Jornal Aqui - Volta Redonda - Barra Mansa

Quarta-Feira, 26 de Junho de 2019
0
Publicado em 10/12/18, às 09:14

Burras cheias

O estresse do prefeito Rodrigo Drable está por um fio. É que, se tudo der certo, provavelmente no próximo dia 14, sexta, ele receberá uma bolada só. De quase R$ 11 milhões do Banco Santander, dinheiro que poderá usar para quitar salários, 13º e, se sobrar um pouco, pagar dívidas atrasadas – muitas vencidas desde o governo Jonas Marins. O valor exato que a instituição financeira terá que depositar nos cofres públicos é de R$ 10.675.279,03 – dez milhões, seiscentos e setenta e cinco mil, duzentos e setenta e nove reais e três centavos.     

 

Essa dinheirama toda é proveniente da concorrência que Rodrigo Drable promoveu para vender a folha de pagamento dos servidores públicos de Barra Mansa, vencida pelo Banco Santander, referente ao Processo 09.043/2018, que ele fez ao apagar das luzes do ano. 

 

Detalhe: o prazo legal que o Santander terá para administrar o pagamento da folha dos servidores ativos, inativos e pensionistas da administração direta, indireta, autárquica e fundacional do Poder Executivo, incluindo a utilização do sistema informatizado da instituição financeira para o pagamento dos fornecedores do município, será de 60 meses. Isso mesmo, cinco anos. Vai até dezembro de 2023.

 

O edital de homologação, publicado no jornal O Dia de terça, 4, só não diz quanto o Santander poderá cobrar pelos serviços extras que for oferecer aos servidores de Barra Mansa, como empréstimos, financiamentos etc. Nem que taxas poderá cobrar dos servidores. Previa apenas que o banco (contratada) deveria efetuar o recolhimento do valor ofertado em até 10 (dez) dias corridos, mediante ordem bancária creditada na conta da prefeitura de Barra Mansa, após a publicação da homologação. Caso o Santander não faça o depósito na data prevista, o que é pouco provável, a instituição bancária pagará uma multa diária de 0,125% sobre o valor total previsto no contrato. 

 

‘Ficou fácil ficar em dia’

Apesar de não ter revelado que vai receber quase R$ 11 milhões do Santander, o prefeito Rodrigo Drable continua com a campanha do ‘Ficou fácil ficar em dia’ nas ruas de Barra Mansa. Por ela, os débitos relativos a IPTU, ISS e outros tributos, incluindo os do Saae-BM, poderão ser quitados com descontos de 100% sobre juros e multas em cota única até o dia 21 de dezembro.

 

De acordo com o secretário de Fazenda, Leonardo Ramos de Oliveira, cerca de 300 contribuintes entre pessoas físicas e jurídicas, já foram atendidas.  ”Nossa meta é levar essa oportunidade para o maior número de pessoas possíveis, isentando-as do pagamento de juros e multas que pesam no bolso do trabalhador e no orçamento familiar. Os descontos incidem também sobre os tributos já inscritos na dívida ativa e dívidas renegociadas”, explicou Leonardo, sem revelar quanto arrecadou com os primeiros 300 contribuintes.

Os textos e as fotografias veiculadas nas páginas do aQui se encontram protegidos por direitos autorais, sendo vedada sua reprodução total ou parcial para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra, sem prévia e expressa autorização de Jornal Aqui Regional. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos. E no caso de utilização indevida, o usuário assumirá todas as responsabilidades de caráter civil e/ou criminal.