de caráter civil e/ou criminal.