Jornal Aqui - Volta Redonda - Barra Mansa

Domingo, 18 de Agosto de 2019
0
Publicado em 05/08/19, às 09:15

Bate-Bola Sergio Luiz

Varandão da saudade

Esta é a seleção da LDVR – Liga de Desportos de Volta Redonda, um timaço. A foto tirada em 1955 e pertence ao acervo do Coração.

Em pé, da esquerda para a direita: Laranjeras (técnico), Fala-Fina, Alberto, Mambo, França, Niraldo, Toninho Marreta e Chiquinho (massagista).
Agachados: Coração, Orlando, Amário, Pé de Ferro e Cauper.

 

Copo cheio

Calma, pessoal! O copo do Voltaço ficou foi cheio de água, e não de pinga, para comemorar a vitória sobre o Luverdense por 2 a 1, no domingo, 28. Dava até para beber algumas, afinal, o tricolor de aço contabiliza três vitórias consecutivas e ainda de quebra se mantém invicto no segundo turno. Melhor: é o novo líder do grupo B, com 23 pontos, tendo assegurado a permanência na série C para 2020. Que mantenha o copo cheio e lute para ficar entre os quatro primeiros ao final do torneio, classificando-se para a série B.
Os mais otimistas acreditam que se o Voltaço vencer dois dos quatro jogos que terá pela frente – Ypiranga, hoje, sábado, 3, às 15h30min, fora de casa; Remo e Juventude, ambos em casa, e São José, em Porto Alegre – ele estará nas oitavas de final, a um passo das semifinais que definirão os quatro clubes que irão para a série B. Portanto, o tricolor de aço não precisa nem ser campeão. Um quarto lugar estará de bom tamanho. O que vier depois será lucro. Aí o copo vai mesmo transbordar, de água e pinga. Quem viver verá!

 

Classificação
No grupo B da série C, o Volta Redonda lidera com 23 pontos, seguido pelo São José, também com 23 pontos, porém, o Voltaço tem uma vitória a mais: 6 a 5. Em terceiro, vem o Remo, com 22 pontos. Na quarta posição aparece o Juventude-RS, com 21, e, em quinto, o Paysandu com 20 pontos. Assim, mesmo que perca para o Ypiranga na tarde deste sábado, o tricolor de aço não sairá do G4.

 

Barcelona
O time catalão anunciou, oficialmente, a contratação do zagueiro Igor Gomes, 18 anos, que brilhou na Copinha atuando pelo Voltaço. Os valores não foram revelados, porém, a informação é que seria em torno de 350 mil euros, ou seja, R$1,5 milhão. O que se sabe é que o tricolor de aço vai correr atrás para tentar receber “um qualquer” por ter colocado o garoto na vitrine do futebol. Isso porque, como não tem o certificado de formação do atleta, e como Igor não tinha contrato como profissional, o Volta Redonda não teria direito à grana de ‘solidariedade da Fifa’, que paga ao clube formador um percentual a cada transferência internacional. Resumindo: o Volta Redonda vai depender da ‘boa vontade’ do empresário que negociou o jogador.

 

Master 40
Oriente e Retiro disputarão hoje, sábado, 3, às 14h30min, no Raulino de Oliveira, a grande decisão do campeonato de Master 40, promovido pela LDVR – Liga de Desportos de Volta Redonda. Para chegar à final, o Oriente empatou por 1 a 1 com o Real BM, enquanto o Retiro goleou o Eldorado por 5 a 0. Jogão que promete muitas emoções. Vale lembrar que no Master 50, o Asa Negra ficou com o título.

 

História
Jogavam Granjense e Guarani, times aspirantes da segunda divisão da minha Além-Paraíba (MG). Numa disputa de bola, um “veloz” ponta-esquerda, conhecido pelo apelido de Helinho Papa Léguas levou uma bolada no “saco”, indo a nocaute. Jaime Sebinho, improvisado de massagista, ao ver onde era a contusão, não conversou: pegou um vidro de mercúrio cromo e despejou em cima do atleta, decretando: “Agora você passa a mão e espalha porque eu não vou sujar as minhas, não. Se vira!”. E voltou para o banco de reservas. Moral da história: Macaco velho não põe a mão em cumbuca.

 

Barra Mansa
Pega o Pérolas Negras amanhã, domingo, 4, às 15 horas, no Estádio do Leão do Sul. O Barra Mansa vem de uma boa vitória sobre o time do Bela Vista na estreia no segundo turno e lidera o seu grupo. O adversário de amanhã, parta quem não sabe, é um time nômade, que está este ano em Resende, e conta em suas fileiras com jogadores refugiados de países africanos. Foi campeão do primeiro turno e garantiu vaga na final do torneio.

 

Bola fora
Para os números brancos nas camisas do Voltaço, que impedem, à distância, a identificação dos jogadores. Sem falar que a cor amarela desbotada que o time usa é bem diferente da cor original, amarelo ovo, que era muito mais bonita.

 

Bola dentro
Para o ginasta voltar-redondense Caio Souza, que conquistou uma medalha de ouro na ginástica artística nos Jogos Pan-americanos em Lima, no Peru. Melhor. O garoto ainda tem chances de conquistar novas medalhas. Valeu!

Os textos e as fotografias veiculadas nas páginas do aQui se encontram protegidos por direitos autorais, sendo vedada sua reprodução total ou parcial para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra, sem prévia e expressa autorização de Jornal Aqui Regional. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos. E no caso de utilização indevida, o usuário assumirá todas as responsabilidades de caráter civil e/ou criminal.