Jornal Aqui - Volta Redonda - Barra Mansa

Quarta-Feira, 24 de Outubro de 2018
0
Publicado em 11/06/18, às 10:00

Cancelada

wellington_cor1

Quem acompanhou o aQui nas últimas semanas sabe que o Conselho Ambiental de Barra Mansa (Condema) está sob os holofotes. Isso porque o vereador Wellington Pires pretende mudar a Lei Orgânica do Município para que o Funcam (Fundo Municipal de Conservação Ambi-ental) deixe de administrar uma verba oriunda do ICMS Verde (em torno de um milhão de reais ao ano) e que esta seja entregue à secretaria de Meio Ambiente. Para tratar do assunto e responder a questionamentos sobre seu projeto, o parlamentar tinha aceitado se reunir na Câmara com os conselheiros, mas, na última hora, teria mudado de ideia e cancelado a reunião que estava marcada para terça, 29, porque não queria que esta fosse aberta à população.

 

Conforme explicou uma fonte do jornal, o próprio vereador teria concordado que a reunião fosse aberta ao público. “Afinal, todos os encontros do Condema são dessa forma”, explicou, salientando que um convite formal fora disparado nas redes sociais e muitas pessoas haviam confirmado presença. “Já estava tudo certo para a reunião acontecer. O convite viralizou e muita gente disse que estaria presente. Então, para surpresa dos conselheiros, Wellington mudou de ideia, procurou o presidente do Condema e pediu para cancelar a reunião explicando que não queria que ela fosse aberta ao público”, contou.

 

O próprio presidente do Condema, Vinícius Azevedo, teria admitido aos conselheiros que Wellington havia se melindrado com o fato de que a reunião fosse aberta ao público. “Ele disse que seria mais fácil se a reunião acontecesse apenas entre o parlamentar e o Con-dema. O tempo fechou dentro do conselho por conta disso, chegando ao ponto do Vinícius excluir o grupo do WhatsApp exclusivo do Condema”, revelou a fonte.

 

Questionado, Vinícius negou que o vereador Wellington Pires tenha se negado a se encontrar com os conselheiros do Condema, mas, ao ser perguntado sobre o motivo do cancelamento da reunião, o presidente do conselho não deu qualquer resposta. Sobre o projeto de lei do parlamentar que pretende tirar a gerência do Funcam do Condema para passá-la à secretaria de Meio Ambiente, Vinícius economizou nas palavras. Em nota, disse que “o Condema não faz nenhum juízo de valor sobre leis produzidas pelo Poder Legislativo e seus componentes. Se algum integrante do Condema tem alguma posição, é posição própria e não posição do conselho”, frisou.

 

A assessoria de Wellington Pires, ao ser procurada, explicou que o vereador tinha outros compromissos fora da cidade e, por isso, pediu para adiar a reunião com os conselheiros do Condema. Disse ainda que a emenda polêmica já teria sido protocolada, mas não sabe precisar quando entrará em votação. Por fim, explicou que o parlamentar está à disposição para conversar com os conselheiros, desde que estes o procurem.

Os textos e as fotografias veiculadas nas páginas do aQui se encontram protegidos por direitos autorais, sendo vedada sua reprodução total ou parcial para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra, sem prévia e expressa autorização de Jornal Aqui Regional. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos. E no caso de utilização indevida, o usuário assumirá todas as responsabilidades de caráter civil e/ou criminal.