Jornal Aqui - Volta Redonda - Barra Mansa

Terça-Feira, 25 de Setembro de 2018
0
Publicado em 11/12/17, às 08:39

Bate bola – Sergio Luiz

Esta foto é uma relíquia e foi capa do nosso livro ‘Varandão da Saudade I’. É da equipe do Rodoviário A.C. que em 1962 jogou contra a seleção de Pau Grande (RJ), que teve o reforço do já famoso Mané Garrincha. O gênio das pernas tortas jogou 45 minutos, fez um gol e, depois, foi para o boteco tomar umas ‘timbucas’. A foto pertence ao acervo do Fiinho.

aqui-esporte

Em pé, da esquerda para a direita: Zézinho, Almir, Toninho Marreta, Tim, Veludo, Pedrão e Joaquinzinho (árbitro). Agachados: Adão, Hércules, Garrincha, Fiinho, Vanderlei e Loló.

Porfírio: o ‘anjo da guarda’ do Voltaço

O Voltaço perdeu um dos seus maiores torcedores e colaboradores: o empresário Porfírio José de Almeida, que faleceu na segunda, 4, em São Paulo, vitima de infarto. Rubro negro de coração e Voltaço de paixão, Porfírio, ao longo dos últimos 41 anos, sempre ajudou o clube no anonimato. Para quem não sabe, na década de 80, tempos de vacas magras, ele assumiu a presidência do Conselho Deliberativo, quando o time vivia de pires na mão.

A situação era tão crítica que acabou provocando a renúncia do presidente Guanayr de Souza Horst. Diante do caos, Porfírio chamou para si a responsabilidade e assumiu a presidência. Os jogadores, que estavam com três meses de salários atrasados, finalmente viram a cor do dinheiro. Além de acertar as dívidas, o empresário, dono de uma das maiores empresas de terraplenagem e construção, contratou Paulo Verdan e Moreno.

Depois de sua passagem como presidente, Porfírio continuou ajudando o Voltaço. Cedeu, por exemplo, de forma gratuita, o Campo do Almeida, localizado ao lado da sua empresa, que há mais de 30 anos abriga as divisões de base do Voltaço. Se dependesse dele, isso nunca seria revelado. Mas a imprensa descobriu tudo e divulgou.

Essas são apenas algumas das muitas coisas e boas realizadas por Porfírio de Almeida, que já deve estar reforçando o time dos torcedores do Voltaço lá no céu. Descanse em paz, amigo!

 

Raulino

A Federação Carioca só liberou o Raulino de Oliveira para jogos com público de até cinco mil torcedores caso as atuais catracas, que controlam a entrada dos torcedores, não sejam trocadas, pois apresentam problemas de leitura do cartão de acesso. Nos jogos com expectativa de público de 5 mil a 20 mil pessoas, catracas provisórias terão que ser instaladas. A estreia do Voltaço será contra o Flamengo no dia 17 de janeiro.

 

Reforços

Mais dois reforços foram contratados pela direção do Volta Redonda: O zagueiro Bruno Costa, 27, vindo do Botafogo-SP, e o atacante Anselmo, 37. Vão se juntar a Luiz Paulo, Vinicius Pacheco, Rafael Granja e Fabinho Alves. Na terça, 12, deverão participar do primeiro amistoso, contra a Cabofriense, que poderá ser disputado em Vassouras ou no CT do Aero. No sábado, 16, o amistoso será contra o Taubaté; e no dia 23, contra o Tupi, de Juiz de Fora.

 

Peneira

O Volta Redonda realizará na quinta, 14, e sexta, 15, a partir das 7h30min, no Aero Clube, a sua peneira oficial para avaliação de jogadores nascidos entre 1999 e 2008. Mais informações pelo telefone 3337-7740.

 

Copa do Brasil

A CBF realizou o sorteio dos jogos da Copa do Brasil de 2018. Vasco, Flamengo, Fluminense e Botafogo entrarão nas oitaves de final. O Volta Redonda não vai participar do torneio por ter ficado em sétimo lugar no Estadual.

 

Barra Mansa

Os dirigentes do Barra Mansa não tomam jeito. Por incrível que pareça, as eleições para a presidência do clube, que estavam marcadas para segunda, 11, foram canceladas pelo presidente do Conselho, Silvio Francisco. Motivo: as duas chapas inscritas – de Andrinho e a de Thiago Campbell – estariam irregulares. Parece piada. A chapa de Campbell apelou para a justiça comum.

 

História

Ao longo dos meus 40 anos de rádio, eu tive a oportunidade de lançar vários profissionais. Mais de 30. Ajudei a muitos e me decepcionei com poucos. Mas todos passavam por um estágio, antes de serem contratados. Nervosos, cada um, até mesmo eu, tinha uma reação diferente. Pois bem. Recentemente mandei um estagiário, o amigo João Paulo, que tem potencial para ser narrador esportivo, ficar ensaiando durante o programa ‘A Voz do Brasil’. Tinha que narrar um dos jogos do Brasileirão, que acontecia às 19h30min, portanto, fora do ar. Apanhado de surpresa, o cara começou a suar frio, mas mandou ver. Em um dado momento, mais vermelho que tomate, jogou a toalha: “Não me leva a mal, mas vou fumar um cigarro para acalmar”. E largou mesmo, indo fumar na sacada das cabines, abandonando a “transmissão”. É mole?

 

Bola Fora

Para os dirigentes do Voltaço, que andam cobrando uma taxa de inscrição de R$ 50 dos garotos que queiram fazer um teste nas divisões de base do clube. Eles até tentam justificar dizendo que gastam muito para manter a estrutura, mas, sinceramente, isso não se justifica. Muitos garotos, carentes e talentosos, não têm dinheiro nem para comer, como vão conseguir a grana?

 

Bola dentro

Para o jogo do Independiente contra o Flamengo. Sobrou emoção e raça. Vamos torcer para que o espetáculo se repita e que o rubro-negro consiga vencer os argentinos na quarta, 13, no Maracanã.

Os textos e as fotografias veiculadas nas páginas do aQui se encontram protegidos por direitos autorais, sendo vedada sua reprodução total ou parcial para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra, sem prévia e expressa autorização de Jornal Aqui Regional. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos. E no caso de utilização indevida, o usuário assumirá todas as responsabilidades de caráter civil e/ou criminal.