Jornal Aqui - Volta Redonda - Barra Mansa

Sábado, 19 de Agosto de 2017
0
Publicado em 27/03/17, às 08:42

Bate bola – Sergio Luiz

A foto pertence ao Alessandro (Fafá) e é de 1992, tendo sido tirada no antigo campo do Humaitá. É do extinto time do Laje o Laje, do Santo Agostinho, categoria Infantil, que se sagrou campeão da categoria em torneio da LDVR.

laje o laje 1992

Em pé da esquerda para a direita: Marcelinho, Alessandro (Fafá), Lele, Bizu, Heldrin, Henrique e Luciano Porquinho (Técnico). Agachados: Sapo, Edinho, Willian, Pepeu, Marcinho e Rato.

 

Um no cravo, outro na ferradura

Na estreia do técnico Felipe Surian, o Voltaço, viva, derrotou o Madureira por 3 a 2. Foi um jogão e deu aos torcedores um fio de esperança. Deve ter pensado: “Agora vai engrenar”. Ledo engano. O tricolor de aço foi a Bacaxá e perdeu por 1 a 0, gol de Felipe Gabriel, de pênalti.

 

É bem verdade que a equipe até apresentou alguns avanços, como toque de bola e saindo bem nos contra-ataques. Estava bem distribuído em campo, com alguns jogadores mostrando uma evolução técnica, como o garoto Pablo se destacando. Por outro lado, mostrou que Felipe Surian terá muito trabalho para encaixar as peças nos seus devidos lugares e colocar o time nas ‘pontas dos cascos’ para a disputa da série C do brasileirão.

 

Hoje, sábado, 25, o Voltaço joga em casa contra o Nova Iguaçu, às 18h30min, equipe que vem fazendo uma boa campanha na Taça Rio. Jogo difícil, mas o time de Surian tem que entrar para vencer, se quiser sonhar com uma vaga na semifinal do torneio. Quem viver verá!

 

Comprometimento

Alguns jogadores do Voltaço ainda não conseguiram mostrar que são ‘craques’ como apregoaram. Tudo bem que o time foi montado em gotas homeopáticas, mas não podem apresentar um futebol tão ruim. Tem mais. Poderiam pelo menos jogar com mais vontade, determinação, raça e comprometimento com a camisa, pois estão tendo a oportunidade de jogar no Volta Redonda, uma força do futebol carioca. Estão na maior vitrine do futebol brasileiro e podem crescer na vida indo parar em um grande clube. Se não pensam assim, é melhor que peguem o boné para ir embora. Tenho dito!

 

Revelação

O volante Pablo, do Volta Redonda, tem aproveitado bem a oportunidade que estão lhe dando para jogar como titular. O garoto, de 18 anos, formado na base, é uma das revelações do estadual e já está sendo observado por alguns clubes. Os direitos federativos do jogador estão divididos entre o Voltaço e um grupo de empresários.

 

Barra Mansa

Na edição passada, sugeri aos dirigentes do Barra Mansa que esclarecessem o caso da Seven Soccer, empresa com quem teriam assinado um contrato para que ela cuidasse do futebol do Leão. Através do seu assessor de imprensa, Alisson Costa, eles informaram que não fecharam com a Agesport porque já haviam se comprometido com a Seven. E que a confusão teria sido motivada pelo fato de que o dono da Agesport e mais dois diretores passaram a fazer parte da diretoria do clube. Explicaram, mas não convenceram.

 

História

REGRAS DO FUTEBOL DE RUA DE ANTIGAMENTE!

1- Os dois melhores não podem estar no mesmo time. Logo, eles tiram par – impar e escolhem os times.

2- Ser escolhido por último é uma grande humilhação, com certeza era o pior do time.

3- Um time joga sem camisa e o outro com camisa.

4- O pior de cada time vira goleiro, a não ser que tenha alguém que goste de agarrar.

5- Se ninguém aceita ser goleiro adota-se um rodízio: cada um agarra até sofrer um gol.

6- Quando tem um pênalti, sai o goleiro ruim e entra um bom só para tentar pegar a cobrança.

7 – Os piores de cada lado* *ficam na zaga.

8 – O dono da bola joga no mesmo time do melhor jogador.

9 – Não tem juiz.

10-As faltas são marcadas no grito: se você foi atingido, grite como se tivesse quebrado uma perna e conseguirá a falta.

11- Se você está no lance e a bola sai pela lateral, grite “é nossa” e pegue a bola o mais rápido possível para fazer a cobrança (essa regra também se aplica ao “escanteio”).

12- Lesões como arrancar a tampa do dedão do pé, ralar o joelho, sangrar o nariz e outras são normais.

13- Quem chuta a bola para longe tem que buscar.

14- Três escanteio é pênalti

15- Lances polêmicos são resolvidos no grito ou, se for o caso, na pancada.

16- A partida acaba quando todos estão cansados, quando anoitece, ou quando a mãe do dono da bola manda ir pra casa, ou aquela vizinha que prende a bola que caiu na casa dela ou corta a bola.

17 – Mesmo que esteja 15 x 0, a partida acaba com “quem faz ganha”.

18- Rua de baixo contra rua de cima valendo Tubaina…

19) se chover forte, certamente haverá futebol.

 Lembrou tua infância?  Então fostes uma criança normal.

 

Bola fora

Para os dirigentes do Voltaço, o gerente de futebol Zada e o vice presidente do clube Gabriel Torturella que invadiram o campo após a vitória sobre o Madureira. Foram citados na sumula pelo árbitro da partida, por peitarem o juiz reserva e por ofensas morais ao trio reclamando que os auxiliares erraram todos os impedimentos. E olha que o árbitro deu um penalti aos 45 minutos do segundo em favor do Voltaço. Tanto os dirigentes  e o clube podem ser punidos pelo Tribunal da Federação. Lugar de diretor é nas cadeiras. 

 

Bola dentro

Para o técnico Tite, que vem recuperando a moral do futebol brasileiro. Em sete jogos, ganhou todos, e já classificou o Brasil para a Copa de 2018 em Moscou. Valeu!

 

Os textos e as fotografias veiculadas nas páginas do aQui se encontram protegidos por direitos autorais, sendo vedada sua reprodução total ou parcial para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra, sem prévia e expressa autorização de Jornal Aqui Regional. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos. E no caso de utilização indevida, o usuário assumirá todas as responsabilidades de caráter civil e/ou criminal.