Jornal Aqui - Volta Redonda - Barra Mansa

Domingo, 21 de Outubro de 2018
0
Publicado em 30/07/18, às 08:43

Bem otimista

DSC_1145_cor1

O empresário Bruno Marini, um dos nomes mais fortes da política barramansense na atualidade, teve seu nome oficializado para canditado a deputado estadual pelo PSD, durante convenção da legenda realizada na manhã de sábado, 21, no Rio de Janeiro. No evento, o PSD lançou também uma chapa ‘puro sangue’, formada pelo deputado federal Índio da Costa para o governo do estado, e de Zaqueu Teixeira, para vice-governador (ver foto). Otimista por natureza, Bruno Marini afirmou que um dos maiores desafios do Estado é gerar emprego e renda. “O Rio enfrenta problemas muito sérios, como a falta de segurança e o aumento da criminalidade, provocados principalmente pelo desemprego. Nosso estado acumula a maior taxa de desocupação da região Sudeste, de 13,1%. Junto com Índio da Costa, vamos trabalhar muito para reverter essa situação”, ressaltou.

 

Embora não seja novato na política local – foi candidato a prefeito nas eleições de 2016, obtendo 8.966 votos –, Bruno Marini vem adotando temas regionais em seus discursos nas redes sociais. Em um deles, o empresário abre seu comentário com uma frase que teria recebido.  “Bruno, a gente ouve falar que não tem terras para trazer empresas para Barra Mansa, então como você fala em trazer investimentos para gerar empregos?”, escreveu, para logo responder: “Essa é a dúvida de muita gente. Primeiro, é bom esclarecer que investimentos, novas empresas e mais empregos nem sempre dependem de grandes áreas. Temos enormes áreas de terra sim, tanto em Barra Mansa quanto em Volta Redonda, e cidades vizinhas. Além de estar numa das regiões com mais possibilidade de crescimento do Brasil, tem muita terra disponível adequada aos diversos tipos de investimentos. Então falta o que para esse desenvolvimento? Falta abrir as portas de nossa região para o emprego e para a renda”, pontuou.

 

Para Bruno Marini, abrir as portas da região não será uma tarefa fácil. Muito pelo contrário. “Este é o nosso objetivo, planejar a região para receber investimentos, gerar empregos e oportunidades de renda para a nossa população. Mas é um trabalho que passa pela união do poder público, iniciativa privada e a população; passa pela união das cidades para se movimentar em bloco. O Sul Fluminense tem mais potencial econômico que muitos estados do Brasil”, comparou. “Nos próximos vídeos (nas redes sociais https://bit.ly/2NQlWuZ) vamos mostrar como é possível fazer essa engrenagem rodar e transformar nossa região num grande polo de desenvolvimento e de qualidade de vida”, declarou, para concluir com uma mensagem pra lá de otimista. “Você acha que estamos sonhando alto demais? Oscar Niemeyer disse: “A gente tem é que sonhar, senão as coisas não acontecem”. Israel transformou o deserto em terras produtivas, nossa região é um oásis. Tenho certeza que juntos podemos construir uma história nova para nossa região’”

PSD

Ainda na convenção de sábado, 21, o deputado-delegado Zaqueu Teixeira comentou o desejo de utilizar sua experiência na área de segurança para combater a violência e a corrupção. “O exemplo tem que vir de cima, tem que vir do governo. É possível fazer a diferença, fazer melhor e muito mais, utilizando os recursos públicos realmente em benefício da população”, ressaltou Zaqueu, salientando que muitas pessoas questionaram sua decisão de sair de um campo de esquerda e aceitar o convite do PSD e que, em resposta, falou da seriedade que norteia o partido. “É com esta seriedade que eu quero caminhar e seguir adiante”.

 

Já Índio da Costa preferiu enaltecer valores, como a honra e o interesse público. “A honra é inegociável. O interesse público é inegociável. Negociar o que não é seu é roubo. O PSD do Rio, de cabeça erguida, está pronto para governar nosso Estado”, ressaltou, aproveitando para cutucar Pezão, o atual governador.  “Para ele, tanto faz a intervenção federal no Rio de Janeiro. As vítimas do crime são apenas números. Ele, o Pezão, não se comove diante de tantas mortes. Quem pensa e atua dessa maneira não merece ser governador”, concluiu.

Mais

Outras lideranças do Sul Fluminense também tiveram seus nomes homologados pelo PSD, como Alexandre Serfiotis (Porto Real); o ex-vereador Luiz Fernando de Oliveira Pedra, de Resende, o ex-deputado estadual Nelson Gonçalves, de Volta Redonda, e o vereador Anderson da Saúde, de Itatiaia. Todos vão caminhar com Bruno Marini, é claro.

Os textos e as fotografias veiculadas nas páginas do aQui se encontram protegidos por direitos autorais, sendo vedada sua reprodução total ou parcial para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra, sem prévia e expressa autorização de Jornal Aqui Regional. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos. E no caso de utilização indevida, o usuário assumirá todas as responsabilidades de caráter civil e/ou criminal.