Jornal Aqui - Volta Redonda - Barra Mansa

Terça-Feira, 12 de Dezembro de 2017
0
Publicado em 03/04/17, às 09:33

Bate bola – Sergio Luiz

Esta é a equipe de volei de Volta Redonda, vice-campeã brasileira em 1960, no Rio, representando o estado do Rio. Tinha em suas fileiras, quatro atletas da seleção brasileira. A foto é do arquivo do Serrão.

esporte

Em pé, da esquerda para a direita: Jean, Benevenuto (presidente da LDVR), Roque, Murilão, Paulo Mendes (diretor da CSN), Newdon, Tarciso, Rubem Pereira, Luiz e Renato Azevedo. Agachados: Décio, Caju, Serrão, Borboleta e  Newton.

 

Na briga por uma vaga

A vitória sobre o Nova Iguaçu, por 2 a 1, e o empate, em 1 a 1 com o Flamengo, mostram que o time do Voltaço está evoluindo na Taça Rio. Melhor. Os resultados colocaram o tricolor de aço na briga por uma vaga na semifinal do torneio. É claro que o técnico Felipe Surian tem muito a ver com esse progresso e o Volta Redonda já apresenta um futebol mais rápido, com forte marcação usando o mesmo esquema da conquista da série D do brasileirão. Ou seja, jogar fechado e sair em contra – ataques. Foi assim contra o time da baixada e quase surpreendeu os rubros – negros.

Para obter a vaga para a semifinal da Taça Rio, o Voltaço vai precisar de uma combinação de resultados nos jogos desta rodada, todos marcados para amanhã, domingo, 2, no mesmo horário. O Voltaço terá que derrotar o Macaé, no Los Lários, e esperar pelo tropeço da Portuguesa diante do Boavista, e ainda que o Vasco perca para o Nova Iguaçu. Também terá que torcer contra o Fluminense, que vai enfrentar o Flamengo, em Cariacica.

O Volta Redonda ocupa a segunda colocação do grupo C, com sete pontos, três atrás do líder, o Fluminense, e ganha no saldo de gols da Portuguesa, terceira colocada.

Mesmo que não se classifique, o tricolor do aço começa a ganhar cara de time competitivo para disputar a série C e lutar por uma das quatro vagas para a série B do brasileirão. A propósito, o time comandado por Felipe Surian estreia no dia 14 ou 15 de maio, contra o Macaé, no Raulino de Oliveira. Tenho dito!

 

Thiago Pereira

Um dos maiores nomes da natação brasileira, o voltarredondense Thiago Pereira, 31 anos, anunciou sua aposentadoria. Foi na noite de quarta, 29. “Estou me despedindo das piscinas, mas não vou deixar a natação, que será a minha vida para sempre. A natação me tornou a pessoa que eu sou. Deixo de competir, de ter o orgulho de representar o verde e amarelo por 20 anos”, disse Thiago, emocionado. Importante: deixa a natação como o maior medalhista pan-americano de todos os tempos, tendo conquistado 23 medalhas no total, sendo 15 de ouro, quatro de prata e quatro de bronze. Além disso, é o maior medalhista brasileiro em competições internacionais. Valeu, Thiago!

Base

Os garotos das divisões de base do Voltaço começam a ter oportunidades no time principal. E o caso do volante Bruno, do atacante Gustavo e do meia Luanzinho, já aproveitados por Surian.  

 

Barra Mansa

O time continua treinando com Luiz Fernando Ilara. Mas fora de campo o mistério continua e ninguém fala mais nada sobre a parceria com um dos grupos de empresários. Dizem até que eles estariam à procura de patrocinador para o clube. Ué, eles não iam entrar com o dinheiro? Me engana que eu gosto…

 

Campeão

Um dos nomes mais fortes das artes marciais da região, o voltarredondense Walber dos Anjos, 25 anos, terá um grande desafio na próxima sexta, 7 de abril, no ginásio do São Paulo, no Morumbi. Walber participará do WGP Kickboxing 36. O atleta, que luta na categoria peso meio-médio (até 78,1 kg), venceu o Pan-americano do México, disputado em outubro do ano passado. A luta será contra Marcus ‘Jon Jones’, com transmissão pela TV fechada.

 

História

Na minha querida Além Paraíba, tinha um treinador que era conhecido como Tércio Mamãe Dolores, devido à semelhança com a personagem da novela “Direito de Nascer”. Era uma figura maravilhosa e sabia levar os jogadores no bico. Futebol pra ele era simples. Por exemplo: na reunião com os jogadores no vestiário antes das partidas, dava as orientações: “Olha aqui, ô goleirão, ocê pula em todas as bolas que vierem no gol. Meus laterais, ocêis marcam os pontas, não deixam eles te dibrar e nem pode fazer os cruzos. Meus beques, óia, chega junto dos centrefor. Não pode rir pra eles. Fais cara feia. Se não eis num respeita. O Half  direito (volante), ocê marca o dez e não deixa ele jogar e vai apoiar. Meu meia esquerda, ocê vai armar as jogadas pro ataque. Ôs pontas, ocêis vai dibrar o lateral e fazer o cruzo pra àrea . Oce centrovante, vai chutar as bolas fora do arcance do o goleiro não estiver e fais os gol. E vamos pro jogo com Deus e Nossa Senhora Aparecida.” Nosso herói não complicava, não é mesmo? Acho até que Tite aprendeu com ele. É mole?

 

AVC

O presidente da LDVR – Liga de Desportos de Volta Redonda, José da Graça Lima, sofreu um AVC e esteve internado no Hospital da Unimed. Melhoras, presidente. O esporte precisa de você.

 

Bola fora

Para o árbitro Luiz Antonio da Silva,  que assinalou um pênalti inexistente contra o Flamengo; e para Luiz Fabiano, do Vasco, que peitou o árbitro ao receber cartão amarelo. Ambos acabaram com o espetáculo do jogo. Tomara que peguem um belo de um gancho.

 

Bola dentro

Para mais um show da seleção brasileira pelas eliminatórias da Copa do Mundo. Venceu e convenceu, e Neymar só faltou fazer chover. Tá valendo!

Os textos e as fotografias veiculadas nas páginas do aQui se encontram protegidos por direitos autorais, sendo vedada sua reprodução total ou parcial para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra, sem prévia e expressa autorização de Jornal Aqui Regional. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos. E no caso de utilização indevida, o usuário assumirá todas as responsabilidades de caráter civil e/ou criminal.