Jornal Aqui - Volta Redonda - Barra Mansa

Terça-Feira, 13 de Novembro de 2018
0
Publicado em 19/02/18, às 10:30

Carnaval da paz

IMG-20180212-WA0059

Durante o carnaval, o prefeito Samuca Silva foi visto rondando a cidade. Segundo uma fonte, ele já teria feito o mesmo no ano passado. “É uma prática dele para pegar no pulo quem estiver descumprindo combinados com a prefeitura”, revelou, achando graça. Não precisava. De acordo com as forças de segurança, enquanto a capital e Angra dos Reis sofriam com o avanço da violência, a festa do Momo em Volta Redonda foi de uma verdadeira calmaria. Tudo correu  dentro da normalidade. Ou melhor, quase tudo. É que São Pedro resolveu castigar a população e as chuvas torrenciais provocaram vários desabamentos, como na Avenida Beira Rio.

 

Os problemas provocados por São Pedro só deram trabalho à Guarda Municipal. A Polícia Civil, segundo o delegado adjunto da 93ª DP, Marcelo Russo, garantiu que os registros de contravenção foram mínimos, nada que fugisse ao padrão de um município do porte de Volta Redonda. “Na DP de Volta Redonda não houve registros relevantes fora da normalidade. Registramos 7 flagrantes de tráfico de drogas e todos os traficantes neste caso eram maiores de idade, um alívio”, avaliou Márcio.

 

Ainda de acordo com o delegado, uma quantidade expressiva de entorpecentes foi apreendida, mas, ainda assim, segundo ele, nada alarmante levando em consideração o período do Carnaval. “Teve bastante pino de cocaína e outra apreensão grande de maconha”, resumiu, sem revelar a quantidade de cada tipo de droga.

 

Márcio comemorou ainda o fato de a DP não ter registrado nenhum caso de homicídio. “O Carnaval em Volta Redonda correu tranquilamente, pois não houve homicídio. Foi dentro do previsto e da normalidade. O caso mais sério foi o registro de porte ilegal de arma e um motorista dirigindo bêbado”, festejou.

 

Quem também demonstrou satisfação com a tranquilidade não só em Volta Redonda, mas também em Barra Mansa e Pinheiral foi o comandante do 28º Batalhão da Polícia Militar, tenente coronel Márcio Guimarães. Em nota, o policial afirmou que a violência passou longe, se sobressaindo a animação dos foliões, as marchinhas e o funk. “O 28° BPM comemora o resultado de um Carnaval seguro para toda sua população. Ao longo do período do Carnaval 2018 na região de Barra Mansa, Volta Redonda e Pinheiral, o batalhão atendeu a 27 ocorrências policiais, que resultaram na prisão de 12 indivíduos e apreensão de 2 menores de idade”, relatou.

 

Na nota, Márcio listou ainda as apreensões feitas por PMs. “Apreensões de 3 armas de fogo e um simulacro de pistola, além de 1,228 kg de maconha, 4,241 kg de cocaína e R$ 898,00 provenientes de delitos. Outros materiais de crime foram apreendidos neste mesmo período, como por exemplo: 1 kit rajada para pistola Glock, 2 balanças de precisão para aferir entorpecentes, 2 celulares e 3 rádios-transmissores usados em crimes e 1 capa de colete”, relacionou.

 

Para o comandante, assim como declarou o delegado adjunto, todos esses casos eram esperados e não representam aumento da violência. “O 28° BPM alcançou resultados expressivos, contudo, o mais expressivo foi o acontecimento de um Carnaval sem ocorrências de homicídios ou tumultos de multidão. O 28° BPM agradece a colaboração de sua comunidade no apoio as suas ações que levaram ao cenário de um Carnaval seguro e tranquilo para toda a família”, finalizou. Amém!

Os textos e as fotografias veiculadas nas páginas do aQui se encontram protegidos por direitos autorais, sendo vedada sua reprodução total ou parcial para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra, sem prévia e expressa autorização de Jornal Aqui Regional. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos. E no caso de utilização indevida, o usuário assumirá todas as responsabilidades de caráter civil e/ou criminal.