Jornal Aqui - Volta Redonda - Barra Mansa

Terça-Feira, 13 de Novembro de 2018
0
Publicado em 06/11/18, às 10:17

Bate bola – Sergio Luiz

A foto pertence ao Alessandro (Fafá) e é de 1992, tendo sido tirada no antigo campo do Humaitá. É do extinto time do Laje o Laje, do Santo Agostinho, categoria Infantil, que se sagrou campeão da categoria em torneio da LDVR.

Em pé da esquerda para a direita: Marcelinho, Alessandro (Fafá), Lele, Bizu, Heldrin, Henrique e Luciano Porquinho (Técnico). Agachados: Sapo, Edinho, Willian, Pepeu, Marcinho e Rato.

 

Sem direção

O balaio de gato que se transformou a eleição para presidente do Voltaço está cada vez pior. Depois da inscrição das chapas 1, de Gabriel Torturella, e da chapa 2, de Flávio Horta, que vai tentar se reeleger; uma nova chapa apareceu para surpresa de todos. Ela é formada por Rafael e Daniel Capobiango, sendo que o primeiro é um dos assessores ‘especiais’ do prefeito Samuca Silva. Só que a alegria deles durou pouco e enviaram uma carta ao clube desistindo da empreitada.  

 

Fizeram bem, pois a chapa deles, ao contrário do que muitos imaginaram, não teria apoio do Palácio 17 de Julho. À coluna, Samuca adiantou que dará apoio à chapa 1, de Torturella. Ele e o ex-presidente Rogério Loureiro, que vão caminhar juntos para derrubar a atual diretoria. O problema é que, de acordo com o estatuto, depois que uma chapa se inscreve, não tem como voltar atrás e os nomes dos Capobiangos vão para a cédula de votação. Mesmo que seja a mais votada, ela não será proclamada vencedora. Neste caso, a chapa que ficar em segundo lugar será a vencedora.  

 

Querem mais? Até o encerramento desta edição, na quinta, 1, ninguém sabia  informar direito se a eleição será no dia 11 ou no dia 13. Não sabem dizer nem quem poderá votar. Uma zorra só.  O pior é que se o imbróglio for para a justiça, como se prevê, o Voltaço poderá correr o risco de não disputar o Estadual de 2019, e ainda ser rebaixado. Que cheguem logo a um acordo, antes que seja tarde demais. Tenho dito!

 

Estadual

A briga pelo poder no Voltaço vai afetar a preparação do time para o Carioca do ano que vem. O clube, por exemplo, ainda está sem treinador, e nenhum jogador foi contratado. Lamentável em todos os sentidos…

Nomes

Uma lista de candidatos ao Conselho Deliberativo foi publicada pelo presidente da Assembleia, Alex Bosco. Nesta, pelo menos, não aparece nenhum nome de conselheiro falecido. Aliás, qual lista está valendo: a divulgada pelo presidente do Conselho Deliberativo, Wilton Arbex, ou a do presidente da Assembleia, Alex Bosco?

História

O intrépido repórter Luiz Fernando, da Rádio do Comércio, que é meu irmão e que é um dos aniversariantes da semana, e também do pequeno notável Manoel Alves. Certa vez, tentaram entrevistar o atacante Renaldo, autor do gol da vitória do Paraná sobre o Fluminense. Depois que o jogador explicou como fez o gol, Luiz Fernando mandou: “E aí gostou da sua estreia com a camisa do Paraná?”. Resposta: “Não é a minha estreia, já joguei na semana passada”. Luiz Fernando insistiu: “Então foi sua estreia aqui no Raulino?”. Renaldo: “Não, eu já joguei aqui no ano passado”. Nosso repórter não perdeu a viagem: “Não acerto uma. Então você estreou uma dupla com o atacante Borges?”. O atacante: “Ah, agora sim é verdade, é a primeira partida que jogamos juntos”. Ufa! Liga não, meu irmão, só acontece com quem faz ao vivo e de improviso.

Barra Mansa

O Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro vai convocar para depor o presidente afastado do Barra Mansa, Anderson Martins Florentino, o ex-gerente de futebol, Lincoln Vinicius da Silveira Aguiar, o técnico Luiz Fernando Irala, e ainda os jogadores Deiverson Brito dos Santos, Diego de Resende Oliveira, Gustavo Ferreira Gabriel, Jorge Antonio Clímaco da Silva e Willian Macedo da Costa.

O Tribunal apura o envolvimento de todos no suposto esquema de manipulação de resultados, que teria ocorrido em jogos da Série B1 no Estadual de 2017. Os depoimentos serão tomados na terça, 6, às 13 horas, na sede da Federação.

Bola dentro

Para o time sub17 do Voltaço, que decide o título da Taça Rio da categoria contra o Madureira. No primeiro jogo o tricolor de aço venceu por 2 a 0, em Conselheiro Galvão, e pode até perder por um gol na partida de hoje, sábado, 3, às 15 horas, no CT do Aero. A garotada passou como um trator por Vasco, Flamengo, Fluminense e Botafogo. Tá valendo!

Bola fora

Para a briga pelo poder no Voltaço. Bom senso e caldo de galinha não fazem mal a ninguém.

 

 

Os textos e as fotografias veiculadas nas páginas do aQui se encontram protegidos por direitos autorais, sendo vedada sua reprodução total ou parcial para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra, sem prévia e expressa autorização de Jornal Aqui Regional. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos. E no caso de utilização indevida, o usuário assumirá todas as responsabilidades de caráter civil e/ou criminal.