Jornal Aqui - Volta Redonda - Barra Mansa

Quinta-Feira, 21 de Junho de 2018
0
Publicado em 28/05/18, às 08:58

Bate bola – Sergio Luiz

Mais uma foto do Brasília F.C. do bairro Nª. Sª. das Graças, tirada em 1963. Pertence ao acervo do Aílton.

esporte

Em pé da esquerda para a direita: João Padeiro, Caveirinha, Amigo, Guinho, Zé Nilton e Helder. Agachados: Vinícius, Tião,  João Capeta, Zequinha e Nelson.

Sem empolgação

Com a vitória sobre o Bragantino por 2 a 1, gols de Luiz Gustavo e Marcelo, o técnico Marcelo Salles ganhou uma sobrevida. Se perdesse, ele dificilmente continuaria à frente do Voltaço, e chegou a 100% de aproveitamento jogando no Raulino. Foram três jogos, três vitórias. Pena que fora de casa tenha perdido todas as três que jogou. A performance, se for mantida, poderá garantir pelo menos a permanência do Volta Redonda na série C, que convenhamos deve ser o objetivo da atual diretoria.

A vitória colocou o Volta Redonda na 6ª colocação do grupo B, com 9 pontos e para chegar ao G4 o Voltaço depende de seus próprios esforços. Basta continuar vencendo em casa e tratar de pontuar fora. E precisa começar a partir deste sábado, 26, às 15h30min, quando enfrenta o Tombense, bem longe da cidade do aço. Detalhe: sem o seu principal jogador, o volante Marcelo, que está contundido. Uma vitória, ou até mesmo um empate, será importante na caminhada para obter a vaga para a série B. Quem viver verá!

 

Próximos adversários

Dia 2 de junho, sábado, às 16 horas, pega o Tupi, no Raulino, para fechar o turno enfrentando o Joinville, dia 11, às 21h15min, fora de casa. O jogo será mostrado pela TV Interativa.

 

Conselho

Na segunda, 28, haverá a reunião do Conselho Deliberativo do Voltaço para definir qual empresa fará a auditoria nas contas da atual gestão. O pedido foi apresentado pelo ex-presidente Rogério Loureiro. O custo do trabalho dos auditores, de acordo com o estatuto, ficará por conta do clube.

 

História

Na década de 60, fomos defender o Cascudo FC em um lugarejo chamado São Geraldo, distante 10 km de Além Paraíba. O nome do time era em homenagem ao velho caminhão do meu cunhado, que nos levava para as peladas nas fazendas da região. Aquele que na subida todos desciam para empurrar e na descida corriam para segurá-lo, pois o caminhão não tinha freios. Na época, eu tinha 13 anos. Era franzino, nanico e metido a jogar entre os adultos. Nesse jogo, me deram uma vaga nos aspirantes. Como era duro, não tinha chuteiras, tinha que jogar com um sapato de marca Verlon, um sucesso entre os de baixa renda. Era feito de uma borracha dura e que dava um chulé danado. Pois bem, a bola ia rolando e num cruzamento no alto, ao dar uma bicicleta, o sapato saiu do meu pé. Foi para um lado e a bola para o outro. O coitado do goleiro adversário não percebeu e deu um voo sensacional na direção do Verlon. Resultado: ele pegou o sapato e eu fui para a galera comemorar um dos gols mais bonitos da história do futebol. Concordas?

 

Auditoria

Aliás, na semana passada, um grupo de auditores que, segundo consta, seria da Federação do Estado do Rio, já esteve fazendo uma auditoria nas contas do Voltaço…

 

Barra Mansa

 Devido à greve dos caminhoneiros a Federação Carioca adiou o início do Estadual da série B2 ou terceira divisão. O Barra Mansa estrearia amanhã, domingo, 27, às 15 horas, no Raulino de Oliveira, enfrentando o Juventus com um time formado por jogadores desconhecidos, comandados pelo treinador Luiz Fernando Irala. O Leão terá um patrocinador do ramo alimentício e o apoio da Federação que irá bancar as despesas com o borderô, abatendo as despesas quando o dinheiro da venda do lateral esquerdo Dalbert for depositado. Vale lembrar que o clube tem direito a receber essa grana por ter sido o clube formador do atleta, na transferência do Nice, da França, para a Internacionale de Milão.   

 

Moção

O Volta Redonda FC recebeu na terça, 22, uma moção de aplausos da Câmara de Volta Redonda, pelo título internacional conquistado pela garotada das divisões de base, em Portugal, a Iber Cup. A iniciativa partiu do vereador Paulo Conrado (PRTB) e assinaram por todos os vereadores.

 

Esquecimento

Caiu mesmo no esquecimento a denúncia do Esporte Espetacular de que dirigentes do Barra Mansa estariam envolvidos em armações de resultados nos jogos da segundona. Ninguém fala mais nada e os dirigentes continuam sumidinhos. Seria ‘batom’ na cueca? 

 

Bola fora

Para o Barra Mansa, que terá que disputar uma terceira divisão por incompetência dos seus dirigentes. Lamentável! A cidade e a torcida não mereciam mais esse vexame. 

 

Bola dentro

Para a vitória do Voltaço sobre o Bragantino, que era o líder do grupo B da série C. Valeu!

 

Os textos e as fotografias veiculadas nas páginas do aQui se encontram protegidos por direitos autorais, sendo vedada sua reprodução total ou parcial para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra, sem prévia e expressa autorização de Jornal Aqui Regional. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos. E no caso de utilização indevida, o usuário assumirá todas as responsabilidades de caráter civil e/ou criminal.